segunda-feira, 9 de maio de 2016

Da expectável pressão...


Comentário: Que ninguém tenha dúvidas que o lobby privado é muito mais forte do que aparenta (basta ver o que tem acontecido nestes últimos anos sob cobertura do poder partidário) e que só mesmo muito dificilmente este ministro da educação conseguirá manter o seu plano de terminar com o patrocínio de turmas privadas em locais onde existe oferta pública. 

Obviamente que todos aqueles que vivem à custa deste financiamento público terão de lutar para que esta situação se mantenha (e não os posso censurar, pois estamos a falar de salários e de "comida no prato"), no entanto, lá bem no fundo acredito que mesmo quem aparenta defender esta situação sabe perfeitamente que estamos perante uma situação que não faz grande sentido, acima de tudo quando temos professores com horários zero em escolas sem alunos, quando ao lado temos as "privadas" a abarrotar. E isto para nem falar nos colegas contratados que poderiam obter colocação nas escolas públicas...

E se sugerem o argumento de que também nas escolas privadas existem professores contratados que poderão ver o seu lugar eliminado, então também teriam de defender os critérios "manhosos" da Bolsa de Contratação de Escola (entretanto também eliminada por este Governo) e a renovação ad aeternum dos colegas contratados colocados por este mecanismo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...