segunda-feira, 13 de julho de 2015

Da fome de poder...

Municipalização já tem três contratos assinados, Fenprof anuncia ações em tribunal

Comentário: Para já são três os municípios onde a vontade de partidarizar as escolas parece ser incontrolável. A saber: Matosinhos, Oliveira de Azeméis e Oeiras. 

Julgo que a solução para este delegar de competências do central para o local não irá residir nas providências cautelares, mas sim nas próximas eleições legislativas. As providências cautelares poderão colocar em pausa uma situação que se prevê com a duração de 4 anos, mas não a irão erradicar. Conhecer as propostas dos restantes partidos é importantíssimo, tendo nós - professores - consciência que a implementação da partidarização irá fragilizar ainda mais a nossa situação profissional, com a exceção daqueles que têm cunhas nas autarquias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...