sábado, 10 de setembro de 2011

ADD - A versão acordada

Ontem quando encerrei o "expediente", ainda pouco se sabia acerca de um eventual acordo. As primeiras notícias que foram surgindo indicavam a não assinatura de qualquer acordo. Acabei por ir para a cama com a convicção de que nada havia sido acordado. Hoje, 8 da manhã, ligo a televisão e voilá... A notícia do acordo com uma dúzia de sindicatos permite avançar com um novo modelo de avaliação. Fiquei sem palavras...

Ainda não tive tempo para digerir toda esta situação, no entanto, deixo-vos com o modelo de ADD entretanto acordado. Cliquem na imagem.


33 comentários:

  1. Tenho vergonha de ser professora em Portugal!

    Este país, profissionalmente, não me merece.

    Tenho orgulho no trabalho que faço!

    Haja dignidade!

    ResponderEliminar
  2. O que é que vocês queriam? Que não houvesse avaliação??? Leiam bem o novo modelo e verão que é muitíssimo melhor. Nada é perfeito e o ministério não cedia em mais nada. Não vale a pena insistir. Está na hora de fechar este assunto. Um dia mais tarde quem sabe as coisas melhoram ainda mais. Mas para mim este modelo é muito bom, face às circunstâncias.
    Pedro

    ResponderEliminar
  3. Agora que a ADD parece um processo a tender para a estabilização total importa ir ao resto. E o resto é muito. Para começar as Escolas com directores democráticos estão a aproveitar em cheio o vazio da não existência das DRE's e estão a oferecer horários bem bons (ou muito bons, ou excelentes) aos colaboradores mais directos. Há de tudo e há horas para quase tudo. Problema? Não, aqui é menos arriscado que assaltar um banco: aqui não tem polícia! E os parolos que cumprem a Lei são vistos como ditadores desaparafusados. Viva a autonomia! VIVA!! A e Grécia aqui tão perto...

    ResponderEliminar
  4. Relativamente aos contratados, a avaliação entra no concurso de docentes?

    ResponderEliminar
  5. pelo que entendi quem tem Bom e Mto Bom tem um valor de bónus.mas para ser avaliado tem que ter 180 dias de serviço nesse ano, seguidos ou não.

    ResponderEliminar
  6. Pedro,

    concordo contigo.
    A mim não me desagrada este modelo.
    Agora é aceitar e fazer o que tem de ser feito: dar aulas e viver a escola.
    Bom ano para todos:-)

    Margarida

    ResponderEliminar
  7. Este modelo pode ser melhor mas é, na mesma, muito mau. Lamento os acordos e os 'virares de página' dos sindicatos que temos!

    Bom resto de fim-de-semana para tod@s : )

    ResponderEliminar
  8. Boa noite, Ricardo!
    Já está disponível no blogue o “ACORDO ORTOGRÁFICO: GUIA PARA PAIS E FILHOS”. Pode ser útil no apoio a alunos e encarregados de educação. http://acordo-ortografico.blogspot.com
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  9. A memória à ponta dos dedos traiu-me e os hífenes entranharam-se indevidamente no fim de semana!

    ResponderEliminar
  10. E tu contunuas nos sindicatos da FNE eu não!!!!

    ResponderEliminar
  11. acordo hortográfico...ARGH!ARGH!ARGH!

    ResponderEliminar
  12. Quem defende o novo modelo de avaliação das duas, uma: ou não é contratado ou não percebe que as injustiças e o compadrio vai continuar.

    Não sou contra a avaliação mas sim contra a subjectividade da mesma, sujeita a contornos que são muitos pantanosos!!!

    Não me revejo em nenhum sindicato apesar de ter sido sindicalizado, não me revejo nas políticas da educação mas não só, de mal a pior anda a saúde e a justiça!!!

    É de lamentar a "insanidade" de alguns perante a demagogia de muitos. Quanto mais nos baixamos, mais se vê o ...

    ResponderEliminar
  13. foi impressão minha ou não li, como tinha noticiado, k o bom e o muito bom, tinham ambos bonificação...Pelo k li, aki..só bonifica o Muito Bom...hum

    ResponderEliminar
  14. Boa noite a todos em especial aos colegas não colocados!

    Hoje, quando assisti a intrevista do Sr.C fiquei claramente esclarecida que este individuo é frio, calculista e mal intencionado. Este individuo já se esqueceu que começou a sua actividade como professor, pois na minha terra diz-se "NUNCA PEÇAS A QUEM PEDIU E NUNCA SIRVAS A QUEM SERVIU" é este o caso pareçe que tem o "rei na barriga" fala de cima talvez a queda seja maior quando vier a publico umas certas coisinhas.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. Mt bom o que ouvi...
    Dos famosos 3000 e tal horários que ainda vão sair muitos são das TEIP. Como é possivel mais trabalhos para os "boys" dos directores. Estou cheio disto e de ser ultrapassado por esses meninos e meninas e ainda mais por ter de ouvir os colegas mais velhos a dizer " eles faziam tudo o que nós pediamos" só faltava irem-lhes fazer a limpeza da casa ( se calhar já alguns fizeram isso).
    Não me venham dizer que é pela continuidade pedagógica e pela experiência (para isso não se trocava de ministros nem governo já que os outros tinham muita experiência em "gamar" o contribuinte e estes ainda estão a começar. Não se esqueçam que muitas das TEIPs não o eram quando passamos por lá, ainda esses menimos que os directores tanto gostam estavam no secundário...
    Esta semana vi um horario que um dos critérios era ter acabado o curso nos ultimos 5 anos, digam -me se esses horario já não está para alguem. Mais valia ir buscar-los directamente à porta da Faculdade.

    ResponderEliminar
  16. Bom dia,
    Agradecia que me tirassem uma dúvida. Depois de ler o documento apresentado, não encontrei nos "efeitos da avaliação" qualquer menção ao facto desta entrar na graduação dos docentes contratados. No entanto continuo a ler em diversos locais que o MB dá bonificação de 1 ponto na graduação!...O que me escapou aqui? Isso está em algum ponto do documento e eu não vi??
    Agradecia o esclarecimento.

    ResponderEliminar
  17. Excepcional. Com 24 anos de serviço ser-se obrigado a aulas assistidas. Gostaria de saber quais os efeitos que isso irá ter no melhor desempenho de um bom professor.

    Para qu~e tanto contentamento se nos próximos anos não haverá progressões e o tempo de serviço vai ser congelado/roubado, tal como já aconteceu.

    ResponderEliminar
  18. Bom dia
    Alguem consegue entrar na Bolsa de Recrutamento

    ResponderEliminar
  19. Não. Tambem não consigo entrar na BR.

    ResponderEliminar
  20. Esta versão não fala das bonificações do Bom e Muito Bom para os contratados, porque eese ponto apenas foi acordado na última reunião e esta versão é a penúltima. Agora é esperar pela versão final e ver se lá vem mesmo o que foi acordado na sexta. Mas claro que tem de vir, porque foi um dos pressupostos para o entendimento.
    Tanto a FNE como a FENPROF falam nesse ponto do acordo. Por isso nao stressem.
    Pedro

    ResponderEliminar
  21. Ah e essa alteração tem de ser feita no regulamento dos concursos e não directamente na ADD.

    ResponderEliminar
  22. Tambem não consigo entrar na BR. O sistema deve estar a ser actualizado para amanha funcionar em grande

    ResponderEliminar
  23. Fico pasma com esta "treta da avaliação". Não sou contra a avaliação mas sim contra a subjectividade desta cm dizem tb alguns colegas. Trabalhas numa escola porreira q facilita, o director tá-se bem, o coordenador tb é um fixe, tas no céu. tens o azar do contrário, foste. E ñ me digam q ñ é o q se passa, pois todos os dias ouvimos relatos de colegas q dizem q é o q se passa. A nossa classe já era má nas relações humanas, agora insuportável. A hipocrisia reina e sp safe-se quem puder. As graxas, os beijinhos, o fazer do conta é a avaliação do momento. E desculpem lá colegas acham justo menções de um ou mais valores na média do docente? è um ano ou dois de trabalho da vida das pessoas e é através dele que se trab.Eu q puderei ter média superior posso ser ultrapassado por outro q por exemplo teve mais sorte q eu numa escola. Isso é q é justo? Devem, sim, beneficiar esses colegas de alguma forma, mas ñ mexendo na média dos professores, se já havia injustiças, agora nem se fala. Pois quem concorda e já tá aflito em saber se vão ter mais 1 ou 2 valorzinhos na média, deve pensar q jeitinho me dá, só subi uns 100, 150 lugares, q para isso precisava de 1 ou 2 anos de trab e agora obtenho com umas papeladas, umas simpatias.

    Por isso, o nosso país é a treta q é. É o país dos chicos espertos, do safe-se quem puder fazendo o menos possível.

    ResponderEliminar
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  25. Pois é, esta versão da ADD para os contratados (que é o meu caso), parece que aboliu as bonificações associadas às menções qualitativas de Muito Bom e Excelente, sendo que esta última, deixa mesmo de ser possível alcançá-la neste modelo de avaliação. Perante isto, ficamos a saber que para se ter a menção qualitativa de Bom ou Muito Bom, não será necessário requerer aulas assistidas, e ambas remetem para a bonificação de 1 valor na graduação. Ficámos também a saber, que para qualquer professor contratado requerer avaliação, precisa de pelo menos 180 dias de serviço.
    Perante os factos a minha dúvida é a seguinte:
    Estes 180 dias (seis meses), referem-se exclusivamente ao tempo de duração do contrato ou ao tempo de serviço obtido pelo número de horas semanais em função da duração do contrato?
    Se for esta última, qualquer professor que obtenha uma colocação num horário de 10 horas anual nunca poderá ser avaliado, a não ser que acumule outro horário, completando assim o tempo necessário para poder ser avaliado.
    Esclarecimentos aceitam-se!
    Continuação de um bom Domingo e boa sorte a todos para amanhã na Bolsa de Recrutamento!

    ResponderEliminar
  26. Onde é que leram que os contratados continuarão a ser "bonificados"?
    Não li isso em lado nenhum, apenas li que as bonificações serão para progressão na carreira.
    Será que os meus olhos já só lêem o que querem?!!!!

    ResponderEliminar
  27. Boa noite!
    Estive a ler o documento e entre outras coisas, surgiram as seguintes dúvidas: no artigo 14º (Avaliador Interno)é referido que o Coordenador pode designar um docente para exercer as funções de avaliador, mas este, terá que ser seleccionado do mesmo modo que os avaliadores externos, remetendo neste caso para o artigo 13º. Um dos requisitos exigidos para avaliador interno, podendo ser assim designado pelo Coordenador,é ser titular de formação em avaliação do desempenho ou supervisão pedagógica ou deter experiência profissional em supervisão pedagógica.
    E eis aqui a minha dúvida: o que quererão dizer com "experiência profissional em supervisão pedagógica"? Parece-me que está aqui implícito que o docente terá que ter na mesma, formação nesse sentido, ou não? Será que me podem ajudar a perceber?

    ResponderEliminar
  28. Quanto ao esclarecimento acerca da bonificação dos contratados, deixo aqui o link para a informação que consta no site da FENPROF.

    http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=226&doc=5806

    ... e os meus olhos só lêem o que lá está!!!!

    ResponderEliminar
  29. Só mesmo quando tivermos acesso à acta do acordo é que poderemos conhecer quais os argumentos e as contrapartidas. Para já, temos fracções...

    E eu ainda nem sequer tive tempo de ler o novo modelo.

    ResponderEliminar
  30. Esta versão não fala das bonificações do Bom e Muito Bom para os contratados, porque esse ponto apenas foi acordado na última reunião e esta versão é a penúltima. Agora é esperar pela versão final e ver se lá vem mesmo o que foi acordado na sexta. Mas claro que tem de vir, porque foi um dos pressupostos para o entendimento.
    Tanto a FNE como a FENPROF falam nesse ponto do acordo. Por isso nao stressem.
    Ah e essa alteração tem de ser feita no regulamento dos concursos e não directamente na ADD.
    Entenderam agora???
    Pedro

    ResponderEliminar
  31. Boa tarde, colegas,

    a minha dúvida não se prende com a questão da bonificação, mas com a contagem do tempo serviço. Li que todo o tempo de serviço dos contratados para a contar para efeitos de concurso e de ingresso na carreira (lá para 2021). alguém me sabe dizer o que isto significa? significa que a partir de agora o tempo antes da profissionalização e após a profissionalização passa a ser contado como igual? .
    obrigada
    M

    ResponderEliminar
  32. - Novo Modelo de Avaliação Docente 2011/2012 -
    O que é preciso saber, resumo: http://bit.ly/rF3TUn

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...