quinta-feira, 4 de outubro de 2018

E alguns alunos são prejudicados pelos pais que os educam...


Comentário: A liderança da CONFAP já nos habituou a este tipo de intervenções públicas, que poderão ser interpretadas por alguns como retribuição em declarações para compensar subsídios governamentais. E Jorge Ascenção (Presidente da CONFAP) vai mais longe, afirmando que "cabe ao governo a responsabilidade de dar um serviço público de qualidade" e acrescentando que "depois dos dados OCDE [um estudo que referia que os salários dos professores portugueses são "relativamente altos"], que cada um lê como quer, podem surgir mais questões" relativamente à justiça das reivindicações dos professores.

Enfim.

Como é possível que alguém que representa os Encarregados de Educação não compreender que com professores desmoralizados, desmotivados e com (aproximadamente) sete anos do seu trabalho pura e simplesmente eliminados, é difícil ter um serviço público de qualidade?! É que a escola mais do que edifícios, equipamentos e materiais, é acima de tudo um espaço de relações interpessoais... E não é com decretos que impõem mudança e motivação que o panorama é passível de melhorias. 

O meu conselho para estes representantes dos Encarregados de Educação é que falem com os alunos, e vejam o que realmente é importante para eles.

4 comentários:

  1. E usar a tua condição de progenitor para te lançares politicamente? Isso é que é...

    ResponderEliminar
  2. Há que ver as coisas com inteligência, os representantes têm agendas e nós Professores somos os únicos que nem as temos de graça. Já lá vai o tempo em que nos davam umas de graça! Agora a sério: Com tanta gente inteligente e criativa, como é que não se partiu para uma campanha de limpeza da nossa imagem, temos os recursos, os meios e até o Know-How! O que é que nos falta?

    ResponderEliminar
  3. Uns quantos idiotas limitaram-se a por crianças neste mundo cão. Esqueceram-se que não basta comprar playstations ,smartfones e roupa de marca...

    ResponderEliminar
  4. Ó Ricardo, eu sei que o meu comentário não se aplica a este tema, mas será que me poderá explicar como é que eu, estando no 9 escalão desde Junho de 2010 poderei passar para o 10 a partir de 2019? É que, segundo o despacho agora emitido, a recuperação dos 2 anos e 9 meses só se vai repercutir no escalão seguinte. Só que, no meu caso, já não existe escalão seguinte porque o 10 é o último.....

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...