quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Não é de admirar!

Estatuto social dos professores em Portugal entre os mais baixos do mundo  

Comentário: Desde 2005 que a nossa classe profissional tem vindo a ser desacreditada pelos sucessivos governos... Temos sido um alvo preferencial das medidas "reformistas" e do neoliberalismo aplicado ao ensino. 

O que interessa a quem nos (des)governa é manter os meninos ocupados e não a qualidade daquilo que (eventualmente) consigam aprender. Reflexo disso são as turmas com um número excessivo (porém legal... a par de muito daquilo que aparentemente acontece nas contratações de escola) de alunos num espaço que não tem condições físicas para os conter. O professor esse, em última análise (e por aquilo que sei, acontece em algumas escolas) chega a ter de ceder a sua mesa e a sua cadeira para que nenhum aluno fique de pé.

Para além disso... e só mesmo se não puderem... somos frequentemente agredidos por alunos e encarregados de educação.

Como tal, alguém se admira com a redução a cinzas do nosso estatuto social?!

5 comentários:

  1. Quantos mais sindicatos o vosso amigo Nogueira vai contactar para conseguir o que ele não conseguiu? A declaração de que o aumento das 40h semanais para a função pública é inconstitucional?

    Para quem insiste que estas leis são inconstitucionais leiam a constituição (sim, eu já o fiz) e tirem as vossas próprias conclusões!!

    Mais uma vez partilho a minha opinião de que ou vocês se fazem representar bem por uma pessoa justa e de mente aberta(coisa que o vosso amigo Nogueira não tem) ou o vosso estatuto social vai mesmo por água abaixo. Atenção que disse estatuto social e não estatuto económico.

    Os professores neste momento são uma classe que só olha para o próprio umbigo. Claro que há excepções.

    E já que venho para aqui "reclamar" também tenho de ser justa e partilhar convosco a conversa que tive há umas semanas com uma amiga professora.

    Quando em conversa perguntei à A.M.:
    - Como vais fazer com a tua filha de 2 anos se ficares colocada longe do teu marido, uma vez que concorreste a nível nacional?
    obtive a resposta:
    - Teresa, logo vamos arranjar a melhor solução. Eu quando estava a estudar para professora já sabia das colocações longe de casa, etc. Claro que não é fácil, mas não faz sentido nenhum queixar-me uma vez que foi esta a escolha profissional que fiz!! Tu própria quando o M. ainda esteve a trabalhar longe d ecasa 2 anos, depois do teu filho nascer, em que o vias só ao fim-de-semana tb comentavas que não era fácil, mas que o importante é que estavam a levar a vida para a frente. A minha situação é a mesma!

    Dou a mão à palmatória, os muito poucos professores dignos desse nome que conheço também vão ver o seu estatuto social baixar drasticamente, devido à grande maioria de vocês. E sim, isto também não é justo

    ResponderEliminar


  2. Pois sim!!!

    Professores com reformas e vencimentos acima de 2800 euros, tenham dignidade e digam a verdade.

    Claro que agora os mais novos nunca vão lá chegar, mal feito fora manter esses vencimentos

    Por isso todos queriam ser professores ( a mama acabou )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porém nem todos tem ou tiveram capacidade para o serem... Quem a ensinou a escrever? Será que é mais uma que já nasceu ensinada? O respeito de facto não se aprende... Que pena!

      Eliminar
  3. Não entendo tanto azedume num Blog de uma pessoa, que apesar de não conheçer pessoalmente, me parece um exelente ser humano; ainda por cima dá aqui dicas úteis. Só queria dar um grande abraço ao autor do Blog.

    Daniel.

    ResponderEliminar
  4. Marília, devo esclarecer o seguinte: eu, como muitos outros colegas licenciados no RAMO EDUCACIONAL, pela Fac. de Letras da Univ. do Porto, seguimos apenas e somente a profissão para que nos sentíamos vocacionados!!!
    Hoje, com 10 anos de serviço, sinto-me frequentemente enxovalhada e tratada como pária!!!!
    Gostaria de ter sido professora, pq ía atrás da mama e não pq tinha vocação para a docência, e não conseguiu!!!??? Foi!!!??!?

    Acha que tenho culpa que tenha havido desgoverno na educação? Se não sabe a realidade, eu explico-lhe: os que andaram a mamar a torto e a direito estão todos nos quadros e perto da reforma, mas, como diz o sr. Ministro, não podem fazer prova de ingresso!!!!! Tb lhe posso dizer que os diretores das escolas não são propriamente pessoas novas, acabadas de chegar ao ensino.....

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...