segunda-feira, 9 de abril de 2012

Contratados a termo certo podem perder direito a compensação por caducidade

Contratados a termo certo perdem compensação

Comentário: Para já estamos perante uma proposta a ser discutida amanhã entre sindicatos e o Ministério das Finanças. Mas é profundamente preocupante a intenção governamental de cortar nas compensações. 

Passo a citar parte do artigo para que vocês compreendam a gravidade da proposta: 

"De acordo com o documento do Governo, "o contrato caduca automaticamente no termo do prazo estipulado desde que a entidade empregadora pública não comunique à outra parte, por escrito, 30 dias antes de o prazo expirar, a vontade de o renovar". 

Acrescenta ainda que "a caducidade do contrato a termo certo não confere ao trabalhador o direito a compensação"." 

Mas as novidades não param por aqui. Também nos contratos a termo incerto existem alterações relativas à fórmula utilizada para o cálculo da compensação. Isto está realmente mau.

15 comentários:

  1. Claro! Os professores vão perdendo tudo e caladinhos! Porque não vêm para a rua agora, como fizeram em 2008?!

    ResponderEliminar
  2. Também me faço a mesma pergunta. Não compreendo o que se passa...

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. desculpem, eu estive o ano passado a substituir, uma colega até 31 de agosto(é contrato a termo certo???), entreguei na escola a minuta a pedir a compensação, e ainda não me responderam, já alguém recebeu resposta??ou recebeu a compensação???gostaria se alguém soubesse me respondesse...obrigado

    ResponderEliminar
  5. Então... e que tal os sindicatos fazerem pela vida dos seus associados, dando o mote e o pontapé de saida para que os professores adormecidos acordem da letargia em que se encontram! Será que só servem para estarem sentados com o o Sr ministro C(rato), a pseudo-negociar em prol dos seus sócios? Se os sindicatos não se mexem de forma visível, mais vale fecharem portas! Não estão cá a fazer nada. Presumo que grande parte destes senhores que fazem parte integrante dos sindicatos, venham a padecer de problemas cardiovasculares, visto que o ócio e a obesidade devem ser bem grandes.

    ResponderEliminar
  6. Estou de acordo com a Graça Sampaio.
    Que raio se passa com os profs?

    ResponderEliminar
  7. Tb não estou a perceber a história, então mas já o ano passado não recebemos a compensação, ou estou a ver mal o filme?

    ResponderEliminar
  8. então vão pagar o que nos devem???

    ResponderEliminar
  9. então não percebem??? é que isto não toca aos do quadro.... e eles querem lá saber dos contratados... têm o seu tachinho assegurado.

    ResponderEliminar
  10. não percebi, esta lei tem efeitos retroativos??ou seja quem não recebeu a compensação do ano passado, com esta lei, o estado não paga mesmo????alguem sabe como funciona esta mmmmmmmer.....incrivel

    ResponderEliminar
  11. Greve às avaliações...greve por tempo indeterminado...ou q n se pague mais cotas a sindicatos q só zelem por professores de carreira...pois os contratados até ver n são professores... são patrocinadores dos mesmos para estes deefenderem os professores q já estão nos quadros...

    ResponderEliminar
  12. Fala-se muito no people do quadro.. Mas olhem k a atitude deles é normal/natural.. Todos ou quase todos somos assim! Pensamos no que é melhor para nós (mal seria se assim n fosse) e desvalorizamos os problemas dos outros..
    A título de exemplo, queremos lá nós (contratados) saber do problema da mobilidade com k se deparam alguns efetivos? alguém está preocupado com isso? Eu não... Não é nada cmg..
    Há people do quadro muito porreiro.
    Pedro_Norte (chat)

    ResponderEliminar
  13. se alguém com problemas de mobilidade que seja do quadro, quiser trocar os seus problemas pelos de um contratado...diga q faço uma permuta c o mesmo lol
    sim há professores do quadro bem porreiros e políticos tb pena é olharem só para sua "quintinha"!

    ResponderEliminar
  14. Ando desde Setembro a enviar cartas para o MEC (escritas pela advogada do sindicato)devido à compensação por caducidade do contrato, em nenhuma delas obtive resposta, agora querem (sindicato) que exija através do tribunal que me respondam... Para isso teria que pagar €90... Só para que me respondam, sem qualquer garantia de pagamento da compensação..
    Não percebo porque é que algumas pessoas receberam e outras nem obtêm resposta...

    ResponderEliminar
  15. Olá, boa noite...
    Então o contrato a termo certo não são os trabalhadores contratados? Que eu saiba no ano passado não se pagaram compensações... E os sindicatos, e os colegas do "quadro", alguém se mexeu verdadeiramente? Não... Estavam à espera do quê, quando as pessoas não se queixam, eles aproveitam e tomam medidas alargadas.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...