sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Há que aguardar...

Aparentemente, e mais do que estar "congelada" no tempo, a Bolsa de Contratação de Escola (para as escolas TEIP e com Autonomia, por exemplo) terá sido esvaziada de todo o seu conteúdo... Traduzindo: Para mim, é um facto que poderá atestar que algo estará a ser concretizado no sentido de corrigir a fórmula (e como tal, os resultados da sua aplicação). De igual modo, aguardo com alguma expectativa de que forma se vão resolver os problemas com os subcritérios... 

E os problemas relacionados com os subcritérios foram (e são) diversos, deixando como exemplos: a) dificuldades na sua submissão aquando do concurso para a BCE (foram vários os colegas que relataram não terem conseguido submeter); e b) problemas ao nível da verificação de determinados subcritérios submetidos pelos candidatos.

De acordo ainda com alguns colegas, esse esvaziamento de horários também terá sido aplicado à contratação de escola (para as restantes escolas que não são TEIP ou possuem autonomia)... 

Não tenho muitas dúvidas de que tal esteja a ocorrer, uma vez que a fórmula utilizada (até aqui) também servia de base para as contratações de escola (leiam com atenção a secção V do Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio). 

Recordo ainda os sindicatos de professores que têm agido de forma ativa (julgo que todos, com exceção da FNE que admito possa estar a trabalhar de forma mais - muito mais - discreta), que para além da correção da fórmula, das questões relacionadas com os subcritérios, também é relevante lutar para que o tempo de serviço considerado nestes concursos seja (no mínimo) aquele a que os professores teriam direito se Nuno Crato não tivesse feito asneiras. 

3 comentários:

  1. Fala-se aqui da "pausa" no processo de contratação de escola (BCE e OE), no entanto, para que tudo possa prosseguir com alguma coerência e justiça, entendo que as colocações na RR também não devem avançar, uma vez que as colocações através de uma, tiveram e continuarão a ter implicações na outra. Por exemplo: alguns docentes colocados anteriormente através da BCE, foram eliminados da rr. Se alguns destes docentes tiverem de deixar a sua colocação, não lhes poderá ser negada a possibilidade de colocação através de rr. Se as colocações através de rr decorrerem enquanto não se decide o que fazer em relação à BCE, poderão estar a ser penalizados por não terem esta oportunidade.

    ResponderEliminar
  2. Vão pedindo desculpas...e,poupando dinheiro no bolso dos que estão desempregados (ALGUNS RECEBEM O SUBSIDIO E...OUTROS COM TANTA MUDANÇA DE LEIS E ALDRABICES JÁ O PERDERAM)
    Assim vão vivendo os Honestos deste Pais..

    ResponderEliminar
  3. O que desapareceu foi apenas o que diz respeito aos horários que se encontravam em concurso na OE. Tudo o resto se mantém. O que me parece é que irão incluí-los nesta redistribuição agora anunciada. Mas eu já tinha concorrido a alguns... Quero ver como vão explicar isto!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...