sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Causa e efeito...

A causa 
(pelo menos a mais divulgada):

No distrito de Bragança há 360 professores destacados por condições específicas

E o efeito:

Professores chamados a juntas médicas e clínicos investigados

Comentário: As notícias relativas a eventuais fraudes repetem-se no tempo, assim como aquelas que anunciam investigação das mesmas. Não sei se algum dia se irá provar que efetivamente ocorreram fraudes, mas acredito que não existindo vontade política nada de diferente acontecerá... No entanto, tenho de admitir que gostava realmente que se conseguissem provar fraudes (e não podemos ser cínicos ao ponto de afirmar que não conhecemos situações em que isso acontece) e que os intervenientes (médicos, professores, juntas de freguesia, etc.) fossem efetivamente e exemplarmente penalizados para que aqueles que precisam (ou que poderão necessitar) realmente não se vejam julgados e condenados em praça pública.

3 comentários:

  1. Pois e eu, simplesmente, gostaria de poder afixar os exames e os respetivos relatórios na sala dos professores (mas é ilegal, segundo o regulamento interno). Acabava-se o julgamento de alguns.

    ResponderEliminar
  2. Mas precisamente para não se dar o caso em que "paga o justo pelo pecador", todas as situações devem ser fiscalizadas. Quem realmente está doente (ou tem alguém doente a seu cargo) fica como está... e só nos resta desejar as melhoras!
    Quem é "chico esperto" tem de ser penalizado. Como? Não sei... mas tem de ser!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O como está previsto na lei: processo disciplinar que dá direito a despedimento.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...