quinta-feira, 13 de março de 2014

Irreversibilidades


Comentário: Acredito que existam alguns colegas que se tenham arrependido da decisão da reforma antecipada, até porque se as penalizações (em alguns casos) eram bastante elevadas. Na altura, fizeram as suas contas e decidiram com base nas mesmas. Obviamente que com os constantes cortes nas reformas que têm sido implementados, esses cálculos e as previsões foram gorados, surgindo situações complicadas de gestão financeira.

Estou em crer que algo similar possa ocorrer nas rescisões amigáveis, no entanto, só mesmo o tempo poderá permitir tecer considerações.

3 comentários:

  1. Assim…

    http://www.publico.pt/politica/noticia/exonerados-consultores-de-cavaco-que-assinaram-manifesto-pela-reestruturacao-da-divida-1628051#/0

    Melhor se percebe o significado político da nomeação, pelo Senhor Presidente da República, da Senhora Presidente do Instituto Politécnico de Santarém para a Comissão de Honra das Comemorações do dia 10 de Junho de 2009 na Cidade de Santarém.

    Após, a celebração do aniversário de uma Escola, integrada no Instituto Politécnico de Santarém, com um cruzeiro na barragem do Castelo do Bode, com almoço a bordo e transferes em autocarro ao cais de embarque, para docentes, funcionários e convidados, noticiada pelo jornal “O Mirante”, na sua edição de 18.12.2008, pág. 33, em artigo intitulado “Aniversário da Escola de Gestão celebrado em tom de discórdia”, e pelo Diário de Notícias, na sua edição de 19.12.2008, pág.13, em artigo intitulado “Um passeio à conta dos contribuintes”.

    Ademais, conforme noticiado, a Senhora Presidente do Instituto Politécnico também desfrutou deste cruzeiro idílico…

    Convirá recuperar as afirmações do representante dos alunos do Instituto Politécnico de Santarém, na cerimónia de abertura do ano lectivo realizada em Outubro de 2010. Por essas (afirmações), somos levados a um universo impensável de férias não gozadas que se traduzem em rendimento; ou explicado de outro modo, nos lautos rendimentos que auferiram Professores aquando da sua reforma pelos dias de férias não gozados acumulados ao longo dos anos em que exerceram funções dirigentes.

    http://videos.sapo.ao/dYgrN75qdYhQMMgy07Jg

    Bem como, a notícia do jornal O Mirante”, de 19.12.2013, da renumeração acrescida de 29 docentes, em regime de exclusividade, da mesma Escola do Instituto Politécnico de Santarém, no montante de cerca de 765.000 Euros…

    http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=631&id=96675&idSeccao=11007&Action=noticia

    ResponderEliminar
  2. É, de facto, preocupante que as pessoas tomem decisões tão importantes para as suas vidas de ânimo tão leve. É preciso fazer muitas contas e pensar seriamente no assunto. Na minha escola há 4 pessoas que pediam a rescisão. Duas delas têm outras fontes de rendimento e eu até acho muito bem que se vão embora e dêem lugar a quem precisa de trabalhar. Mas as outras duas não têm! E mesmo assim querem ir embora. A mim isto faz-me muita confusão. De que é que vão viver? Ainda lhes faltam 7 anos para se reformarem e 80.000€ gastam-se num instante. Fora o IRS que ainda vão ter de pagar (elas continuam a afirmar que não o vão pagar, mas vão!). Tenham cuidado com as vossas escolhas precipitadas.

    ResponderEliminar
  3. Fugiram o bicho pegou, ficam o bicho vai pegar.
    Anda tudo doido, pudera.

    Quando um barco se afunda quer saltem ou fujam, vão-se sempre arrepender, se sobreviverem.

    Arependerem-se de de não refazerem a vida longe da miséria.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...