segunda-feira, 1 de setembro de 2014

E para quê?

Professores do quadro chamados a esperar pelas colocações dentro das escolas 

Comentário: Se para alguns colegas esta deslocação a uma escola que não será (na maioria dos casos) à de colocação, apenas se resume a um incómodo de menos de uma hora de viagem, conheço situações que implicaram bem mais do que isso. Bem sei que existem normativos legais que definem estas situações, no entanto, acredito que com um pouco de "boa vontade" de algumas direções se poderia ter resolvido este problema de outra forma.

O problema é quando aquilo que se pretende "autónomo" insiste em questionar o "centro" para algo que até pode decidir... Sem grandes alaridos... Sem gerar problemas... Mas que constituiria uma forma de atenuar a fúria teatral do MEC que quer a toda força, simular normalidade.

16 comentários:


  1. Coitadinhos dos coleguinhas que têm de se apresentar ao serviço!!!estavam habituadinhos a outros tempos que recebiam e ficavam em casa.

    Bem basta termos cerca de 3 meses de férias, alguns até mais que isso, tenham juízo e vão trabalhar,se estivessem no privado não brincavam.

    Eu só tive 30 dias de férias no colégio onde trabalho e dou graças a Deus por ter trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu trabalho no público e tive 27 dias. Nem um a mais. Aliás, com os procedimentos concursais os 27 dias reduziram drasticamente pois não posso considerar um único dia de concurso como férias. Férias são para descansar, o que não aconteceu. ...

      Eliminar
  2. Marilia nao fale do q nao sabe...Se "escolheu" ficar no particular esteja e sossegadinha no seu mundinho e nao critique o q realmente nao sabe.

    ResponderEliminar
  3. Eu também gostava de trabalhar num COLÉGIO e não questionava, sequer, ter ou não ter férias.... bastava o salário .... !!!

    ResponderEliminar

  4. Esses colegas, eles só não estão a trabalhar na escola onde deveriam estar por culpa do MEC (ministério da educação e ciência, isso é para entender), como outros tantos essenciais na preparação do ano letivo, pois não deve ser docente, professora ou outra coisa parecida, se não, não dizia essas "aSneiras" dos 3 meses e afins, no colégio até pode trabalhar, mas não como educadora, aposto que não sabe quando terminou o ano letivo nem a 2ª fase de exames sem fazer uma consulta na net. Quando encontrar as datas, peça no mínimo desculpa a esses colegas.

    ResponderEliminar
  5. O que presenciei hoje, foram os colegas a fazer o retorno ao serviço e a irem à vida deles, não vi ninguém ficar na escola ;)

    ResponderEliminar
  6. Eu fiz 200km para me apresentar na escola onde exerci funções no ano letivo anterior e cá estou à espera que saiam as listas de MI e não fui mandada para casa. Entretanto vão começar as reuniões.

    ResponderEliminar
  7. Marília...que comentário tão ridículo!! Há de facto pessoas que perdem belíssimas oportunidades para ficarem caladas. 3 meses de férias? Em que planeta vive? Certamente no dos desinformados ou no dos que não fazem qualquer questão de se inteirar da realidade das escolas públicas e se ficam por comentários cliché e para os quais já não há a menor "paxorra". Teve 30 dias de férias? Gabo-lhe a sorte. Tem o próximo ano já organizado no fantástico colégio privado? Gabo-lhe novamente a sorte. Nem todos podemos dar-nos a esses luxos. E por favor não me diga a seguir, em jeito de resposta sábia, que fui eu que escolhi esta profissão e sabia ao que vinha!!
    Um comentário tão foleiro feito por uma colega de profissão...dá alguma pena. Tenha um bom ano!

    ResponderEliminar
  8. mas afinal agora vamos ter que ir as escolas onde estivemos colocados novamente??

    ResponderEliminar
  9. Nao sei se será correto tratar a Marilia por "colega",depois desse comentário no minimo "ignorante"!

    Pois eu concorri a MI 1ªp., e hoje tive que fazer 500Km para apresentar-me numa escola!Quando ainda não sei se tenho de alugar casa...quando ainda não consegui organizar a vida escolar dos meus filhos...

    ResponderEliminar
  10. 3 meses?????? 27 dias???? Eu trabalho no público e ainda não consegui cumprir 15 dias de férias! "Cara colega dos 3 meses de férias" venha experimentar ser classificadora de exames no sistema público! Pensaria melhor antes de dizer asneiras

    ResponderEliminar
  11. Também já trabalhei no privado há já alguns aos. Conheço as duas realidades.
    Por favor tenhamos mais respeito uns pelos outros. Ahhhhh...também só tive 29 dias de férias e isto porque já sou "cota" e muitos anos de serviço. Concentre-mo-nos no essencial.

    ResponderEliminar
  12. No élia como pode ver no meu comentário os meus 27 dias legais foram drasticamente reduzidos devido aos procedimentos do concurso. Há muitos anos que assim é embora este tenha sido o pior. O ministério não tem qualquer respeito pelo descanso dos professores. Descanso esse mais que merecido dadas as burocracias e as dificuldades inerentes à actividade cá a vez mais notórias.

    ResponderEliminar
  13. Colegas, alguém me sabe dizer se já há verbetes ou se podemos verificar se a nossa candidatura à Mob. Interna foi validado noutro sítio qualquer. É normal a nossa candidatura aparecer ainda como "submetida"? Obrigada

    ResponderEliminar


  14. Tanta conversa para se justificar que trabalham muito? todos sabemos que somos uma profissão que pouco faz, por isso a escolhemos e apesar das criticas ninguém a quer abandonar.

    ResponderEliminar
  15. ?????????????!!!!!! Isto é exasperante! Fui. Deve ser para os apanhados.... só pode....l

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...