quinta-feira, 6 de março de 2014

Calendarização da negociação e linhas gerais da proposta do MEC relativo ao diploma concursal dos professores

De acordo com informações constantes no sítio virtual do SINDEP, após a primeira reunião entre sindicatos e MEC realizada ontem (5 de março) e onde foi entregue o documento com as propostas de alteração ao Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, seguem-se outras fases negociais: 


a) até 10 de março os sindicatos remetem ao MEC os seus pareceres; 

b) até 12 de março o MEC, face às contrapropostas dos sindicatos, remete 2ª versão;
c) 2ª reunião: 17 de março;
d) 3ª reunião: 19 de março.


Também ficamos a saber quais as linhas gerais constantes desta primeira versão de alteração:

- Revalorização dos QZP: o QZP será o quadro de entrada no concurso externo que passará a ser anual. 
- Abertura da possibilidade de os docentes de carreira poderem concorrer a outro grupo de recrutamento para o qual têm habilitação profissional quando opositores à mobilidade interna. 
- Estabelecimento de limites do número máximo de anos (5) ou renovações (4) para contratos a termo resolutivo sucessivos após os quais é aberta vaga no QZP onde se situa o último agrupamento ou escola não agrupada em que o docente lecciona. 
- É criada Bolsa de Contratação de Escola através de procedimentos de contratação de escola. Este processo decorre no mês de julho e a lista que constitui a referida bolsa valerá para a satisfação de necessidades temporárias no decurso do ano lectivo subsequente. 
- É estabelecido que em 2015 é aberto um concurso interno para os docentes já providos nos quadros com as condições especiais aplicáveis aos docentes que, em resultado do concurso externo extraordinário realizado em 2014, entrem nos quadros, nomeadamente a prioridade em que estes concorrem (4ª prioridade). 
- Os docentes contratados a termo resolutivo serão remunerados pelo índice 167 com efeitos a 1 de setembro de 2014.

4 comentários:

  1. Revalorização dos QZP!!!! Gosto desta novilíngua! Dá-me vontade de rir! São uns pândegos estes senhores!

    ResponderEliminar
  2. E,já agora, porque não se aproveita essa revalorização para se alterar a dimensão dos mesmos? É que a aberração negociada com os nossos sindicatos está a ter um impacto trágico na vida pessoal e familiar de muitos de nós. E ninguém quer saber! Triste, Muito!

    ResponderEliminar
  3. E para permitir que os atuais professores em QZP possam concorrer para mudar de zona pedagógica.
    É que é tudo muito lindo, mas custa-me engolir que eu ( e muitos) estejam num colocados num QZP a milhas de casa, porque de repente acabaram os concursos para mudança de zona pedagógica, assim sem mais nem ontem (como sempre), e abram vagas para profs contratados no QZP ao lado da nossa casa. Atenção, acho muito bem que entrem profs (muitos) em QZP, mas que dêem oportunidade a todos; uns de entrar, outros de mudar.

    ResponderEliminar
  4. Dona Maria Antonieta...o tempo do sangue azul já lá vai...os professores contratados tb têm as suas amarguras....e a senhora as suas...anos há q a senhora teve o q estes n tiveram e vice-versa...espere pela sua vez! Já é de quadro....ou então deixe de ser professora de quadro e volta a concorrer ;)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...