quarta-feira, 11 de março de 2015

Aguardo resposta...

...por escrito à situação de eventual obrigatoriedade dos QZP´s não vinculados extraordinariamente terem de concorrer a todo o seu QZP. O email foi enviado hoje, como tal, presumo que no máximo até 6.ª feira terei resposta ao mesmo. Se quiserem aguardar, quando receber resposta (e presumo que a irei receber) coloco um post no blogue.

Se podia ter ligado para a "linha de apoio" da DGAE? Podia... E admito ter tentado por duas vezes, mas acabei por ser "obrigado" a desistir.

Se sei que respostas foram dadas a colegas que ligaram? Sei... Sei aquilo que disseram às pessoas em quem confio (uma delas recebeu hoje um telefonema "surpresa"... Eh eh eh) e sei aquilo que me contaram ou comentaram algures. Nestas últimas situações existem "versões" para todos os gostos.

Se podia estar mais relaxado no que a este ponto diz respeito? Talvez... Mas como é uma situação que irá definir a minha ida a concurso e a forma como irei manifestar as minhas preferências, ficarei mais descansado quando receber resposta escrita (e proveniente da DGAE). Ninguém me pode levar a mal por isso, e nem sequer deve ser entendido como desconfiança (bem... se entenderem como desconfiança do MEC, então aí terão razão). 

Deste modo, e se partilharem desta minha forma de encarar o MEC (e os seus normativos legais) e esta situação em particular, o meu conselho é que aguardem mais algum tempo. Ainda temos mais de uma semana pela frente... E se a notícia for aquela que espero (a de que não somos obrigados a manifestar preferência por todo o QZP de vinculação), então - e no meu caso - valerá bem a pena aguardar para assistir a uma confirmação por escrito.

13 comentários:

  1. Ricardo, como tenho a mesma dúvida (apesar de ter sido colocada no CEE 2013), vou aguardar o teu post :)
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. O colega Arlindo considera que não é obrigatório e eu concordo com ele mas vou igualmente aguardar.

    ResponderEliminar
  3. Espero que obtenha resposta porque eu já enviei 2 mails (um deles na 2ªf) e ainda não tenho qq respsota. Por telefone...a única coisa que ouvi (a horas diferentes do mesmo dia) foi pi...pi...pi...pi...pi...
    Atenção que um colega do sindicato disse-me que saiu uma circular a alterar a actual forma de mobilidade (n me disse foi o n.º da mesma para eu procurar e ler). Se souber qual é, publique-a s.f.f.

    ResponderEliminar
  4. Então e os que ficaram no CEE de 2014? Já é um facto que têm que concorrer a todo o QZP?

    ResponderEliminar
  5. Ricardo, por favor, tente ajudar-me. Vinculei no último extraordinário no grupo 200. Tenho também qualificação profissional no grupo 300. Tenho de concorrer à mudança de grupo agora para depois poder aceder à mobilidade interna nos dois grupos? Se concorrer, arrisco-me a perder o vínculo no 200?
    Estou realmente confusa!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se vinculou no CEE de 2014, é obrigada a concorrer para mudança de lugar de quadro e impedida de concorrer para mudança de grupo de recrutamento. Ou seja, no seu caso, não pode concorrer para ficar vinculada no grupo 300. Na Mobilidade Interna já poderá concorrer para ambos os grupos, mantendo sempre o vínculo ao grupo 200..

      Eliminar
    2. Mas devo preencher a graduação do grupo 300? Ou só o poderei/deverei fazer para a mobilidade?

      Eliminar
  6. Qual a lógica dos vinculados no CEE de 2014 serem obrigados a concorrer a todo o QZP de vinculação? No meu caso vinculei no QZP 7 mas não quero concorrer a ele. Sou obrigada? Uns dizem que sim, outros que não. Alguém sabe de fonte segura?

    ResponderEliminar
  7. Ana Guedes - Pode por 1.º até 100 agrupamentos do QZP para que pretende mudar, depois os concelhos desse mesmo QZP e/ou o próprio QZP para onde quer ir. No final disto tudo é que concorre (pq tem que ser) ao QZP 7 de onde quer sair. Com sorte, consegue mudar de QZP. Atenção que é uma sugestão para resolver o problema. Cada um é que sabe da sua vida. :)

    ResponderEliminar
  8. O problema igual para todos os QZPs. Ao efetuar concurso, todos estarão na mesma situação de obrigatoriedade ou nao de concorrer a todo o QZP. A diferença é que os do CEE2014 são obrigados a ir a concurso e os outros QZPs não. Mas se a estes últimos lhes apetecer ir a concurso são abrangidos pelas mesmas regras. O inicio do post do Ricardo Montes pode induzir em erro. Devia rectificar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Errado meu caro! Os QZP mais antigos se decidirem ir a concurso interno não são obrigados a concorrer a todo o seu QZP. Concorrem somente ao que querem! Cuidado com as informações erradas!

      Eliminar
  9. Há falta de lugares porque...
    Há muitos professores desocupados em Portugal, uns que seriam bons também a lecionar e outros que fugiram de lecionar porque eram um desastre e os alunos agradecem. Contudo alguns depois só atrapalham...

    Sentes-te só?

    Não te apetece trabalhar por tua iniciativa?
    Então toma uma decisão.

    Marca uma reunião!

    Poderás:
    Ver gente…
    Desenhar diagramas…
    Sentires-te importante…
    Formar grupos de trabalho…
    Impressionar os colegas…
    Dar conselhos inúteis…

    Tudo durante o teu horário de trabalho

    Reunião
    Alternativa moderna ao trabalho!
    Há reuniões úteis mas em regra não são aquelas que passam dez vezes à volta do assunto e não saem do campo teórico.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...