terça-feira, 29 de junho de 2010

Minuta de reclamação (ponderação da avaliação na graduação).

No sítio da FENPROF a 29/06/2010: "Lembra-se que a aplicação para denúncia implica que o candidato deva identificar colegas do respectivo grupo de recrutamento que tenham sido beneficiados e que o tenham ultrapassado por esse motivo, o que é fácil fazer, pois à frente do nome desses candidatos vem um asterisco. Aliás, a identificação de candidatos(s) é condição para o campo de texto livre abrir.

Assim, é só identificar alguém (de preferência vários candidatos) que esteja(m) à frente do reclamante, mas com menos de um valor de diferença. É que o asterisco só diz que o candidato teve bonificação, mas não esclarece se foi de 1 ou 2 valores, ou seja, por efeito de Muito Bom ou Excelente.

MINUTA

O Reclamante opositor ao concurso aberto pelo Aviso nº 7173/2010 (DR 9/4/2010) denuncia a ilegal graduação dos candidatos causada pela consideração dos pontos 4.5.1 e 4.5.2 do formulário/candidatura. Não tendo o ME cumprido a avaliação para todos os docentes em igualdade, a consideração desses campos resulta na violação do conteúdo dos artigos 13º e 47º da CRP. Termos em que deve anular-se a graduação colocada em crise e eliminarem-se os campos 4.5.1 e 4.5.2 da candidatura, repondo a legalidade."

Ver Artigo Completo (FENPROF)

------------------------
Comentário: Conforme consta no sítio da FENPROF, não se esqueçam que a aplicação de reclamação apenas permite um texto com um máximo de 500 caracteres. Não basta escrever neste e em outros blogues que a ponderação da avaliação na graduação é injusta, há que actuar em conformidade. E essa actuação inicia agora com a reclamação no local e aplicação certa, ou seja, "Reclamação Electrónica - Contratação e DCE" (DGRHE).

Nota: O último dia para efectuarem a reclamação electrónica - contratação e DCE - é amanhã (30 de Junho), no entanto, creio que não é necessário muito mais que 30 minutos para o fazerem.
------------------------

16 comentários:

  1. Bom dia Ricardo!
    Sou contratada, já fiz uma reclamação através da aplicação electrónica por causa da avaliação de desempenho e das ultrapassagens verificadas, denunciando as pessoas que foram bonificadas e que me passaram à frente (a conselho do sindicato. Isto no dia 28. Depois de submeter apareceu-me a informação de que a minha candidatura se encontra por validar (qd já estava validada no verbete). A minha questão é quem é que ma vai validar: a escola? Já liguei para a escola e o director (excelente pessoa, por sinal) não me soube responder. Alguém sabe? Já tinha aqui colocado esta questão mas num post que nada tinha a ver com isto.
    Obrigada.
    Ana

    ResponderEliminar
  2. Agora é só a DGRHE que valida!

    ResponderEliminar
  3. Independentemente de tudo o que se passa com a avaliação e afins, assim como da minha opinião sobre a mesma, a minha opinião é que neste caso mais uma vez o Sindicato liga aos seus interesses próprios em vez dos interesses da Educação, professores e alunos.
    Estamos praticamente em Julho. O consurso está bastante atrasado. Com isto poderão ou não atrasar mais um pouco. Se por algum motivo o ME arranjar forma de acabar com o concurso e aí sim haver "ultrapassagens" delirantes depois vêm novamente queixar-se. Eu sinceramente não compreendo! Devem e devemos lutar pelos nossos interesses mas por vezes esta defesa não é feita no local certo, nem na hora certa. E depois tenta-se remediar o mal.

    Sei que me vão crucificar aqui pelo que escrevi mas é a minha opinião.

    Mais, vejam uns vídeos (se aindaestão disponíveis) no site da FENPROF com o Mário Nogueira e a sua referência aos concursos. Segundo ele estes e os possíveis do próximo ano serão os últimos a serem realizados.... Pelos vistos querem dar mesmo motivos para que sejam retirados pois as Ofertas de Escola (que tanta polémica causou) já é neste momento um dado adquirido.

    ResponderEliminar
  4. Têm o direito de reclamar se pensam que a avaliação na graduação é injusta.Ninguém está realmente a denunciar nenhum colega, apenas a denunciar esta situação de injustiça..
    Se têm a candidatura válida, a reclamação nada interfere com esta.

    ResponderEliminar
  5. Manifestação de preferências pelos contratados? Para quando?

    ResponderEliminar
  6. Eu, por acaso, tenho um exemplo em concreto! O MEU!!! :)Há mais 63 pessoas à minha frente do que o esperado!!! Comparei dados e, reparem nas observações: no ano lectivo uma pessoa com uma graduação de 20.332 foi colocada com um horário completo (Consultei as listas de colocação :). E agora a sua graduação é 23.332. Não é extraordinário!!! Mas o mais surpreendente é que tenho mais 29 exemplos como este!!!

    ResponderEliminar
  7. Não resisti:

    http://arlindovsky.wordpress.com/2010/06/30/a-fenprof-ainda-anda-a-procura-do-segredo-de-estado/

    ResponderEliminar
  8. Marta essa pessoa pode ter tido excelente, e aí são 2 valores a mais, com mais um de seriço, são 3...

    ResponderEliminar
  9. Olá Ricardo, desculpa as questões q te vou colocar, não têm a ver com o teu post, mas já estou a desesperar e pode ser q tu ou alguém me ajude....
    Sou contratada e fui colocada através de bolsa de recrutamento, regendo-se o meu contrato pelo RCTFP (59/2008).
    Estive de licença de maternidade de Outubro a Março, não tendo recebido, em Novembro, subsídio de férias referente aos meses de licença. Agora só recebi subsídio de férias de Abril a Agosto, porque o agrupamento diz que não tenho direito ao subsídio.... Diz que a segurança social paga diluído na prestação.... já falei com colegas de outros agrupamentos, falei inclusivé com a secretaria do agrupamento do ano passado, e pagam sempre o subsídio na totalidade em caso de licença parental. Na minha secretaria dizem que todos estão a pagar, mas todos estão a fazer mal. Duvido, mas....
    Alguém me indica legislação onde possa ver?
    Tenho aqui o dec lei 91/2009 da parentalidade, o 59/2008 dos contratos, mas ñ vejo nada a esse respeito.

    BEIJOCAS.
    SÓNIA b.

    ResponderEliminar
  10. Eu sei Sónia! Mas obrigada pela observação. É questão é mesmo essa! Em apenas 1 ano lectivo uma pessoa pode subir a sua graduação em mais 2 pontos!!! Para além dos que tiveram muito bom e, portanto, mais um ponto! Não te parece que já é uma "luta" conseguir um horário completo?! Para mim já lá vão 10 anos!

    ResponderEliminar
  11. Reclamação feita.

    * = "Xico-esperto"

    ResponderEliminar
  12. O Xico- espertismo no seu melhor!
    A minha reclamação tb já foi feita! 11 que me passaram à frente e só contabilizei os asteriscos com mais um valor na graduação!
    CCN

    ResponderEliminar
  13. Última novela: “A miragem”;
    Actual novela da tarde: "Instrumentalizados pelo desespero";
    Futura novela para o horário nobre: "À procura do asterisco perdido".
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. Peço desculpa aos colegas, mas fui obrigado a eliminar os comentários de alguém altamente frustrado, e que abusando de asneiras, não me deu outra alternativa.

    ResponderEliminar
  15. Ricardo,
    Alerto para a questão de estar em falta o despacho do membro do Governo que aprova a ficha de avaliação global e define as regras e padrões do relatório de auto-avaliação (conferir ponto 4, do artigo 20º, do DR 2/2010 e ponto 3, do artigo 17º do mesmo DR) sem o qual a avaliação dos professores contratados não poderá ser realizada uma vez que os DR 2/2008, DR 11/2008, DR 1-A/2009 e DR 15/2009 foram revogados e as disposições finais e transitórias quer do DL 75/2010, quer do DR 2/2010 não prevê esta situação.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  16. É mesmo assim que o ME nos quer..dividir para reinar!

    Preocupem-se com os asteriscos e com mais nada, que assim é que avançamos!

    Enfim...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...