terça-feira, 27 de março de 2012

Revisão curricular - Primeira análise (II)


Se aqui fiz uma análise sobre a variação da carga horária dos alunos, agora vou fazer uma análise e termos de carga horária dos professores.


No 2º ciclo, utilizando os dados fornecidos pelos colegas do Ad duo, com o fim do desdobramento de Ciências da Natureza (pelo que sei é pouco utilizado) e dos pares pedagógicos de EVT e o fim de EA (que também tinha par pedagógico)  serão menos 9 a 11 tempos no 5º e 9 a 11 tempos no 6º ano. Um total de 18 a 22 tempos!!!

No 3º ciclo, em que a Oferta de escola/TIC será semestral e com TIC no 9º ano apenas no próximo ano, o resultado será o seguinte:




No secundário, e não sabendo se haverá desdobramentos nas opções do 12º ano, o resultado será:




Nota: Cliquem nas imagens para ampliar.

8 comentários:

  1. Pelo que vi a Educação Tecnológica desapareceu no 3.º ciclo!! Como é que aparece no quadro "desdobramento ET/OE/TIC??!!

    ResponderEliminar
  2. A ET fará parte das possíveis ofertas de escola. E como existe actualmente, resolvi colocar nessa parte da tablea para melhor compreensão das alterações.

    ResponderEliminar
  3. não deveria constar tambem a redução de um tempo em EV do 9º ano?
    Hugo

    ResponderEliminar
  4. Hugo
    Essa redução já está incluída na 1ª linha, assim como todas as restantes alterações que se vão manifestar no horário semanal dos alunos.
    As restantes linhas correspondem a tempos que não aparecem no horário dos alunos mas que se reflectem nos horários dos professores. É o caso da redução da DT e dos desdobramentos

    ResponderEliminar
  5. Sou professor há mais de um quarto de século. Passei pelos Trabalhos Oficinais, continuei quando Educação Tecnológica era disciplina de opção com par pedagógico, fui colocado no 530 - Educação Tecnológica e agora QUAL É O MEU FUTURO COMO PROFESSOR COMO CIDADÃO COM 52 ANOS DE IDADE? quem me reponde?:-(
    Caros colegas do 530, não podemos que façam de nós os deserdados da Educação. Temos de lutar.
    EXIGIR QUE DA NOVA MATRIZ CURRICULAR DO 3º CICLO DESAPAREÇA "OFERTA DE ESCOLA" E EM SEU LUGAR EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA.
    Temos de LUTAR, MANFESTAR fazer ver que somos professores e não admitimos que nos impeçam de o ser.
    Temos de obrigar o poder político a dar uma solução e não descartar essa função para os Escolas com o sofisma do aumento da autonomia das Escolas.

    ResponderEliminar
  6. Boas!
    Sou professor de Educação Tecnológica, e estou espantado (e triste/preocupado) com esta revisão curricular.
    Quais são as razões para o desaparecimento da disciplina no 3.º ciclo?
    Penso que é um retrocesso educativo, pois os alunos passam a não ter qualquer componente técnica no 3.º ciclo, que lhes serve de estímulo para continuarem os seus estudos nas vias de ensino técnicas/profissionais.
    Esta situação só poderá ser contornada, se houver orientações do MEC para que a oferta de escola seja de teor técnico/prático, preferencialmente de Educação Tecnológica.
    Também não entendo qual é a razão para a Educação Visual passar a ser obrigatória no 9.º ano. Será o lobby das artes a funcionar?
    Na minha humilde opinião, penso que o que se deveria ter feito no 3.º ciclo, seria criar duas áreas obrigatórias nos 3 anos, que seriam:
    Área Artística (Educação Visual + oferta de escola – artística)
    Área Técnica (Educação Tecnológica + TIC)
    Estas duas áreas teriam 90 min cada, e funcionariam em regime de turnos/semestral/semanal.
    Deste modo, todos os alunos teriam experiências nas áreas técnicas e artisticas, o que seria uma mais valia para a sua formação de base.
    Para finalizar, penso que esta reforma só aposta em teorias, e de teóricos que não sabem trocar uma lâmpada ou pregar um prego, estamos cheios!
    Só com teorias, o país não sai deste impasse!
    Precisamos de gente que saiba fazer!
    Dário Baptista

    ResponderEliminar
  7. MUITO IMPORTANTE - PARA TODOS OS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
    Contactei hoje (ao final da tarde) a Associação Nacional de Professores de Educação Tecnológica (ANAPET) e falei com a direção, prof. Adérito Gomes, e ele disse-me que esteve reunido (hoje à tarde) com o secretário de estado da educação, e que tem garantias que o MEC não esqueceu a disciplina e que demonstrou abertura para dar instruções às escolas para que no próximo ano letivo, as ofertas de escola sejam preferencialmente nas áreas técnicas e lecionadas por professores de ET.
    Ele disse-me também que o secretário de estado o convidou para fazer parte de um grupo de trabalho, que irá elaborar as diretrizes para as escolas atribuírem os docentes na disciplina de oferta de escola, consoante a sua área de formação.
    Temos que nos mexer, senão a disciplina cai no esquecimento, e a curto prazo acaba definitivamente!
    Os colegas de EVT mexeram-se (e bem), e conseguiram alguma coisa!
    Os colegas de TIC mexeram-se (e bem), e a disciplina aparece obrigatória no 7.º e 8.º ano!
    Para finalizar, ele pediu-me para divulgar a associação pelos colegas de ET, e para todos os colegas de ET lhe enviarem e-mails (ou o contactarem) com sugestões/propostas/reivindicações.
    Aqui ficam os contactos:

    http://aanapet.blogspot.pt/

    E-mail: direcao.anapet@gmail.com

    Tlm - 919480467 (prof. Adérito Sá Gomes - direção da ANAPET)

    Temos que nos unir, pois a união faz a força!
    Cumprimentos.
    Dário Baptista

    ResponderEliminar
  8. Vamos lá recentare o debate:
    No quadros das escolas há um grupo de EV e um de ET.
    Os de EVT vão para onde? Para as Escolas primárias?
    Neste momento é o que interessa debater!
    Porque para leccionar EV estão lá o professores deste grupo e para leccionar ET estão lá os do 530.
    Quem explica este assunto?
    C.E.-530, AESMG

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...