terça-feira, 9 de setembro de 2014

E a notícia não é o atraso na publicação das listas...

...mas sim, uma eventual eliminação dos professores com horários-zero. Até pode ser verdade, mas era importante dar ênfase ao facto de não estarmos perante um panorama de normalidade, até porque a data limite para a aceitação da rescisão amigável apenas termina amanhã.


(Capa do Correio da Manhã de 09-09-2014)

14 comentários:

  1. Pode acabar com o meu se deferir o meu pedido de rescisão.

    ResponderEliminar
  2. Também pode acabar com o meu! Basta deferir o meu pedido de rescisão! Já é tempo!

    ResponderEliminar
  3. Crato não acabou nada com os horários zero, o que aconteceu foi que milhares de professores se reformaram e outros rescindiram, a não ser que Crato se queira intitular como o mentor das rescisões na função pública! Haja vergonha!!!

    ResponderEliminar
  4. E entretanto aguardo a saida das listas, ate para poder comprar os manuais para o filhote, pois nao se onde fico, se ´e que fico em algum sitio. Estou farta do desrespeito que dura ha mais de duas decadas. Brincam com os professores porque podem, porque lhes deixam...

    ResponderEliminar
  5. Porque permitimos!
    isto à paulada já tinha ido ao sítio!!! (Atenção, que não sou defensou de violência, mas há limites para tudo!!)

    20 anos a pagar cotas ao sindicato para depois ser atendido com 2 pedras na mão!!
    Sou persona non grata!!

    Haja decência!

    ResponderEliminar
  6. Os sindicatos têm o poder que os sindicalizados lhes dão. É uma questão de representatividade...

    Já há muito desisti do meu sindicato, precisamente por considerar que os meus direitos não estavam a ser defendidos como eu gostaria que fossem.

    Quero acreditar que quem permanece filiado é porque acredita. Em quê? Não sei, mas espero que alguém me diga.

    ResponderEliminar
  7. Por isso é que deixei de ser sindicalizada porque os sindicatos não servem para nada.

    ResponderEliminar
  8. Tem razão, Ricardo, tem razão....
    Mas uma pessoa deixa andar, sempre na expectativa de "um dia posso precisar do sindicato..." e chega esse dia e.... !!!

    ResponderEliminar
  9. Para joseeduardo@gmail.com: Foi quando considerei que o meu sindicato pouco ou nada fazia por mim, que iniciei o hábito de ler de forma regular a legislação e posteriormente abrir o blogue que antecedeu este.

    Fartei-me de esperar e de acreditar.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. "Fartei-me de esperar e de acreditar." - Pois..

    Em modo desespero desde dia 30 de agosto...

    Abraço também, Ricardo, e um bem-haja pelo seu blogue!

    ResponderEliminar
  11. Obrigado, José.

    Também me encontro nesse "modo" desde meados de agosto. Enfim... Presumo que no máximo estaremos a falar de horas e não de dias.

    ResponderEliminar
  12. O prazo de aceitação dos pedidos de rescisão que foram deferidos termina amanhã, creio eu...

    Eu, e muitos mais, pertencentes ao grupo dos que nada receberam até à data, queremos acreditar ainda sermos justamente contemplados com o deferimento... pois o que eu quero é mesmo RESCINDIR!

    Isto assim é um "morrer um pouco todos os dias"...

    Tantos planos... supostamente, no dia 1 do corrente mês, estava liberto disto tudo!!!
    Mas não! Querem à viva força arrastar-nos... até ao ponto em que, ao simples sinal sonoro do tlm, todo o nosso corpo treme...

    Foi um inferno para entrar e é um inferno para sair!

    Desculpem o desabafo.... mas isto é insuportável.

    ResponderEliminar
  13. Haveria mais uma vaga se dessem deferimento ao meu pedido de rescisão. O Sr. Ministro anda a brincar ao quero,posso e mando. Eu só quero a rescisão.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...