terça-feira, 23 de julho de 2013

Mais uma palhaçada

Prova para contratados obrigatória a partir de 2014  

Comentário: Esta novidade é mesmo para "arrebentar" com os colegas contratados. Principalmente nesta altura, em que têm sido cilindrados com tanta má notícia...

Leiam este parágrafo:

"Os professores com dez ou mais anos de serviço e que tenham uma nota inferior a 14 valores na prova "podem repeti-la uma única vez na edição seguinte" e "sem prejuízo da admissão" no concurso que se segue à data de realização da primeira prova. No caso dos professores com menos de dez anos de serviço e que não fiquem aptos para dar aulas, só poderão realizar a prova no ano seguinte".


36 comentários:

  1. Como estará a sanidade mental de quem governa este país??? a prova não deveria ser para eles?
    Haja respeito por TODOS os professores. Basta!

    ResponderEliminar
  2. Fui professora durante 11 anos ,com contratos de 1 de setembro a 31 de agosto e só agora é que faço a prova? e o que fazer aos professores que estão em QA/QZP e deixam tanto a desejar... e os colegas que têm o mesmo tempo de serviço,só porque estão no quadro são melhores?
    O grave, é que haverá muita gente a esfregar as mãos "QUEREMOS A PROVA... e os ditos professores de carreira a sorrirem, porque não é nada com eles!
    Isto vai de mal a pior!!

    ResponderEliminar
  3. A existir prova que seja para todos, contratados e efetivos. Até porque tenho muitos mais anos de serviço do que alguns efetivos! E claro, os políticos não devem ficar isentos, devem dar o exemplo e serem eles a realizar primeiro a prova.

    ResponderEliminar
  4. Não se trata só de uma prova para os professores. É o atestado de incompetência das instituições de ensino superior.Agora em vez de tese final para acabar o curso, faz-se a prova do MEC para obter o canudo.Pena que os professores do superior não façam também esta prova...bem precisavam.

    ResponderEliminar
  5. Obviamente que isto é ridículo, com esta gente (políticos) Portugal não anda para a frente!

    ResponderEliminar
  6. Colegas eu sou QZP e não acho nada bem esta prova... Cuidado com o que escrevem... Em vez de andarmos sempre de costas voltadas devíamos ser mais unidos!
    Sílvia

    ResponderEliminar
  7. Sempre a espingardar em todas as direçoes...para que ninguém se fique a rir!!! Que classe tão unida!!!

    ResponderEliminar
  8. Assim não vamos lá...Continuam posturas do género "os de Quadro de Agrupamento e os de QZP que façam também a prova, que sabem menos do que os contratados"...
    E gente que pensa assim acha-se com ética e formação moral para ensinar, formar e educar? Lamentável.

    ResponderEliminar
  9. O pessoal que vem das Escolas Superiores de Educação deve estar de mãos na cabeça, simplesmente porque não sabe NADA!
    Uma proposta de 2007 que só agora é implementada? Por que razão? Vamos ver se aparece nas escolas gente que não dá erros de ortografia e sabe colocar vírgulas: pelo menos nas escolas do 1º ciclo do ensino básico! Pobres alunos!

    ResponderEliminar
  10. Todos os comentários são legítimos,contudo não se sintam melindrados com tal distinção, pois não entremos em demagogias, professores efectivos, QE, QZP, contratados, é assim mesmo. Quando chegamos às escolas vemos as pessoas a pedirem avaliação para subir de escalão efectivamente para ganhar uns trocos, o contratado para ter uns pontos para simplesmente poder trabalhar. Quanto a competências, não se iludam existem bons e maus profissionais em toda a parte, mas na docência, pouca paixão e arte. Se queriam um exame de admissão à docência que criassem uma ordem profissional, agora profissionalização em serviço?!, bolonhas, etc... Estagiamos 1 ano depois de 4 anos na faculdade, avaliados com orientadores internos e externos e exigência ao máximo. Não procurem ocultar o que se passa no ensino, desorientação total, o contratado paga sempre...

    ResponderEliminar
  11. Sempre foi, ainda o é e sempre será! Dividir para reinar! básico. bomba no parlamento já!

    ResponderEliminar
  12. Ainda se lembram do pessoal que metia artigo para ir de férias em Outubro?!
    Do pessoal que não tinha habilitações para a docência, mas o 25 de Abril possibilitou-lhes a entrada no ensino. Advogados, engenheiros, de tudo um pouco, lá foram parar e falam nas escolas superiores... falem dos ordenados que o estado paga aos professores que trabalham 14 horas lectivas e o contratado sujeita-se a tudo.
    Onde está a justiça?

    ResponderEliminar
  13. anónimo "falem dos ordenados que o estado paga aos professores que trabalham 14 horas lectivas e o contratado sujeita-se a tudo.
    Onde está a justiça?"
    Sujeitas-te a tudo porquê?
    olha que quem muito se abaixo o ...
    não apanhes o sabonete pois senão vão-te ao ...
    Porque queres continuar nesta profissão que só tem gente má? Porque queres ser do quadro?
    tenham juízo, não façam figuras mais tristes.

    ResponderEliminar
  14. A prova é inevitável. A seleção será feita via prova e claro que é uma medida para valorizar a profissão.

    ResponderEliminar
  15. Não compreendo como é que esta prova pode valorizar a profissão, para lecionar é preciso ter alma e prazer no que se faz. Provas já todos demos ao tirar um curso superior que nos permite dar aulas e muitos de nós há muitos anos, com sucessivos contratos. Agora, podemos dizer que esta é uma forma de o MEC nos descartar a todos sem ressentimentos. Ou seja, não tens 14,és incompetente, mau professor, vais para a rua. Agora eu garanto que é uma injustiça, porque existem muitos professores dos quadros que já deixaram de trabalhar e de evoluir há muito tempo e estão protegidos. Deveria haver uma reciclagem de todos os docentes contratados e efetivos. Para haver esta prova deveria ser para todos e não apenas para os contratados. Não compreendo a discriminação. Este governo de facto tem criado muitas injustiças e muitas divisões. Eu não concordo com este tipo de provas que não provam nada, apenas são limitativas e realizadas por uma cambada de incompetentes, tal como as provas nacionais que não querem aferir nada, apenas colocar em causa o trabalho dos professores ao longo de todo o ano letivo. Este MEC só vai buscar o que os outros governos não aplicaram por ser desajustado e discriminatório. Pretende, acima de tudo, livrar-se dos professores os seus maiores inimigos, aqueles que lhe dão trabalho e que deveriam ser respeitados pelo papel que desempenham na sociedade portuguesa.

    ResponderEliminar
  16. Não me parece que a prova seja para todos, o artigo 20 do antigo decreto lei não foi alterado. Assim, pelo que entendo, mantêm-se as condições, ou seja, quem tem 5 anos completos de serviço e tenha prestado serviço em um dos dois últimos, com classificação de Bom, está dispensado.... Será mesmo?

    ResponderEliminar
  17. Não sou professor mas acho que a realizar esta prova (que desde já me parece absurda, já que em outras profissoes isso não acontece, temos o exemplo dos médicos) deveria ser para todos e não apenas para os contratados. Acredito que seria uma bela forma que reformar toda a classe de professores e garantir que os mais antigos (neste caso até são os do quadro) teriam que se manter actualizados. confesso que estou curioso para ver como o sindicato vai se comportar perante tal situação. Confesso que tenho visto uma atitude muito pouco proactiva do sindicato no que toca às questões e defesa de interesse dos professores contratados. Sindicato toca a fazer alguma coisa...está na hora de acordarem!!!

    ResponderEliminar
  18. Pessoal, aqui vai o meu contributo para haver um pouco mais paz de alma (repito o que outro utilizador já refriu aqui).
    O artigo 20 do decreto de lei nº27/2009, 6 de outubro não foi revogado, e ele preve a dispensa na realização da prova.

    ResponderEliminar
  19. Nao sejam violados. Se deixarem ja nao é violaçao. Nao deixem... Isto é uma ofensa, sinto-me ofendidi por este senhor Nuno Crato. Ofendido ja estou, violares-me é que nao violas... e os sindicatos? vao vender os contratados em troca da mobilidade? Digam nao à prova. Afinal de contas os contratados nao terao contrato. Fazer a prova ou nao? Ninguem faz... Nós, contratados e abandonados, nao fazemos prova. "e mais nada!"

    ResponderEliminar
  20. precisamente! a sensação que tenho é precisavamente que os sindicatos estão mto pouco preocupados com os contratatos...carissimos façam qq coisa!!! isto não pode continuar assim...

    ResponderEliminar
  21. sou contratada e este ano nao obtive colocaçao. eu tb me recuso a fazer a prova.

    ResponderEliminar
  22. sim, como contratada sem colocaçao nao descontou a quota para o sindicato. o sindicato nao a defenderá.

    ResponderEliminar
  23. Não percebo a revolta dos colegas contra quem é do quadro. Sou do quadro e este ano fui avaliada com aulas assistidas e todo o trabalho e esforço que estas implicam.À custa de muito sacrificio pessoal e noites em branco. Cheguei ao quadro depois de passar anos a 400Kms de casa e da familia.Os professores devem manter-se unidos, ao contrário do que uma comentadors anónima disse, na minha escola não há nenhum professor do quadro a assistir a mais esta injustiça com um sorriso nos lábios.

    ResponderEliminar
  24. Mas esta prova é para ter acesso ao concurso anual que visa suprir as necessidades transitorias, ou para entrar nos quadros? (Inexistente, diga-se de passagem)

    ResponderEliminar
  25. Esta prova vai existir, nós vamos fazê-la e ainda vamos andar todos a ver quem lixa mais o outro, para se safar. Vejam lá se entendem isto de uma vez por todas, porque ja aborrece tanto comentário parvo.
    A NOSSA CLASSE NÃO CONHECE O SIGNIFICADO DA PALAVRA UNIÃO. SIMPLESMENTE NÃO SABE. PONTO FINAL.

    ResponderEliminar
  26. ColSou contratada do grupo 500 há 18 anos, com A.D. anual de Muito Bom, faço parte da bolsa de professores classificadores, por isso tenho a formação (obrigatória)de professores corretores anual ao longo destes 4 anos, cuja avaliação atribuida pelo ministério da educação, ou seja, pelas entidades competentes (que irão avaliar as provas de ingresso na carreira), de Excelente.Enquanto eu, neste momento estou a corrigir exames nacionais 2ª fase recebo a informação que toda esta avaliação/formação não chega para provar as minhas competências e capacidades profissionais, portanto mais uma prova para terem a certeza que estou apta a ser professora e a avaliação dessa prova será atribuída, mais uma vez, pela mesma entidade que durante 3 anos (+ 1 que será o próximo) me avaliou com Excelente…Posso então concluir que estamos numa terra de loucos…A maior competência de um cientista é a Paciência…

    ResponderEliminar
  27. Sindicatos e Representantes, Professores do Quadro e Quadro de Zona:

    E agora onde vão estar para defender os nossos direitos?

    Nós contratados servimos os Vossos interesses e lutamos para defender o Vosso lugar.
    Agora querem “avaliar” os Nossos conhecimentos!!! Avaliar o que já está avaliado???
    Lembrem-se que tudo começa com os contratados e depois...

    AGORA a LUTA CONTINUA por TODOS OS PROFESSORES!!

    ResponderEliminar
  28. Os governos começam a cair quando se metem com os professores. Continuem e verão...

    ResponderEliminar
  29. Se todos os contratados se recusarem a realizar a prova, como farão? O que há a perder?!

    ResponderEliminar
  30. faço a prova e fico no despemprego, nao faço a prova fico no desemprego... hummmm pró caralh nuno crato

    ResponderEliminar
  31. O que os sindicatos não têm coragem de argumentar é que esta prova não faz sentido nenhum porque, se o objetivo do MEC é selecionar os melhores, ela deveria ser aplicada a TODOS os professores, pois, efetivamente, não existe nenhuma diferença entre um professor contratado e um professor do quadro.

    A verdade é que este ministro desde que tomou posse, espetou a faca nos contratados e, não ficando contente, tem estado a torce-la permanentemente. e só ficará descansado quando já não existir nenhum. Os sindicatos a ver serenamente.

    ResponderEliminar
  32. Boas!

    Esta prova é obviamente uma autêntica PALHAÇADA! No entanto não estou minimamente preocupado com isso uma vez k conheço todos os conteúdos que lecciono até ao 12º ano (do meu grupo - matemática). Acontece que conheço muitos colegas que sabem tanta ou mais matemática que eu mas se não estudarem são bem capazes de chumbar nesta prova talvez pk leccionam sempre os mesmos anos e por isso, acrescido de um bocadito de desleixo.. Como gosto de ver o lado positivo das coisas... Dentro da palermice que esta prova representa vai ser bom para alguns colegas pq vou ter k rever os conteúdos com muita calma e reaprender alguns conceitos. Sim pq, no caso da matemática, há muitos profs que estejam longe de saber, na integra, os conteúdos do 12º Ano.

    Abraço
    Pedro_Norte (chat)

    ResponderEliminar
  33. O rio está poluído pela nascente. Resolva-se o problema na foz, pois claro, diz o senhor Crato.

    ResponderEliminar
  34. God!!!! é o k dá escrever depressa... o meu comentário anterior cheio de erros..looool sorry
    Pedro_Norte (chat)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...