quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Ainda bem que há quem não desiste...


Comentário: Independentemente do desfecho em tribunal, dificilmente alguém poderá retirar valor aos colegas envolvidos diretamente nesta situação. Podiam ter desistido. Podiam ter "empurrado" o problema para os sindicatos. Podiam mesmo adotar a mais recente forma de luta, que é - essencialmente - "verbalizar" indignação nas redes sociais, insultar quem tem opinião diferente, e... depois... desligar o computador e... amanhã é outro dia.

Ao contrário do que já li e ouvi por aí, considero que uma coisa são as legítimas expectativas e outra é a redação "emaranhada" e propositadamente pouco clara dos normativos legais. E em tribunal, não sei muito bem o que tem mais peso.

2 comentários:

  1. Ricardo, tem sido um esforço tremendo.
    O desgaste e desgosto já levou a baixas nas fileiras...mas, como em tudo, há sempre o renascimento.
    A malta espera, ansiosamente, que seja feita justiça! Justiça nos Tribunais Portugueses que se regem por códigos de conduta legais atribuídos pela tripartição de poderes. Não sei se o 4º poder, La Piovra, manterá os seus tentáculos longe da tentação.
    Aguardemos,... que é o que se faz já há 6, longos, meses (entre outras coisas!!).

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...