quinta-feira, 20 de abril de 2017

Escrutinados, cansados mas (ainda) motivados...


Comentário: Bem sei que alguns doutos terão opinião divergente acerca do estado da nossa classe profissional, e outros - mesmo concordando - vão comentar preciosismos (aposto no número 28, apenas para dar um exemplo), no entanto, o artigo de opinião que redigi para o Observador tenta refletir aquilo que me vai na alma, sem grande cuidado numa apresentação de rigor... 

Quanto à típica acusação do discurso do "coitadinho", continuo a afirmar que não me revejo nela, pelo menos enquanto considerar que o positivo se sobrepõe ao negativo, não calculando a minha motivação como resultado de um qualquer saldo quantitativo. 

Continuo a gostar da profissão que abracei e os meus alunos sabem disso. A remuneração é obviamente importante, mas como já tive oportunidade de dizer a um "malandro" que me disse que eu só trabalhava porque ele e outros estavam na escola: "Se eu não gostasse do que faço, já teria rumado para outro lado, porque felizmente tenho saúde e inteligência qb para fazer outra coisa qualquer a que me propusesse". Bem sei que o artigo não agradará a todos, mas aposto que muitos se irão rever nele.

7 comentários:

  1. Focaste um ponto central, cuja transcendente importância me parece escapar a todos (políticos, sociedade em geral - de qualquer modo, não competentes na matéria para poderem julgar -, mas também professores): a formação, a necessária renovação do conhecimento que nos torna (ou não) verdadeiramente profissionais da educação. A gestão da indisciplina (e, antes de mais, a sua própria conceptualização, origem e causas) é apenas uma das áreas acerca das quais muitos de nós não sabemos muito (nalguns casos não sabemos o suficiente, face ao que a realidade exige). O futuro dos nossos alunos, bem como o nosso, enquanto professores (úteis!), depende da nossa capacidade de desenvolver, rapidamente, com ou sem ajuda do Estado, conhecimento profissional. (Grande abraço!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abraço para ti, Miguel.

      Obrigado pela partilha.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...