segunda-feira, 4 de junho de 2018

A ILC e a greve às avaliações...

Muito se tem escrito e discutido sobre a Iniciativa Legislativa de Cidadãos para a recuperação de todo o tempo de serviço docente... Não sou promotor da mesma, mas sou seu defensor. Acredito nos seus fundamentos e ainda mais no seu objetivo. 

Dizem-me que o Governo pode aproveitar esta iniciativa para o "mal", mas para já, ninguém me conseguiu demonstrar (nem sequer enumerar) um argumento que faça sentido para mim. A FENPROF bem se esforçou (aqui), mas no que a estratégia política diz respeito (nomeadamente no que concerne a negociações e faseamentos), afirmo as minhas profundas limitações. Para mim, o esclarecimento da FENPROF, não foi claro. Bem pelo contrário, se não tivesse certezas, ficaria repleto de dúvidas.

Entretanto, e até ao dia de hoje, foram ultrapassadas as 14 400 assinaturas... É bom? É mau? Sei lá... É aquilo que a classe docente quiser fazer desta iniciativa. 

Que o número de assinaturas podia ser maior? Podia... Mas também podia ser menor. 

Porque motivo não temos um número de assinaturas igual ao número de professores que estiverem na última manifestação em Lisboa?  Bem... Só cada um saberá. Eventualmente não quererão, possivelmente acham que dá muito trabalho ou até mesmo estão a pensar fazê-lo, mas mais perto do final do "prazo".

Depois temos a questão das greves às avaliações, com colegas a afirmar que não as farão por não acreditarem, outros que não as farão por prejudicar os alunos e outros que dizem que é o caminho a seguir. Tantas opções... São boas? São más? Também não sei. Cada um interpreta a realidade à sua maneira e gere as respostas de acordo com essa interpretação. Quem me lê (e me conhece) sabe que não pressiono nem nunca pressionei ninguém a fazer o que quer que seja. 

As minhas decisões só as tenho de justificar à minha consciência, e eventualmente a um grupo extremamente restrito de seres humanos. 

Para terminar, percebo o desânimo do Alexandre Henriques (acolá), mas... a experiência de quase doze anos de blogue, de quase vinte anos de docência e de duas mãos cheias de escolas/agrupamentos, não abre espaço para expectativas de adesão seja a que iniciativa for. Provavelmente esta minha opção por expectativas "zero" não será a mais saudável, mas para mim resulta. Resulta porque me mantém são e desperto para agir de acordo com aquilo que eu acho ser correto. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...