quinta-feira, 28 de novembro de 2013

37000 inscritos na Prova

Já há 37 mil professores inscritos na prova de avaliação 

Comentário: Bem... Como era expectável, a esmagadora maioria dos colegas contratados inscreveu-se na Prova de Conhecimentos e Capacidades. Pelas contas que faço, ainda faltam aproximadamente 8000 professores, mas como o número acima indicado ainda não será o final, prevejo que serão algumas centenas aqueles que eventualmente não se tenham inscrito.

Se pensavam que a revolta traduzida em "não inscrição" teria um maior número de adesões, é porque não conhecem a classe onde estão inseridos. A contestação dificilmente passaria por aí, se bem que se fosse esmagadora obrigaria o Governo a recuar de alguma forma.

Para além disso, ficámos também a saber (aqui) que seremos contemplados com o alargamento do prazo da inscrição (até 2 de dezembro) e um aumento do número de locais onde será possível realizar o exame. 

25 comentários:

  1. É muito bonito colocar a culpa nos professores contratados que não se recusaram inscrever na prova, mas temos que analisar a questão de forma honesta e objetiva. Realmente, se os professores não se inscrevessem na prova, o governo teria que recuar. Mas existem professores que concordam com a existência da prova, já ouvi, e ainda hoje, colegas a afirmá-lo. Conseguir que essa sistuação fosse uma realidade é uma utopia estúpida e sem cabimento. E quanto aos "colegas" do quadro? Estão solidários? Claro que sim, não lhes toca nada, é fácil dizer "ai coitado, que situação". MAs o poder que detêm neste momento é maior do que qualquer manisfestação em lisboa, pois eles podem fazer greve à vigilância das provas e à correção das mesmas. Mas cheira-lhes a dinheiro, não é? Sabem bem, não sabe? Claro que sim, sempre dá para uma prendas no sapatinho. E os sindicatos da treta que temos? Deixaram que a prova permanecesse no ECD, mesmo que esta ficasse "adormecida". Agora levamos com ela e mais nada!! Onde estão as manifestações com 150000 pessoas para mostrar a união entre professores? Onde estão os colegas indignados a reclamar alto e bom som que não querem esta política??? Os contratados são carne para canhão, são os que sofrem os resultados das experiências idiotas dos ministérios da educação e levam com TODO o lixo que muitos dos colegas dos quadros não querem, com as turmas que não lhes agradam, para ficarem com a "nata" e terem bons resultados.
    Ao fim do 12 anos de serviço, sempre avaliado positivamente, com estágio feito, com experiência acumulada, vem um idiota de um ministro, que antes era o "nosso maior defensor", e agora "estupidificou"??? E o tacho que ele tinha antes de entrar no governo??? E as habilitações que ele tem para ser ministro??? Isso ninguém vê???
    Ser traído pelos "colegas" de profissão não é baixo, é nojento. MAs é o país que temos. Caso não se apercebam, nós, professores contratados, trabalhamos porque necessitamos do dinheiro para viver, não o fazemos por desporto. MAs muita gente pensa que sim. "Ai voçês são mais novos, aguentam melhor". Muitos "colegas" pensam assm...

    ResponderEliminar
  2. Sou um dos 8 000... ou das centenas que restarem, não interessa! Até posso ser o único, mas não me sujeito a estas palhaçadas.

    Colegas que acham muito bem a existência da prova, só podem ser atrasados e nem sequer merecem ser professores, pois nem podem alegar a história da minha licenciatura ser melhor do que a tua, pois a aprovação não entrará para a graduação.

    TRISTE CLASSE ESTA!
    Imaginem se isto seria possível de ser feito à classe dos médicos! Ahaha então não era! Só para rir!

    ResponderEliminar
  3. Os professores contratados não podem ter poucos conhecimentos nem mau desempenho. POr outro lado, os professores do quadro podem ser maus profissioanis à vontade, é isso? Podem fazer asneira e não há problema. E não me venham com a ADD, porque, que se saiba, nenhum ainda foi avaliado com nota negativa.
    Classe nojenta esta, reflexo do status quo que muitos julgam ter.

    ResponderEliminar
  4. Sou um dos que se inscreveu. Apenas hoje mas fi-lo. Porquê? Porque me inscrevi se isso acaba por contradizer aquilo que fiz enquanto aluno no secundário onde dei a cara muitas vezes e na universidade em que defendi o que era justo? Porque o faço quando isso vai ao invés daquilo que passo aos meus alunos no intervalo das matérias que assim o permitem?
    Porque na universidade já passei pelo filme de tomar uma posição e ficar com um par de colegas enquanto os outros campavam da desgraça alheia. Porque como contratado sinto que sempre me tiraram o tapete debaixo dos pés quando é preciso manter uma posição, quando se deve querbrar em vez de torcer.
    Porque também sei que para que o mec gritasse vitória bastaria ter inscritos 15 mil enquanto que uma vitória "da luta" teria que ser feita com mais de 30 mil. Isso não ia acontecer.
    Não sei se estarão inscritos os tais 37 mil mas lembrando-me dos meus tempos de universidade, não me parece estranho.
    Gostei de o fazer? Não. Tinha modo de fugir a isso? Sim até porque com mais de 10 anos de casa e segundo a legislação que vigora poderia continuar a tentar encontrar uma vaga e o ano que vem isso também não me estaria vendado. Por isso não era grave mas do mesmo modo que antes para os quadros havia a baliza dos 60 km que agora parece estar esquecida, quem me diz a mim que amanhã não sai legislação a definir que entra para o quadro, conforme a decisão do tribunal europeu, todo aquele que teve aprovação na paac?
    Estou à espera de honestidade por parte do mec? Nenhuma. Acho que com 10 anos, alguns prémios e bons resultados nos rankings vou conseguir fazer as provas? Não sei. O meu lado pessimista diz-me que não, que a específica vai arrasar toda a gente. Mas a pergunta mais importante que me faço é: porque é que ainda aturo esta merda?

    ResponderEliminar
  5. Uma boa forma de protestar seria, a de os colegas corretores, corrigirem como totalmente correta, a questão de desenvolvimento. Fica aqui a sugestão!

    ResponderEliminar

  6. POIS...ISSO QUERIAS TÚ

    ESTUDA SUA CALASSEIRA SE QUERES SER ALGUÉM

    ResponderEliminar
  7. A prova ainda não se realizou!

    O facto de se terem inscrito muitos professores não representa nada.

    Aos professores do quadro que se mostram indignados face a tantas inscrições, eu pergunto:

    - Quem os tem no sítio para no dia da prova se recusar a vigiar?
    - E os que a vão corrigir já se manifestaram indisponíveis?

    Eu estou inscrito, mas será que a vou realizar?!

    Há tanta coisa que pode acontecer até ao dia 18, ou mesmo no dia 18... Basta querer... Queremos?

    ResponderEliminar
  8. O problema desta situação é que não afecta os professores do quadro... Se fosse o caso, já se teriam realizado dezenas de manifestações com milhares de professores, como aconteceu à bem poucos anos, e os sindicatos estariam indignadíssimos... Como a questão não lhes interessa, fingem estar preocupados, vão dizendo qualquer coisa mas não passa daí...

    ResponderEliminar
  9. Estes comentários são realmente muto engraçados...Colocam a culpa nos professores contratados que se inscreveram... Estes professores, se não se inscrevessem, poderiam não ter a hipótese de concorrer para o próximo ano letivo e ficar no desemprego!!!! É o meu caso! Sou completamente contra esta prova ignóbil, mas tenho 15 anos de seviço, estou, felizmente colocado e com boas hipoteses de ser reconduzido, tenho dois filhos que preciso de sustentar... façam as contas!!! Falar é fácil! Esta prova só nos tribunais é que pode ser derrotada e, como é tão discriminatória, tenho fé que isso vá acontecer. Quantos aos professores do quadro, se fizerem greve no dia 18, apenas perdem um dia de salário e lutam contra esta aberração. Não se esqueçam que esta prova é um tubo de ensaio para, mais cedo ou mais tarde, ir afetar os efetivos, nomeadamente os horários zero e os de quadro de zona!!! Só para terminar - VOU ENTREGAR A PROVA EM BRANCO!

    ResponderEliminar
  10. Desde o inicio das contestações que se ouve dizer que esta luta não pode ser dos contratados, uma vez que se não se inscreverem ficam penalizados individualmente e não servirá para que a prova não se realize. Aliás, acredito que se ninguém se inscrevesse este ano, seria motivo para que o governo conseguisse reduzir mais turmas com o pretexto da falta de professores, e de quem seria a culpa?? Dos professores que não querem trabalhar. O que o governo quer é exactamente que sejam poucos a inscrever-se. Mas ainda resta a esperança que os professores dos quadros nos ajudem nesta luta, pois foram muitas as lutas que também já travamos por eles.

    ResponderEliminar
  11. Eu continuo a entender que os coontratados nao se devem inscrever e que os do quadro nao devem vigiar nem corrigir... Eu nao me inscrevo!

    ResponderEliminar
  12. Sou professora contratada desde 1994 e inscrevi-me na prova, porque neste momento o único rendimento que entra na minha casa(e somos 3) é o meu subsidio de desemprego. Não me posso "dar ao luxo" de ficar mais um ano sem colocação. Bem sei que pelo facto de realizar a prova nada me garante que para o ano fique colocada, mas pelo menos não fico impedida de concorrer.
    Tenho uma licenciatura(de 5 anos) via ensino em que tive cadeiras pedagógicas e um ano de estágio, em que fui avaliada com 15 valores, e agora ainda querem que faça uma prova, para provar o quê???? Fui sempre avaliada com bom, porque o muito bom e o excelente, nunca chega para os contratados.
    Estou SUPER REVOLTADA,com todas as injustiças que são feitas aos contratados como: termos todos os anos de entregar o registo criminal; anteriormente também era o atestado de robustez física e psicológica; a micro; a diferença de vencimento, já para não falar dos horários e turmas que os efectivos não querem. Há escolas em que os auxiliares e os administrativos tratam os contratados por professor/a e os efectivos por Drº ou Drª.
    Quando concorremos nem somos considerados docentes, somos: "Indivíduo qualificado profissionalmente para o grupo de recrutamento a que se candidata".
    Neste momento não tenho outra alternativa senão pagar e não bufar.
    ESTOU FARTA de ser "lixada" e mal paga.
    Manuela Correia(grupo 410- Filos.)

    ResponderEliminar

  13. Para Manuela Correia

    Com que então querias ser tratada por sra. Doutora? que tristeza! que cultura! francamente!!vergonha

    Este é o país dos Doutores, em outros países esse titulo já não existe, mas nós como povo atrasado que somos valorizamos isso



    ResponderEliminar
  14. Será que me poderiam, por favor, elucidar se a Prova também é para aqueles que não têm tempo de serviço? É que eu sou apenas licenciada em Ensino desde 2007, nunca fui contratada, aliás nunca fui verdadeiramente professora... Assim, também tenho de realizar a prova? Para quê, pergunto-me, para continuar desempregada e talvez nunca vir a ter um lugar no Ensino? Para estar mais uma vez a dar dinheiro ao Estado, dinheiro que me faz falta? Talvez até, se algum dia chegar a minha vez, eu nem me sinta já capaz de o fazer, já não tenha as capacidades e competências para tal... Esta prova será realizada todos os anos? Tantas dúvidas!

    ResponderEliminar
  15. Bem, eu já me inscrevi, porque tenho de sustentar, pagar educação e tudo o mais a três filhas, porque, por muito que me custe, o meu salário é o mais elevado no meu agregado familiar. O que me leva a muitos sacrifícios, como estar a quase 200 km de casa, longe de duas das filhas e marido, para poder trabalhar e não me posso queixar, porque fui eu quem concorreu e com medo de não ficar colocada, arrisquei para longe. Agora, tive de lutar contra a minha vontade e inscrever-me para esta prova, no entanto, não me vou preparar para ela, porque não tenho tempo para o fazer. Estou a trabalhar e o tempo é pouco para tudo o que tenho de fazer. Penso que também é injusto, porque uns têm tempo para se preparar para a prova e vão ter bons resultados, enquanto outros, sem tempo, não o poderão fazer, porque como diretora de turma, terei reunião e terei de a preparar. Isto sem falar (ao longo do período escolar)das aulas e materiais para as mesmas. Mais uma vez, surge aqui uma desigualdade gritante. As condições de realização deveriam ser iguais para todos os docentes. Agora, a esperança é a última a morrer e eu ainda acredito que esta prova vai cair, pela injustiça e desigualdades que acentua entre os docentes. Espero que tenhamos uma boa prenda de Natal: a revogação desta prova que não interessa nem serve para ninguém. Apenas para o Estado angariar mais uns tostões.

    ResponderEliminar
  16. estou envergonhada e revoltada

    isto não é o meu PAÍS...

    ResponderEliminar
  17. Para Monica

    Se não entende o que a colega Manuela Correia quis dizer, leia novamente e pode ser que entenda melhor!!!

    Enfim!

    ResponderEliminar
  18. Realmente vê-se aqui cada comentário que envergonha a classe …
    Acho que alguns nem para apanhar as folhas de Outono serviam quanto mais para ser professores … tenham respeito e moderação pois parece duas classes rivais e não uma classe… enfim. Tenho vergonha de ter trabalhado com alguns colegas e aqui está a prova disso.

    ResponderEliminar
  19. Os professores contratados são carne para canhão como já aqui escreveram… tinham que se inscrever, pois, também como já vimos aqui, há aqueles que pensam que vão ser os melhores e super favorecidos por fazer o exame e tirar boa nota … enfim.

    Colegas, daqui a pouco só há financiamento para o privado e para a escola pública é só os do quadro … e mal pois até esses querem mandar embora …

    Quando os do quadro não tiverem lugar ou serem mandados para colégios financiados, aí sim, vão protestar … e muito.

    Concordo que os professores do quadro podiam bloquear isto tudo …
    Não indo vigiar …
    Não corrigindo …
    Nas provas de aferição ninguém quer corrigir, os contratados já servem para as corrigir, pois não se ganha nada …
    mas agora vão pagar os professores do quadro… Claro, já querem, se calhar até foram mesmo muitos os candidatos a corretores …. !!!!!!!!!!!!!!!

    Já alguém viu algum contratado a ter expressão relevante numa escola? Pode ter boas ideias, ser admirado, mas não passa disso, é sempre dos restos … !!!!!!!!!!!!!

    Concordo!
    “A prova ainda não se realizou!

    O facto de se terem inscrito muitos professores não representa nada.

    Aos professores do quadro que se mostram indignados face a tantas inscrições, eu pergunto:

    - Quem os tem no sítio para no dia da prova se recusar a vigiar?
    - E os que a vão corrigir já se manifestaram indisponíveis?

    Eu estou inscrito, mas será que a vou realizar?!

    Há tanta coisa que pode acontecer até ao dia 18, ou mesmo no dia 18... Basta querer... Queremos?”
    E termos uma voz de união, pois os sindicatos também querem ganhar o deles… ninguém imagina as negociações que têm em OFF, nas conversas em privado, andam todos ao mesmo, à procura de um bom lugar?
    Será que o Mário Nogueira vai fazer a Prova? Será que o Ministro vai fazer a Prova? …

    ResponderEliminar
  20. Cara Mónica
    Caso não tenha percebido, a colega não quer que lhe chamem doutora
    Mas referia-se que até os técnicos operacionais da referida escola tratam de forma diferente um professor do quadro e um professor contratado
    Calculo que pelo seu comentário, acha isso bem … enfim.
    “ Mónica disse...
    Para Manuela Correia
    Com que então querias ser tratada por sra. Doutora? que tristeza! que cultura! francamente!! vergonha
    Este é o país dos Doutores, em outros países esse titulo já não existe, mas nós como povo atrasado que somos valorizamos isso”

    ResponderEliminar
  21. Eu sou professora contratada e decidi não me inscrever, não vou alimentar mais esta palhaçada, uma pessoa estuda para que???Para brincarem a toda a hora com a nossa "possível" carreira....enfim.

    ResponderEliminar
  22. Anónima

    É uma vergonha. Será que o Senhor Ministro da Educação fez exame para ser professor na Faculdade?
    São sempre os mais novos a pagar?

    ResponderEliminar
  23. Eu sou a favor da prova aquando da mudança de escalão ,nomeadamente ,no que concerne aos índices mais elevados.
    Neste caso,não vejo a funcionalidade!vejamos ,contudo,um aspeto positivo para quem não tem compadrios...será que não filtraria alguns ,permitindo o lugar a outros?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...