terça-feira, 3 de dezembro de 2013

E para quem não temia a contestação...

...acaba por aceder a um entendimento. 

Um entendimento pernicioso, que só engana os tolos. E os tolos, neste caso, não estão no MEC.

8 comentários:

  1. Como não sou tolo, dia 5 vou apanhar AR para Lisboa.

    ResponderEliminar
  2. A FNE éuma bosta e nunca mais participarei nas suas acções.

    ResponderEliminar
  3. Será que ainda não viram que desde o início de todo este processo, a única preocupação do Ministério é que a prova seja realizada, nem que seja só por 10 "desgraçados", para que se abra o precedente para estender a prova aos efetivos??? Sim, porque os contratados não são difíceis de descartar... já os efetivos, nada melhor que "chumbá-los" numa prova para que estes percam vinculo à função pública, principalmente os que estão com horário zero e afins, que serão bastantes dentro de poucos anos devido à diminuição de alunos nas escolas do Estado e com o aumento dos alunos por turma.

    ResponderEliminar
  4. Estou inscrita na prova, tenho quatro anos e meio de serviço e recuso-me a ser descriminada. Nao faço a prova. Uns foram safos da camata de gas, os outros que se lixem. Mas sabem que mais? Este sistema democratico e uma farsa, parece-me que nao ha luz na mente das pessoas, nem discernimento para se lembrarem do que aconteceu na historia mundial. O hitler mandava uns para a camara de gas...outros tiravam os corpos, mas mais cedo ou mais tarde tambem la iam parar.

    ResponderEliminar

  5. Deixa-te de lamurias e faz a prova, os contratados não são precisos para nada, ou querias que despedissem os do quadro? ainda tens muita rasa de sal para comer

    ResponderEliminar

  6. Queriam lulas os contratados com menos de 5 anos?

    ResponderEliminar
  7. Uma vergonha! Realmente os tolos não estão no MEC. Estão nos traidores da FNE!

    ResponderEliminar

  8. Também querias uma xuxa?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...