sexta-feira, 19 de abril de 2013

Vagas em Excel

Só precisam de clicar aqui

P.S. Foi usado um programa de conversão de ficheiros, pelo que agradeço que confirmem os dados e se encontrarem algum erro, informem.


Obrigado 

50 comentários:

  1. Estou em estado de choque…nunca pensei que chegasse às 1363 vagas negativas no grupo 240…vamos todos para o desemprego?….hesitam em fazer greve aos exames?


    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Se sou uma das três vagas negativas na minha escola o que faço. Concorro?

    ResponderEliminar
  4. 3 vagas negativas numa escola significa que só entra um colega se saírem (por transferência ou mudança de grupo) 4 professores dessa escola

    ResponderEliminar

  5. No 260 quantas vagas negativas existem?

    ResponderEliminar
  6. É vergonhoso e falso. Nem condiz com as propostas de vagas que as escolas fizeram...

    ResponderEliminar
  7. Claro que estas "vagas" não correspondem em nada à realidade. Ainda assim, um obrigada a quem fez este trabalho.

    ResponderEliminar

  8. VERGONHOSO, VERGONHOSO, VERGONHOSO, VERGONHOSO.

    ResponderEliminar

  9. Abaixo este ministro, porque não nos dá emprego a todos nós? será que não merecemos? eu por mim trabalho que farto, estou quase sempre de atestado.

    ResponderEliminar

  10. Estou muito preocupada com o meu grupo o 260, pois desde que eu consiga lugar, os outros que rezem muito, tenho familia a sustentar preciso mais que a esmagadora maioria dos que aqui se lamentam.

    ResponderEliminar
  11. Por mim...greve às reuniões de avaliação... Nem era preciso grande coisa...Se for 1 grupo a fazer greve em cada dia...chegamos a setembro ainda a fazer reuniões. Íamos criar muitos anticorpos...mas as greves não são para recolher simpatias, mas sim frutos...

    ResponderEliminar
  12. Estarei errada, ou só entram apenas 2 no grupo 240?
    O que é feito das vagas prós horários zero? E para mudança de quadro? Não há? Se alguém me conseguir esclarecer de alguma forma, agradeço do fundo do coração. Boa sorte a todos os meus colegas de profissão.

    ResponderEliminar
  13. Colega Pat, em que se baseia o seu comentário?

    ResponderEliminar
  14. Alguém me sabe dizer se há recuperação de vagas nos QZPs ou é algo em vias de extinção?

    ResponderEliminar

  15. EM vias de extinção? nunca deviam existir tantas vagas

    ResponderEliminar
  16. Pelas contas que fiz, o numero de vagas que abriram é exatamente igual ao nº de vagas para vínculo. No 910 é exatamente isso.Nem mais nem menos. São exatamente as mesmas para cada novo QZP, de acordo com a nova reformulação! A única diferença é que agora só há 3 situações em que as colegas das condições especifícas têm prioridade, pois só há 3 escolas com essa possibilidade. Fiquei sem lugar por causa das 17 colegas que víncularam nestas condições. Em 156 vagas foi um nº desajustado! É ainda mais revoltante, quando penso que tenho uma graduação de quase 28 as ultimas 7 colegas que vincularam têm apenas entre 21 e 20 pontos na graduação! Não vínculei por uma mísera vaga e agora nem uma a mais:-((

    ResponderEliminar
  17. Este concurso é uma farsa !!
    No grupo 250 apenas existe uma vaga positiva, que já tinha existido antes no concurso extraordinário de vinculação!!! Conheço horários ocupados nos últimos 4 anos por colegas contratados que claramente deviam estar a concurso para vinculação agora. O MEC não vincula, alterou de certeza as vagas dadas pelos agrupamentos e depois em setembro vai contratar a preço de saldos os colegas que podiam e deviam verdadeiramente terem vinculado!!Greve às avaliações!!só assim se devolve as estes fascistas o caos que tornaram as nossas vidas!!
    JC

    ResponderEliminar
  18. Só me posso preocupar com os alunos se estiver empregado. Se não estiver, não tenho alunos com que me preocupar...

    Deste calão que o saúda (anónimo das 9:24)

    Hugo

    ResponderEliminar
  19. Onde estão as escolas secundárias de Braga, nomeadamente a D. Maria II e a Alberto Sampaio? Alguém pode ajudar-me a entender o que se passa?

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  21. Victor

    As secundárias de Braga agruparam (mega agrupamentos).

    ResponderEliminar
  22. Andam a gozar de certeza!!!
    É mandar-nos à ....a! Estão a arruinar a nossa educação !

    ResponderEliminar
  23. Em vez do Mário Nogueira andar no ataque a certos trabalhadores, devia andar no terreno a saber ao certo quais as necessidades reais de professores nas escolas. Talvez, Com esse trabalho, conseguisse em tempo útil, evitar a coragem deste Nuno Crato de andar, com ar de “mosca morta”, a gozar com a classe: apresentar este número de vagas, quando todos sabem que isto é irreal. Basta estar atento ao que se vai passando no setor da educação para se perceber que muitas escolas, em determinados agrupamentos, já não têm quadro.

    ResponderEliminar
  24. Parabéns pela decisão de erradicar daqui, comentários que só envergonham a profissão. Mas ainda há por aí um anónimo a chamar "calões" aos professores; fora com ele!

    Relativamente ao número de vagas, melhor dizendo, à ausência delas, penso que o objetivo é a completa extinção dos QE (reformas antecipadas/penalizadas; mobilidade/desemprego), a médio prazo todos os professores serão contratados, o que significa mão- de-obra barata a trabalhar em condições degradantes.
    As gerações de alunos formados na futura (não muito longínqua) escola pública serão impreparados, de modo a constituirem uma massa trabalhadora barata, ignorante e manipulável.

    ResponderEliminar
  25. Afinal colegas este concurso vai realizar-se para quê?
    E que tal se não houvesse concurso. Fazia menos mossa nos nervos da classe e deixavam-se de hipocrisias.
    Estamos a comer as migalhas do repasto da TROIKA...Comovente!

    ResponderEliminar
  26. O Concurso de Professores

    "Contra esta cilada, bem montada, os sindicatos deviam reagir a uma só voz exigindo a suspensão imediata do concurso. Dos professores que se vão candidatar, os dos quadros de escola que tentarão aproximar-se de casa, os dos quadros de zona pedagógica que tentarão a afectação a uma escola e os contratados que tentarão uma qualquer colocação, apenas umas centenas do primeiro universo podem aspirar a algum efeito prático no concurso. Dezenas de milhares de professores já sabem por antecipação que concorrem inutilmente.

    E se considerarmos os destacamentos por doença, que legitimamente preferem a quaisquer outras colocações, então talvez não sobre uma centena de colocações.

    Por que motivo, então, o MEC prossegue com um concurso inútil, que é caro e que, principalmente, é emocionalmente destrutivo para os concorrentes? Pela razão cínica de ganhar títulos nos jornais e assim somar argumentos para justificar os anunciados despedimentos de professores.

    Os sindicatos deviam ter antecipado este lance mas não o fizeram. Por incompetência, por inépcia ou por ingenuidade, pouco importa, agora! Os estragos estão feitos e a opinião pública não se deterá a analisar os detalhes que explicam a divergência destes números – 600 vagas positivas contra 12000 vagas negativas – e a realidade que iremos notar em Setembro – milhares de lugares por ocupar.

    Não interromper este concurso agora, é dar armas até aos dentes àqueles que defendem que somos excedentários e que apenas representamos despesa. Substituí-lo pelo habitual concurso anual de destacamentos no fim do Verão, num momento em que as escolas podem apresentar números fiáveis de necessidades e de excedentes que nada terão que ver com os números que agora são apresentados, é o único caminho para a defesa da classe dos professores. Estes são os dias mais importantes na vida sindical das últimas décadas. Defendo que por todos os meios instemos os sindicatos a unirem-se e a exigir a suspensão imediata do concurso."

    Francisco Queirós

    ResponderEliminar

  27. Estou muito preocupada com o meu umbigo, quero que os outros colegas se lixem

    ResponderEliminar
  28. quando aparece vaga negativa significa que alguem vai ter que sair...ou concorrer? obrigada

    ResponderEliminar
  29. Vagas negativas são vagas a não recuperar, mesmo que alguem consiga sair.

    ResponderEliminar
  30. Em Aveiro "dizimaram" as escolas secundárias José Estêvão e Mário Sacramento! Como mega agruparam estão no DR com o nome da periferia, S. Bernardo e Aradas. Se não fosse ontem a explicação de um colega ainda hoje achava que havia erro!!!!!!!!!!!!!
    Continuem a votar nos partidos do "centrão"!

    ResponderEliminar
  31. Vagas negativas são lugares a extinguir.

    ResponderEliminar
  32. Das duas uma: ou o documento é um embuste, um erro colossal de alguém que não sabe o que anda a fazer e vai dar uma barracada total; ou há disciplinas e grupos de escolas que vão desaparecer, existindo mesmo vagas negativas maiores, repito maiores, que o número de professores efetivos na escola. Incrível não? Ao que chega a incompetência...

    ResponderEliminar
  33. Xana
    A associação de dirigentes escolares já respondeu por mim. Os diretores mandaram as vagas (negativas e positivas) e só apareceram as negativas. Quem está nas escolas sabe bem que este documento não reflete as reais necessidades.

    ResponderEliminar
  34. Onde estão as vagas de Agrupamentos que há 4 anos renovam sucessivamente horários?
    Cabeceiras de Basto e afins????
    Corrução de Diretores e MEC

    ResponderEliminar
  35. Outra vez do mesmo! Já em 2009 o concurso foi uma fraude e continua este ano.
    Será que posso apresentar queixa em tribunal sobre o MEC, quando em setembro vir, novamente, dezenas de contratos para lugares a escolas às quais concorri???? foi o que aconteceu nestes últimos 4 anos, colegas contratados colocados e com renovação em escolas p as quais concorri (qzp) e nem eles adequirem certezas de trabalho nem nós.
    ANULAÇÃO Já!!!!

    ResponderEliminar
  36. Obrigada pela disponibilização do mapa em excel

    ResponderEliminar
  37. só há uma alternativa! greve às avaliações e aos exames!

    não se andem sempre a queixar, façam alguma coisa.... visível...

    ResponderEliminar
  38. O que estão à espera os sindicatos para com o dinheiro dos seus associados, pegarem nos seus gabinetes jurídicos e impugnarem este concurso por erros no apuramento de vagas!!Começo a ver pelos comentários dos colegas que em várias escolas existem colegas colocados no quadro e ao mesmo tempo nesse mesma escola e grupo aparecem 3 e mais vagas negativas!? No máximo não querendo recuperar vaga na saída de um deles, deveria estar 0 vagas.Assim depois em caso de necessidade colocariam algum QZP em DACL ou mesmo um colega contratado para essa saída. Há escolas no 1º ciclo que surgem com vagas negativas de 34!!??? Isso é mais do que o nº de docentes existente no grupo de 1º ciclo(110) em todo o agrupamento. Será que estou a ver mal, ou haverá mesmo fundamento para a impugnação do concurso, ou em alternativa, a interposição de uma providência cautelar para se poder realizar uma averiguação dos dados enviados pelas escolas aquando do apuramento de vagas e aqueles que foram publicados. as direções de escola deveriam ser obrigadas pelo tribunal a divulgar junto destes os dados enviados para assim se perceber quem mente neste processo...
    JC

    ResponderEliminar
  39. Anónimo das 3.50:

    o que quer dizer no seu comentário?
    Dizimaram porque aparecem com os nomes das escolas de Aradas e S. Bernardo? e qual é o problema? Por acaso não são também escolas ? Por que raio reia de aparecer José Estêvão e Dr. Mário Sacramento? São especiais?! Não sabe também que ja existe um Agrupamento Escolas de Aveiro? Realmente com duas escolas dentro da cidade de Aveiro! A João a Afonso e a Homem Cristo que foram agrupadas primeiro!


    ResponderEliminar
  40. Concurso para quê???? numa altura em que os nossos governantea se queixam de cada tostão que gastam na educação (!!!!!!) para quê manter um concurso que é uma farsa??? poupem-nos o desgaste emocional que tudo isto nos provoca e deixem-nos mais tempo para nos preocuparmo-nos com quem realmente importa, os alunos!!!!
    A confirmarem-se as denúncias dos diretores só nos resta tentar impugnar este concurso, mesmo que para isso tenhamos de recorrer à greve, de preferencia rotativam como sugeriu uma colega.

    ResponderEliminar
  41. Este concurso já não tem credibilidade nenhuma e ainda nem começou!!!! Sindicatos mexam-se, impugnem já este concurso!!! Greve às avaliações, se necessário!!!

    ResponderEliminar
  42. Colegas.
    Esta proposta de vagas apresentadas em despacho por este ministério é uma farsa. Eles sabem disso! Estão a rir-se...da desgraça dos outros.
    Têm, com uma imagem de tudo bem e pessoas muito sensíveis, o objetivo da destruição da carreira e do sistema educativo público.
    Contratados, perceberam que este governo não quer nada com vocês? O Mário Nogueira anda a enganar-vos. Ele já se apercebeu disso. E não foi de agora. Mas com a sua ideologia, que parece estar a correr bem, vai levando a bom porto os seus interesses pessoais: ser o líder do PCP.
    Eu não estou com isto. Estou com um sindicato que coloque, acima de tudo, a defesa e os direitos de todos os trabalhadores. Só há conceito de sindicato, se for imparcial com todos os trabalhadores...

    ResponderEliminar
  43. Andou, neste últimos quinze meses, Mário Nogueira, preocupado com os professores das escolas particulares e cooperativas e a primeira prioridade. Vê-se o resultado!
    Andou o Mário Nogueira, feito vendedor porta-a-porta, a angariar associados em nome de um justiça de empregos só para uns trabalhadores e despedimento para outros - tudo isto realizado no âmbito da mesma classe. Não será que o sindicalismo é a defesa de todos os trabalhadores fora da ideologia partidária?
    E agora, Mário Nogueira, que vai fazer?
    Na minha opinião o que está em cima da mesa não é a primeira prioridade, mas sim a prioridade primeira de evitar que os professores dos quadros de agrupamentos e dos quadros de zona pedagógica sejam despedidos.
    Vamos a isto: defender a ESCOLA PÚBLICA SEM IDEOLOGIA…

    ResponderEliminar
  44. Boa tarde, então caso uma escola secundaria nao apareça na lista é porque está agrupada e há mobilidade dentro da agregação? É isso?

    ResponderEliminar
  45. GOVERNO PARA A RUA JÁ. E ...já é tarde...

    ResponderEliminar
  46. Anónimo(?) das 3.50,

    e por que razão está mal ficarem com o nome de Aradas e São Bernardo?
    Os nomes da secundárias são mais importantes? Não sabe que já há um agrupamento de EScolas de Aveiro? Essas sim são ambas dentro da cidade: a João Afonso, as EB da cidade e a Homem Cristo.
    Portanto, o dizimaram parece-me um exagero...

    ResponderEliminar
  47. Alguém se lembra de quantos professores entraram nos quadros em 2009? Menos de 400. A palhaçada já vem do passado. A diferença é que o último governo sabia 'spinar' melhor o processo.

    Sou professor do quadro e gostaria de mudar de escola; sair de Lisboa e ir para o interior. Acham que isto é exequível?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...