quinta-feira, 15 de abril de 2010

Já só faltava isto...

Concurso de professores ainda pode sofrer adaptações.

Comentário: O artigo cujo link coloquei acima resume-se a isto: "o ME fez chegar às redacções uma nota em que se salienta que "os concursos são processos que têm as suas especificidades" que se "acentuam particularmente em momentos de mudança, requerendo processos de adaptação". "Neste contexto", pode ler-se, "o ME está a desenvolver iniciativas no sentido de aperfeiçoar o processo".

Subjectivo q.b. para não comprometer... E certamente que não compromete, pois a legislação não foi alterada e como tal não podem "aperfeiçoar" (legalmente, está claro) processos de que ordem for. Eu sei disso... Vários colegas também o sabem... E os sindicalistas também (bem... pelo menos quero achar que sim). Mais uma manobra de diversão a juntar a tantas outras e com os mesmos de sempre a "levarem por tabela".

12 comentários:

  1. A novidade é eles admitirem para os OCS que podem fazer adapatações.

    Todos os anos fazem adaptações, raramente as divulgam.
    Alguém se lembra da ultima vez que os concursos não sofreram adaptações?
    Se me recordo bem foi no ultimo ano em que houve mini-concursos, quando ainda tudo era feito à mão.

    ResponderEliminar
  2. Parece-me que essa será a única novidade.

    Areia...

    ResponderEliminar
  3. Lanço uma sugestão: Porque não discutir a vontade de João Grancho em criar um Ordem? Sim, porque só pode ser vontade dele para ter uma "gamela" e não um "tacho"!
    Obrigado
    Mike

    ResponderEliminar
  4. Tal como eu aqui escrevi ontem, a novidade vai chegar! Só não sabia é que, agora, as novidades também precisam de preliminares.
    Que refinado está este McE (Ministério "da cosmética" da Educação)!
    Digam “lá” de uma vez o que toda a gente quer ouvir, incluindo advogados, menos eu!
    Para além da novidade, agora temos a modalidade da novidade tântrica!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Boa noite Ricardo.

    Gosto imenso do trabalho que tens desenvolvido, o meu sincero obrigado.
    Sem dúvida que vivemos momentos muito conturbados…
    Mas realmente o que me preocupa é a COBARDIA…
    Ricardo fui A TODAS as manifestações de professores quer nacionais quer regionais. Lutei sempre pela dignidade da nossa profissão. Nunca desisti… e acima de tudo nunca tive MEDO…
    Desculpa Ricardo, os COBARDES é que têm medo, sabes, assobiam para o lado… e se os outros lutarem por eles tanto melhor…
    Amigo, começo a ficar farto de tanta hipocrisia…

    Os professores CORAJOSOS lutam sempre por esta classe. Sim, foram prejudicados na avaliação desempenho, CLARO, não era essa a nossa LUTA!!! Agora não me digas que alguns colegas nossos têm LEGALMENTE !!!!! JURIDICAMENTE !!!! o direito de reclamar, OU, que não podem "aperfeiçoar" (legalmente). Ricardo por amor de DEUS!!! NÃO FOI UMA LUTA DE TODOS… Espera, eu devo estar enganado!! Foi só de alguns!!! NÃO VAMOS SER HIPÓCRITAS…

    Sabes amigo, o meu percurso como professor é muito idêntico ao teu, isto é, sou um QZP (nem carne nem peixe!!!)… Nos últimos 10 anos sempre que leccionei encontrei professores excepcionais por esse Portugal fora, pessoas que admiro muito e que me deixaram muitas saudades. Sinceramente, encontrei em todos eles uma palavra amiga, companheirismo, enfim, encontrei uma família… Já leccionei em Vila Real, Bragança, Valpaços, na zona de Viseu em mais 4 escolas… Sempre longe de casa… (vivo no litoral), a excepção foi o último concurso!!!

    Ricardo digo-te sinceramente, AMO a minha profissão, faço-a com PAIXÃO… ENSINAR realiza-me profundamente… sou muito profissional… Em relação aos meus colegas de trabalho RESPEITO-OS muito… São meus amigos… admiro-os a todos… pois em cada pessoa identifico um bom profissional… as excepções, foram muito poucas... insignificantes…
    Por isso, amigos bem hajam por tudo o que me ensinaram…

    Um grande abraço Ricardo,

    Filipe Alves

    ResponderEliminar
  7. Olá desculpem a pergunta. Se me puderem responder ficar-lhe-ia muito grata.
    O regulamento interno de avaliação de desempenho, aquele que foi comentado há pouco tempo aqui, já foi publicado em DR, ou seja, já está em vigor?
    Respondam-me por favor...
    LIa

    ResponderEliminar
  8. Próximo passo: acabam-se os concursos nacionais e passa tudo a ser tipo TEIP. Não acreditam? Veremos!

    Não se esqueçam que PS, PSD e CDS concordam com esta medida assim como os gurus do eduquês.

    Depois alerto novamente para os vídeos:

    http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=95&doc=4620

    http://www.fenprof.pt/?aba=27&cat=95&doc=4621&mid=115#vid1

    Agora leiam as entrelinhas do Mário Nogueira. Depois lembrem-se do que já foi escrito sobre autonomia das escolas e concursos de escolas....

    Cada vez acredito mais no que tenho dito e escrito.

    Eu até concordava se o nosso país fosse culturalmente evoluído como Finlãndia, Suécia, Noruega...

    Infelizmente... não é e será esse o futuro!

    ResponderEliminar
  9. Para Filipe Alves: Palavras sentidas as tuas… Revejo-me em parte no que escreveste e só te tenho de dar razão. A hipocrisia é realmente um facto na nossa profissão, não é exclusivo nosso, mas estamos bem fornecidos dela (em demasia). Mas também não podemos ser “cegos” e “surdos” para vivermos num outro mundo que não o real. A desunião na classe é um facto e depois de mais de 3 anos enquanto blogger, digo-te que considero este tema como algo quase “arrumado”. Sabes, Filipe, cansei-me de olhar para a nossa classe profissional com um “venda” nos olhos e esperar que os outros me tragam qualquer retorno do que eu faço. Não espero… Já não…

    Quando escrevo um post, escrevo com base na experiência e não em sentimentos. Pela minha saúde mental, tento sempre que possível fazer análises e dar conselhos tendo em vista um outro objectivo que não a mobilização ou a lição de moral fácil…

    Quanto ao teu último parágrafo, revejo-me nele na totalidade.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  10. Para LIa: "O regulamento interno de avaliação de desempenho, aquele que foi comentado há pouco tempo aqui, já foi publicado em DR, ou seja, já está em vigor?"

    Não compreendi este teu comentário. Podias explicar melhor?

    ResponderEliminar
  11. Concordo com o João!

    Ricardo, as novidades que vêem aí são o fim das preferências e o concurso directo a cada escola...

    Será que só eu reparei que este ano no calendário do concurso não há qualquer referência à época de manifestação de preferências??

    pode ser que a minha teoria esteja errada ;)

    ResponderEliminar
  12. Desconfiada, neste momento, desconfio que está... ;)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...