quarta-feira, 13 de junho de 2018

Como têm reagido os professores perante a ordem de cumprir com a nota informativa?

Há muitos colegas que não sabem muito bem o que fazer quando se deparam com a temida ordem, devidamente escrita e assinada, proveniente de um Diretor, para que a (terceira) reunião de avaliação seja concretizada independentemente do número de professores que estejam presentes, e sabendo que os ausentes estão a exercer o seu direito à greve. 

Quando isto acontece, e por aquilo que me foi chegando, os professores estão a escolher uma de várias opções:

Opção A: Os elementos do Conselho de Turma presentes optam por cumprir com a ordem de realização da reunião, assumindo as implicações e consequências na sua plenitude;

Opção B: Todos os elementos do Conselho de Turma optam por fazer greve;

Opção C: Em momento prévio, o Diretor de Turma não teve acesso aos elementos relevantes de avaliação dos alunos, porque os professores não os facultaram, e como tal, a reunião não se consegue realizar;

Opção D: As reuniões decorrem sem a totalidade dos professores, mas com os professores em greve a facultar os elementos em versão papel ou em versão digital (fotografia), com os elementos de avaliação dos alunos, desde o início do ano letivo, de forma não processada (nada de folhas excel) nem ponderada. Traduzindo, os elementos de avaliação (isto é, uma folha com as classificações das fichas de avaliação, outra folha com as classificações das atitudes e valores, etc.) são enviadas em versão word, pdf ou fotografia, e quem fica na reunião terá de verter os números para um documento excel e fazer contas;

Opção E: Fazem-se contas para que estejam presentes menos de 1/3 dos elementos do Conselho de Turma, e alegam que não podem avançar com a reunião, por uma questão de falta de quórum (de acordo com o artigo 29.º do Código do Procedimento Administrativo);

Opção F: Os professores que não fazem greve, optam por avançar com a reunião, deixando em ata que a consideram ilegal (vejam o ponto f, deste post);

Opção G: Os professores que não fazem greve, optam por deixar em ata que a reunião não tem condições para continuar, tal como sugerido pelo S.TO.P. (acolá) e cujas imagens coloco abaixo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...