terça-feira, 19 de junho de 2012

Para quando a mobilidade interna?

Muitos são aqueles que questionam para quando o concurso por mobilidade interna. Poucos saberão dar uma resposta que não seja a da previsão dada pelo MEC e que referia junho. Pois bem, em junho já estamos nós... Já ultrapassámos a primeira metade.

Ainda terá de ser publicado um novo decreto-lei relativo ao recrutamento de docentes, assim como um novo aviso de abertura. Parece-me também que alguns tópicos terão de ser esclarecidos, uma vez que não encontram resposta do documento acordado com os sindicatos.

Por exemplo, quais as condições de manutenção e colocação nas escolas/agrupamentos dos professores ex-DAR (Destacamento por Aproximação à Residência)? Até aqui a colocação destes colegas (atual 2.º prioridade do concurso por mobilidade interna) só poderia ocorrer "em horários nunca inferiores à correspondente componente letiva dos docentes" (basicamente, horário "completo", o qual irá variar de acordo com as eventuais reduções). No documento aprovado, nada disto é referido, pelo que a não ser esclarecido, poderá implicar que um professor que queira concorrer a mobilidade interna pela 2.ª prioridade (ex-DAR) o possa fazer a qualquer horário.

Julgo que ainda não terminámos com as más notícias... Basta pensarem nas implicações que determinados esclarecimentos poderão ter em termos de "baralho" concursal (e das renovações de colocação dos colegas contratados). Existem outros exemplos, mas não os vou colocar, para não "dar ideias" nem provocar uma maior desmotivação em certos colegas.

Se quiserem saber um pouco mais acerca do concurso de mobilidade interna, leiam os 3 posts cujos links coloco abaixo:

7 comentários:

  1. Só depois de saírem os resultados do DCE. Como o ME disse que sairiam durante o mês de junho, faltam 11 dias para o fim do prazo.

    ResponderEliminar
  2. Uma questão, que alguns não compreenderão, quero MUITO concorrer ao concurso de mobilidade interna mas a minha residência fica a 5 minutos a pé da escola. Será que vou poder fazê-lo?

    ResponderEliminar
  3. Mobilidade interna:
    Obrigatória para DACL.
    Sendo do QA só pode concorrer à mobilidade interna para uma escola fora do concelho onde está colocada. Penso eu e corrigem-me se eu estiver enganado.
    nuno

    ResponderEliminar
  4. Mobilidade interna... Pois muito bem! Aguardar para ver, pois este País em matéria de prazos estimados apresenta demasiadas falhas! A ver vamos se até ao final do mês (e faltam pouco mais de 10 dias, aliás apenas 8 dias úteis) se esse regulamento será publicado e satisfará as expectativas da maioria dos que foram prejudicados, nomeadamente pela "brincadeira de crianças" que foi o concurso para professores-titulares. Conheço muito bem a situação de uma docente que, preenchendo à época as condições para professora-titular (discordando embora desse concurso e da criação desse título), se viu compelida a concorrer na Escola onde se encontrava colocada esporàdicamente (pensava ela) para não ser prejudicada. A verdade é que essa Escola ficava a mais de 50 kms da sua residência e sendo nomeada titular por ali ficou até hoje, todos estes anos, embora o cargo de titular tenha sido posteriormente extinto. Entretanto Colegas muito mais novos (que não puderam concorrer a titulares) ficaram na localidade onde ela gostaria de ter sido colocada por ser a do seu domicílio! Entretanto até hoje, como se sabe, não houve mais concursos a regularizar este tipo de situações (e outras similares) e a referida docente, hoje já muito próxima da idade dos 60 anos e depois de ter já estado alguns anos próxima da sua residência continua, por todas estas contingências e outras tantas, afastada da residência, tendo-se visto até hoje (como outros Colegas) impedida de se ver ressarcida do que considera ser uma aberração e mais uma das inúmeras injustiças que impunemente se cometem um pouco por todo este País, tendo que se deslocar todos os dias cerca de 110 kms :(

    ResponderEliminar
  5. Em 2009/2010 entrei em Quadro de Escola (Escola A) tendo conseguido DAR (Escola B). Em 2011/2012 fui colocado em Dacl pela Escola B e posteriormente colocado numa escola do Concelho(Escola C). Em 2012/2013 não existe horário na Escola B mas existirá nas escolas A e C e enventualmente outras cerca de 12-14 horas. Uma vez colocado em Dacl regresso obrigatóriamente à escola de provimento (Escola A)? Poderei concorrer novamente a DAR com horários de 12-14 horas? Existindo colegas em DAR com horário no próximo ano ficarão na escola mesmo que outros com maior graduação para lá concorram? Obrigado

    ResponderEliminar
  6. Olá a todos,

    Gostaria que alguem me esclarecesse uma duvida, durante o ano letivo fiquei num agrupamento, ao abrigo da circular que invocava, "que desde que no minimo houvesse pelo menos uma turma"..., poderia ficar a lecionar. Durante o ano letivo lecionei 2º.ciclo e para completar o horário deram-me AECS, uma vez que somos agrupamento. Este ano a lei mudou e agora tem de haver no minimo 6 horas, que serão 2 turmas. Gostava de expor a questão, as turmas que lecionei nas AECS, uma vez que pertecem ao agrupamento, poderão estar incluidas no minimo das 6horas, ou só poderão contar as do 2ºciclo?

    ana

    ResponderEliminar
  7. Estou na mesma situação do VMFT com a diferença que na "escola C" estou num horário de 16 horas. Também continua disponível este horário, bem como o horário da "escola A".

    VMFT, sei que a nossa escola de provimento é a "escola B" até findar o plurianual. Mas para além das tuas perguntas, ainda pergunto se é possível ficar na mesma escola onde estou em DACL? O que preciso de fazer?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...