segunda-feira, 13 de junho de 2011

Avaliações "malandras"...


Comentário: Obrigados, obrigados até nem seremos... Mas todos os professores sabem como se processam as avaliações dos alunos desde 2005. Pressão implícita, frequentemente exercida por colegas do conselho de turma e que redunda em avaliações estatisticamente direccionadas para o sucesso. E já nem escrevo acerca das avaliações dos cursos das "Novas Oportunidades" para não descambar completamente. Para lerem este artigo na íntegra, o melhor mesmo é clicarem na fonte - o blogue da Anabela Magalhães.

3 comentários:

  1. Para mim isto dava uma reviravolta: a avaliação dos alunos tem que se tornar mais exigente - Não sabe, não passa! Fica retido mais um ano. Assim, como está actualmente, esta geração de jovens está habituada a não fazer nada e ter resultados suficientes para seguirem caminho. Estamos a formar jovens preguiçosos, que não sabem o que é ser punido por não se esforçar. Não sabem o que é ter que provar que se sabe. Corremos o risco de ter alunos que terminam o secundário sem saber ler ou escrever....

    ResponderEliminar
  2. Realmente, estamos a exigir cada vez menos dos alunos... Concordo: Não sabe, não passa.

    ResponderEliminar
  3. Tal como comentei à Anabela, ainda no ano passado desabafei precisamente sobre isto onde refiro que a grande maioria dos alunos que passa de ano com duas ou três negativas, na realidade correspondem a alunos que não atingiram as competências essenciais em 4, 5 e até 6 disciplinas. Muitas vezes o problema também é o medo dos colegas em justificar o perfeitamente justificável.

    Se tiveres paciência, está aqui o link:

    http://andarilho23m.blogspot.com/2010/06/o-nosso-sistema-de-avaliacao-dos-alunos.html#links

    Abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...