quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Iniciativa sindical

Fenprof vai erguer no Porto um «Mural do Desemprego»  

Comentário: A iniciativa está agendada para amanhã, na Praça da Liberdade . placa central - no Porto. Para quem quiser saber mais sobre o "(I)Mural do desemprego e da precariedade dos professores portugueses", o melhor mesmo será clicar aqui.

6 comentários:



  1. Tem grassa esse morcão!

    Então só os professores é que não tem emprego?

    ResponderEliminar


  2. Teria mais GRASSA se fosses para o 1º ciclo aprender a escrever.

    ResponderEliminar
  3. Eu sugiro que ao lado deste seja feito um mural assinado por todas as pessoas que querem trabalhar na sua area de conhecimentos (nao interessa se tem curso superior ou nao) e nao conseguem por falta de empregos no privado. Sugiro nesse mesmo mural um local onde essas mesmas pessoas refiram a sua situacao: desemprego ou "tenho um trabalho para o qual tenho qualificacoes a +" Facam o mesmo no mural de lamentacoes dos professores e bora la comparar % de quem vai a luta!
    Sugiro ainda outro mural com dados sobre encerramento de empresas nos ultimos 2 anos.
    Facam tb murais com tabelas comparativas de vencimentos entre publico e privado. E vamos ser realistas e usar os dados de 90% das empresas que contribuem para o PIB (isto e PME). Esquecam la o ordenados chorudos de gestores privados pq se os usarem tambem tem

    ResponderEliminar
  4. de colocar informacoes sobre os ordenados chorudos do publico.
    Vamos comparar horas de trabalho, regalias, e quem tem uma mente aberta facilmente comprova que cada profissao tem as suas vantagens e desvantagens.
    Resumindo, o que eu gostava de dizer e que por mais razao que voces tenham em alguns pontos ja ninguem vos consegue levar a serio.
    A vossa classe profissional reclama por tudo e por nada. Os professores representam apenas uma pequena % de trabalhadores portugueses que trabalham longe de casa, etc. Ha milhares de trabalhadores (que tal como eu) trabalhamos ha ja muito mais de 40 horas por semana (sem remuneracao extra), tb levamos trabalho para casa, tb estamos longe da familia, etc.
    E facil? Nao!
    Veem-nos constantemente na TV? Nao, nem ouvem falar de nos!
    Todos temos o direito de escolha, dai nao nos verem a reclamar. Pq foi essa a esolha que fizemos. E tal como os professores se estamos insastifeitos podemos tentar outra area, outro emprego, etc...

    ResponderEliminar
  5. Teresa, não sugira, faça! Tem indignação em quantidade suficiente para criar muitos murais! Junte-se aos seus compatriotas e diga o que lhe vai na alma (num mural em espaço público é um bom começo). Os que agem, agradecem, porque a união faz a força!

    AP

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...