terça-feira, 25 de setembro de 2012

Mais uma novela...

Ministério gastou 61 mil euros para justificar não pagar compensações a docentes, diz Fenprof 

Comentário: E curiosamente o que está em causa até nem será o valor pago à sociedade de advogados em causa, mas sim a eventual afirmação de Nuno Crato de que não conhecia o parecer feito pela mesma. O melhor mesmo é lerem o artigo em causa... 

14 comentários:

  1. Já se vê que deveria de haver uma prova de ingresso para candidatos a Ministro de Educação

    ResponderEliminar
  2. Novela mexicana!! Daquelas que nunca mais acabam! É que isto ainda irá continuar... Pouca vergonha!!!

    ResponderEliminar
  3. Isto é um VERDADEIRO ESCÂNDALO!
    Mais um!
    Isto é o que ainda vai vindo a público. Muitas trafulhices nem sonhamos com elas.
    Então depois da Procuradoria Geral da República e do Provedor da Justiça darem pareceres favoráveis estes LADRÕES vão pedir pareceres pagos a peso de outro.

    E ninguém vai preso nesta república das bananas.

    QUE NOJO!

    ResponderEliminar
  4. 61.000 euros são mais de 12.000 contos em moeda antiga. É muito dinheiro!

    Algumas propostas para cortar despesa pública:

    - Os gabinetes dos Ministros e dos Secretários de Estado deviam ser proibidos de recorrer a gabinetes e escritórios de "consultores". Há licenciados em Direito nos quadros da Função Pública;

    - Redução do número de deputados de 230 para 150;

    - Extinção das Juntas de Freguesia do litoral do país;

    - Fim do pagamento de senhas de presença a membros das Assembleias de Freguesia, Assembleias Municipais e Assembleias Metropolitanas;

    - Fusão de Câmaras Municipais;

    - Corte de apoios a fundações de utilidade duvidosa e extinção de alguns institutos públicos;

    - Fim das despesas de representação;

    - Substituição dos topos de gama da frota automóvel do Estado por viaturas mais modestas;

    - Confisco (na medida do possível) de património detido por personalidades ligadas a casos como o do BPN;

    ...

    ResponderEliminar
  5. Vejam lá, não reclamem muito, senão os senhores tais vão continuar a convocar conselhos de ministros e a receber senhas de refeição só por irem para lá à noite;))

    Mas é por estas e por outras que vou pedir mais uma vez a compensação, porque um ano já cá cantou :)

    ResponderEliminar
  6. No sítio eletrónico do Diário Económico estão a fazer uma sondagem para aferir quais os ministros que deverão ser remodelados.

    Vamos lá em massa votar para que Nuno Crato seja remodelado.

    Para já, o Relvas lidera... destacado.

    ResponderEliminar
  7. Será que este tipo sabe o que faz!!! O que faz muito bem é gozar com os prof(trauma de infância) e aínda acha muita piada. Quanto a nós fazemos sempre figura de "parvos" porque vamos sempre nas cantigas deste "iluminado".

    ResponderEliminar
  8. Bruno,
    Eu acrescento que se me quiser deslocar para o meu local de trabalho tenho que ter carro ou vou de transportes públicos.
    Esses senhores tal como qualquer pessoa deviam ir no seu próprio carro, nós é que pagamos para eles.

    ResponderEliminar
  9. Para anónimo das 10h47...

    É verdade Amigo (a). O Presidente da Câmara lá da minha terra tem todos os dias carro e motorista à porta de casa. Então ele não podia ir no seu carro até à Câmara?! E, depois, uma vez lá, aí sim utilizaria o veículo que a autarquia coloca ao seu dispor quando está ao serviço da Câmara.

    Enfim...

    ResponderEliminar
  10. Mas não há várias decisões dos tribunais a obrigar a pagar?
    Já não há espaço para recursos e manobras para empatar os tribunais.
    Portanto, não se justifica pagar por qualquer parecer.
    Agora Crato só pode imitar a Lurdinhas e recusar-se a cumprir decisões dos tribunais. E mostrar, mais uma vez, a sua verdadeira face.

    ResponderEliminar
  11. Nem li a notícia. Mas se calhar gastou 61 mil para não ter de pagar 30 mil. É o costume, se assim for.

    ResponderEliminar
  12. É PARA VOÇÊS VEREM O QUE É A POLITICO-MAÇONARIA E A CORRUPÇÃO.

    Mas há mais, vão lá ver para onde foi o dinheiro "poupado".

    Vão lá!

    ResponderEliminar
  13. "Mas não há várias decisões dos tribunais a obrigar a pagar?"

    Quais tribunais? Não leu uma noticia no jornal que muitos juizes são maçons? Ou quere que lhe faça um desenho?

    Isso é público ou quase.

    ResponderEliminar
  14. "No sítio eletrónico do Diário Económico .."

    ISSO É PARA ENTRETER OS PARVOS?

    SE É PARA O ATUAL MINISTRO SAIR, IR PARA A CGD E AINDA RECEBER UMA BRUTAL INDEMNIZAÇÃO E UM OUTRO ILUMINADO APANHAR O LUGAR DELE E CONTINUAR A POLITCA DOS ILUMINADOS,

    DEIXA-TE ESTAR QUIETO !!!!


    Arranja um chupa-chupa para te entreteres é melhor.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...