quarta-feira, 27 de julho de 2011

Mais más notícias


Comentário: Nada que já não se soubesse (por se ter atingido limites temporais de mobilidade), no entanto, são números que não deixam de assustar e que somados a todos as outras variáveis negativas, transforma aquilo que já era muito mau num autêntico atentado...

Parece-me que as estimativas de Mário Nogueira (relativas ao número de colegas contratados que irão para o desemprego a partir de Setembro) estarão mais próximas da realidade do que qualquer um de nós pensava. Nunca vi tantos professores do quadro a irem a concurso como este ano...

5 comentários:

  1. Pois é, vai custar bastante a alguns ter de voltar a trabalhar, voltar a dar as aulas que é coisa de que nunca gostaram. Nunca percebi como é que alguém que quer ser professor se pode candidatar ao exercício de funções administrativas. Se não querem dar aulas deixem de ser professores e optem por outra carreira.
    Só lamento é que venham a retirar emprego a muita gente competente que tem andado por aí nas salas de aula a cumprir as suas funções.

    ResponderEliminar
  2. A má notícia está apenas num aspecto: isso impedirá a colocação de muitos professores e vai atirá-los para o desemprego. Mas, por outro lado, é verdade que muitos dos destacados nas DRE e afins eram uns autênticos parasitas. Eram ou são? Tenho pena dos alunos que lhes vão caber em sorte!

    ResponderEliminar
  3. A minha pergunta continua a ser: Haverá lugar para Contratados??

    ResponderEliminar
  4. Quando falam nos professores destacados que vão voltar às escolas não se estão a referir aos DAR, pois não?

    ResponderEliminar
  5. Já esperava que as coisas continuassem a piorar, mas mesmo assim fico triste, para não dizer desesperada.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...