sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Nota mental: rever o conceito de normalidade (urgentemente)

MEC liga a directores escolares à noite dando-lhes duas horas para evitarem horários-zero 

Comentário: Quanto ontem me começaram a chegar informações de que tal poderia ocorrer, não quis acreditar (por isso, coloquei a opção c, neste post) de tão absurda que era a hipótese. No entanto, confirmou-se e é notícia.

Se isto é normalidade, o que não será?

Bem... Traduzindo: ontem à noite, por volta da hora de jantar, os diretores das escolas/agrupamentos de escolas receberam mensagens de correio eletrónico (e também - em certos casos - SMS e telefonemas) com a indicação para indicar numa grelha os docentes que nesta fase podem ser retirados do concurso de mobilidade interna.

O prazo? Bem... Se colocarmos como ponto de referência as 20h de 4 de setembro, o prazo final para o envio desta informação seriam as 22h do mesmo dia. 2 horas!! Surpreendente seria os diretores terem em sua posse, na sua residência e àquelas horas da noite, os elementos para tal preenchimento. Isto partindo do princípio que os diretores não dormem na escola (em alguns casos só lhes falta isso) ou vivem ao lado da mesma.

Um concurso de mobilidade interna / contratação inicial / reserva de recrutamento mais anormal que este não conheço. Deste modo, terei de rever todo o conceito de normalidade, para não dar em maluco.

5 comentários:

  1. ...O ministério sabe o diretores que tem... imaginem lá quantos foram os que reagiram!!!...

    ResponderEliminar
  2. E uma vez mais o que fizeram?! Enviaram todos a horas a informação pedida...assim nada irá mudar. Quantos os diretores e professores continuarem a ser uns verdadeiros cordeirinhos nada irá mudar. Acho que nunca vi um ministério tão arrogante e ditador como este. Gostava de salientar que não sou professor, apenas alguém muito solidário.

    ResponderEliminar
  3. Quando eu pensava que já tinha visto tudo, eis que surge algo surpreendente... infelizmente no sentido descendente da escalada negativa.

    ResponderEliminar
  4. A classe dos professores continua a ser enxovalhada...Que resposta a este GOZO está a ser dada?

    ResponderEliminar
  5. Parece-me muito interessante que nestes comentários não seja denunciado o desrespeito às escolas e aos professores, e o abuso que está a ser feito sobre os diretores, que literalmente não tiveram descanso este verão (por mim falo), mas que seja incitado ao incumprimento por parte dos responsáveis das escolas, como se de uma posição de força se tratasse, descurando a imensa responsabilidade que seria deixar-se de dar cumprimento a estas ordens surreais. Mais respeito pelos diretores e pela permanência no posto, em defesa dos professores e da escola, face a tanto abuso por parte da tutela. Não precisamos de apelos destes, não cumpram, não respondam, revoltem-se... Os sindicatos ainda não se ouviram... Os diretores são professores, sindicalizados e penalizados em tudo. Muitos estão nesse cargo para cumprir um projeto e não para ter poder, ou lá o que seja que pensam que se tem. E ainda falam de retirar o mísero complemento remuneratório, que não compensa nada disto.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...