segunda-feira, 15 de abril de 2013

Um psicólogo para cada dois mil alunos...

(Diário de Notícias, 13-04-2013)

4 comentários:

  1. Talvez isto se passe só comigo, mas... ao longo dos anos, tenho estado em escolas com psicólogo e sem psicólogo e, para dizer a verdade, a diferença é mínima ou nenhuma!

    ResponderEliminar
  2. Pois a minha namorada é psicóloga e tem estado a exercer nas escolas e trabalho não lhe falta. Emprego é que só tem de vez em quando.

    ResponderEliminar
  3. é pena, o anónimo, considerar que a presença ou ausência de um/a psicóloga/ é pouca ou nenhuma... eu tenho tido experiências enriquecedoras... tanto a nível pessoal como profissional. Tem sido uma mais valia em contexto escolar: na forma como dinamizada atividades de promoção para a saúde, promoção cognitiva, ... na forma como ajudam e orientam os/as alunos/as a definir o seu projeto escolar e vocacional... e também na forma como nos ajudam a contribuir para o sucesso académico dos/as alunos/as.... Há falta de equipas multidisciplinares

    ResponderEliminar
  4. Provavelmente o anónimo desconhece por completo o trabalho do psicólogo na escola. É estranho que trabalhe em escolas e nunca tenha solicitado a intervenção do psicólogo com algum dos seus alunos. Sou psicóloga e trabalho em escolas à 8 anos e trabalho não me falta, bem como, elogios ao meu trabalho.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...