quarta-feira, 4 de maio de 2016

Do sonho que tarde ou nunca será concretizado


Comentário: Obviamente que estamos a falar de 47 mil candidaturas, e não, 47 mil candidatos... Mais uma vez, a minha admiração pela persistência de muitos colegas que ano após ano têm sido maltratados pelo sistema, e mesmo assim ainda não enveredaram por outras áreas profissionais. E não, a desculpa de que "com o meu curso não posso fazer mais nada" não justificará a perseverança pela continuidade na educação pública... Quero acreditar que é mesmo por amor à profissão.

Quanto ao concurso externo, temos pouco mais de 90 candidatos em primeira prioridade, sendo a Educação Especial (grupo de recrutamento 910) aquela que recolhe maior número (38). No que concerne a este concurso externo (assim como aos anteriores), continuo a achar que não repõe injustiças (pelo contrário, até as pode ampliar) nem tão pouco cumpre com aquilo que é meu entendimento da legalidade no que concerne a renovações de contrato, mas parece que só mesmo com nova intervenção europeia a situação pode mudar.

1 comentário:

  1. Vagas para contratados?? Ahahahahaha

    Já estamos é na fase, vagas para professores do quadro. O que era ontem já não é hoje, Não se precavenham vão ver no que isto vai dar.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...