quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Alargamento do alargamento da escolaridade obrigatória.

No Público a 25/02/2010: "Os alunos inscritos no 8.º ano que fiquem retidos neste ano lectivo passarão "automaticamente a ser abrangidos" pelo novo limite de escolaridade obrigatória, devendo assim permanecer na escola até aos 18 anos. A lei que alargou o limite da escolaridade obrigatória dos 15 para os 18 anos foi aprovada em 2009 e está já em vigor para os alunos inscritos no 7.º ano de escolaridade.

Nos termos deste diploma, para os estudantes que se matricularam no 8.º ano no ano lectivo de 2009-2010 o limite da escolaridade obrigatória em vigor continua a ser os 15 anos. Mas esta disposição não se aplicará aos alunos que ficarem retidos naquele ano, para os quais passará a vigorar também a obrigatoriedade de permanecer na escola até aos 18 anos, esclareceu o Ministério da Educação.

Em resposta a questões do PÚBLICO, o ME adiantou que, devido à inclusão destes alunos no novo regime, se decidiu criar uma nova oportunidade de avaliação. Um despacho do secretário de Estado da Educação, Alexandre Ventura, publicado na semana passada em Diário da República, estabelece assim que os estudantes retidos no 8.º ano, que completem 15 anos até 31 de Agosto, poderão tentar concluir o 3.º ciclo já neste Verão, autopropondo-se a exame a todas as disciplinas que integram o currículo do 9.º ano. (...)"

Ver Artigo Completo (Público)

------------------------
Comentário: Para quem quiser ler mais sobre este tema, o melhor mesmo é ir à "fonte" e ler o Despacho normativo n.º 6/2010, de 19 de Fevereiro de 2010.
------------------------

4 comentários:

  1. Sai um “2 em 1”, se faz favor!
    Que espectáculo! Agora vou eu enunciar a "lógica da batata" na versão "alunos".
    Ora, os alunos do 8ºano, abrangidos pelas alíneas g) ou h) do número 48 do despacho normativo 6/2010, com capacidades, façam por ficar retidos, estudem, proponham-se a exame de 3º ciclo e habilitam-se a passar já para o 10º ano! Espectáculo!
    Mas que raio de país este!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Bem verdade... Estamos perante mais uma das tais "obras" de "engenharia legislativa". Definitivamente não estamos perante amadores. Utiliza-se um argumento para salvaguardar duas desculpas.

    Estou a começar a ficar fã da inteligência desta nova equipa ministerial.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Isto agora é tudo com requinte, 5 estrelas...E nós a vermos "os navios a passarem"..

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...