segunda-feira, 13 de junho de 2011

Um problema...

... complicado de resolver. Será que me querem levar à loucura? Será que não se dão ao trabalho de ler o que escrevo neste blogue (aqui e acolá)? Será que o meu domínio da língua portuguesa é insuficiente para me fazer compreender?

Por favor... A partir de agora todos os pedidos de exemplos de modelos de auto-avaliação preenchidos vão para a caixa de spam. E um endereço de correio electrónico uma vez na minha caixa de spam, para sempre na caixa de spam. Assim não serei novamente importunado por estes colegas que não se preocupam com a minha sanidade mental nem com o altruísmo de outros.

35 comentários:

  1. Boa Ricardo! Está tudo a ficar pirado?

    ResponderEliminar
  2. Estão pirados e estão bastante inspirados para me pôr maluco! Eh eh eh

    ResponderEliminar
  3. Mas eu sei que tens por isso vê se tratas de os colocar pois eu tenho que entregar o meu até ao fim desta semana. Já estou à espera desde que colocaste o número dois. Estás a ser egoista pois tendo dois são esses dois que tens de colocar para nos irmos desenrascando. Afinal para que serve este blogue???????? Não é para partilhar??? Então partilha e deixa-te de tretas que estamos muitos à espera. Deves estar a rir-te às nossas custas. Isto não se faz.

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o António. Este blogue serve para partilhar e não é isso que tem vindo a ser feito.

    ResponderEliminar
  5. Olá Ricardo!
    Hoje de tarde enviei-te mais um relatorio de auto-avaliação preenchido. Já deves ter 3, ou não?! 2+1=3
    Ou será que o que enviei já era repetido?

    ResponderEliminar
  6. Geeeente!!! Mas que é isto?!!! (Como diz uma das minhas alunas!) Está tudo a ficar pirado ou endróminado...no mínimo.

    Calma que não é para tanto. É apenas um relatório. Mais um de inúmeros papéis, papelinhos e papeletas que nos é exigido. Não acham que estão a gastar demasiada energia e a atribuir demasiada importância a uma questão que, no meio de tantas outras, tem um valor menor (muito menor)?

    Respirem fundo e reencaminhem as energias para questões como as que são levantadas com o post "Avaliações "malandras"". Isso sim é uma questão grave,gravíssima, que merece toda a nossa atenção (assim como da sociedade em geral), pois as consequências que dela advêm são tremendamente assustadoras. Sim, porque imaginar esta geração das camadas mais jovens a ocupar cargos sociais de relevo daqui a uns anos...é para ter medo, muito medo!!! (Vá, eu sei que alguns escapam. Ainda há alunos esforçados e empenhados, que se preocupam em obter bons resultados. São é cada vez menos...)

    Susana Martinho

    ResponderEliminar
  7. Cara Susana,
    Acho muito interessante o seu post, mas não se esqueça que este "mero relatório" pode implicar a minha colocação no próximo ano lectivo?
    é o nosso futuro que está em jogo!
    tenho que fazer o melhor que puder! E conto com a vossa ajuda!

    ResponderEliminar
  8. Para o anónimo das 22:14

    Eu sou uma das pessoas que já enviou o relatório para o Ricardo, mais por consideração a ele e por reconhecimento pelo serviço que ele aqui presta a todos nós,do que pelos pedidos que aqui surgem. Este blogue é algo que lhe dá imenso trabalho e pelo qual ele não recebe nada em troca(pela tua parte parece que nem um obrigado. Será que já pensaste nisso? Se não o fizeste, ainda vais a tempo.)

    Não conheço o Ricardo de lado nenhum, mas sei que ele não tem obrigação nenhuma, com nenhum de nós. Assim como eu também não tinha obrigação nenhuma de partilhar nada com ninguém e são comentários como o teu que desmotivam quem até está disposto a partilhar e dá de si (sim, porque o Ricardo dá muito de si na elaboração e manutenção deste blogue).

    E não percebo tanta espera e tanto desespero por algo que ninguém vos garante que esteja correcto. Sim, porque estamos todos um tanto ou quanto às cegas, até mesmo quem já fez e entregou o bendito relatório, pois não há ainda qualquer retorno pelas entidades competentes.

    Se se mexessem mais pelo que realmente vale a pena. Isso é que era...

    ResponderEliminar
  9. Concordo q o Ricardo nos tem ajudado mto porisso é q esta tudo á espera q ele publique o q ja tem pois confiam nele embora eu compreenda o seu cansaço. de qqq maneira se ja tem 3 penso q seria boa ideia postar pois assim ja não o chateavam.De qq maneira obrigada ao Ricardo e a quem enviou os relatorios.fiquem bem!
    Anonima cansada

    ResponderEliminar
  10. Esta gente está mesmo pirada!
    Como é que é? Ordena-se? Exige-se?
    Ó Ricardo, respira fundo...Dá uma passeata aí pelas tuas bandas ou vê os perdidos na tribo...Bolas...

    ResponderEliminar
  11. ProfDesperado (ou será que é desesperado?),

    não achas que está a minimizar demasiado o teu trabalho e a dar a entender que até nem mereces um MB ou um Exc, ao afirmares que a tua colocação no próximo ano (acho que te referes à tua nota na ADD) está dependente de um relatório, ainda mais elaborado por outra pessoa?!

    Adaptando o antigo soglan da Matinal e passando a publicidade: se os professores não se valorizarem a si próprios, quem o fará?
    Quanto mais baixarmos a cabeça, quanto mais levaremos nela e mais espezinhados seremos. Espevitem.

    Susana Martinho

    ResponderEliminar
  12. Ah! Já agora, eu vou para o desemprego no próximo mês e não tenho grandes expectativas de ser colocada no próximo ano, com ou sem grande nota no relatório.
    São já os resultados das injustiças entretanto criadas por tal modelo de ADD.
    Quanto mais tempo de serviço a pessoa tem, mais desce na lista de ordenação.

    Susana Martinho

    ResponderEliminar
  13. *slogan (acho que já estou a dar o tilt também) :)

    E Ricardinho, a Maria dá bons conselhos!!! :)

    ResponderEliminar
  14. Ora aqui está um bom exemplo da união podre que reina na classe docente. Muito umbigo!
    Um abraço.
    P.S. "Pobres e mal agradecidos", uma vergonha!

    ResponderEliminar
  15. Já aqui neste blogue me disseram que devo pertencer à classe dos professores com "super-poderes". Pois é, incluido "nesses", deve estar o dom da premonição:

    Junho 10, 2011 11:24 PM:

    "Curiosamente (ou não), se for feita uma análise detalhada acerca dos posts relativos a este tema e o número de comentários aos mesmos, estaremos perante um "Top 10". Porque será?

    Vou, mais uma vez, citar um "velho amigo":
    "Todo homem que lê demais e usa o cérebro de menos, adquire a preguiça de pensar."
    (Albert Einstein)

    Sempre "atentamente",

    Ana

    P.S.: O trabalho elaborado pelo Ricardo e outros colegas da blogosfera, qualquer um de nós o pode fazer, bastam apenas três ingredientes: ler a legislação, ter confiança no trabalho realizado e usar a "inteligência"."


    P.S.2: Pelo menos podiam deixar de parte essa obcessão, uns minutos que fossem, e parar para pensar que o Ricardo e outros colegas DISTINTOS da blogosfera fizeram, fazem e farão mais do que que qualquer sindicalista com redução parcial e/ou total do horário lectivo e não-lectivo.

    Mais uma vez "atentamente",

    Ana

    ResponderEliminar
  16. O Relatório só tem 6 páginas, no máximo, escrevam o mínimo possível e deixem-se de grandes elaborações. Este modelo tem os dias contados, porquê tanta preocupação?

    ResponderEliminar
  17. Ana, acredita que tinha lido esse teu comentário anterior e estive em vias de referir a citação que tinhas colocado (e que voltaste a referir agora) num dos meus comentários acima.

    Quanto ao resto, também estou plenamente de acordo contigo. O que vale é que, apesar dos pesares, ainda há colegas que se sabem unir e reconhecer o esforço dos outros.
    Enfim, alguns exemplos dados por alguns colegas nestes comentários, ainda me "assustam" mais do que pensar no nosso futuro entregue nas mãos da próxima geração, quando ocupar determinados cargos. O exemplo vem de cima e quando o professor dá exemplos como esses, não se pode exigir melhor nem diferente aos alunos.

    Susana Martinho

    ResponderEliminar
  18. Nojo1:
    António disse...
    "Mas eu sei que tens por isso vê se tratas de os colocar pois eu tenho que entregar o meu até ao fim desta semana. Já estou à espera desde que colocaste o número dois. Estás a ser egoista pois tendo dois são esses dois que tens de colocar para nos irmos desenrascando. Afinal para que serve este blogue???????? Não é para partilhar??? Então partilha e deixa-te de tretas que estamos muitos à espera. Deves estar a rir-te às nossas custas. Isto não se faz."
    Nojo2:Anónimo disse...
    "Concordo com o António. Este blogue serve para partilhar e não é isso que tem vindo a ser feito."
    Nojo3:
    ProfDesperado disse...
    "Cara Susana,
    Acho muito interessante o seu post, mas não se esqueça que este "mero relatório" pode implicar a minha colocação no próximo ano lectivo?
    é o nosso futuro que está em jogo!
    tenho que fazer o melhor que puder! E conto com a vossa ajuda!"

    Jake

    ResponderEliminar
  19. Ricardo,
    eu não publicava nada, depois destas pérolas que citei em cima.

    Desenmerdem-se.
    Agora estão à espera da porcaria do relatório da AA feito por outros para o MB???? Mas que é isto??
    E exigem? e pedincham? e TÊM SANGUE??????
    São isto os MB's???
    Não quero nenhum para professor dos meus filhos..!
    Jake

    ResponderEliminar
  20. Não dá para entender o desespero à volta do relatório... é verdade que é tudo estranho e complica até certo ponto, mas somos professores. Pode-se pedir opiniões, partilhar experiências, mas estar à espera que os outros resolvam a questão e editem um "relatório já preenchido", para que possam livremente insipirar-se no modelo, já é um pouco demais. Fiz o meu nos últimos dias, é de alguma complexidade, é certo, mas temos (ou deveríamos ter) a capacidade de nos desenrrascarmos e elaborar um, sem ajudas de 3º grau. O Ricardo gere um blogue, tem opiniões muito próprias (e é suposto tê-las) com as quais, pelo seu radicalismo, nem sempre concordo. Mas acusá-lo de egoísmo é falso e injusto. E não me parece que haja a obrigação da sua parte de fazer o que quer que seja. Sejam humildes e agradeçam o esforço que ele faz constantemente no sentido de nos proporcionar vários tipos de esclarecimento. De facto, haja paciência, porque o nível de loucura está elevado e parece-me que turva algumas memórias mais desesperadas... deve ser mesmo o desespero.

    ResponderEliminar
  21. O que nos vai valendo são estes apontamentos de humor fino com que nos vão brindando nos comentários!

    Não fosse isso, ia julgar que o trabalho voluntário duro de ajuda do Ricardo tinha aberto balcão, ou comprado por alguma consultora que cobra milhões!(por ler)

    Ia lá eu acreditar que colegas tivessem tamanha falta de respeito!

    ResponderEliminar
  22. Pois... Só pode mesmo ser brincadeira! professores, ou gente que se julga tal, a ter atitudes destas? A exigir? A pedir??? Mas que raio de professores são estes? Tiraram os cursos nas NO, só pode! Onde nunca tiveram que fazer qualquer esforço! Sejam humildes e valorizem o trabalho (excelente, por sinal) deste nosso colega Ricardo!
    Obrigada, Ricardo e não desistas nunca!

    ResponderEliminar
  23. Os oportunistas são assim: jogam sujo, copiam o trabalho dos outros; para fazerem brilharetes com o suor dos outros. Eu por mim não partilhava nada com este tipo de gente: em suma, chicos espertos que depois aparecem com o asterisco à frente do nome e assim passam à frente da gente honesta e trabalhadora.

    ResponderEliminar
  24. É mesmo isso, José Alexandre! Depois vamos ver as listas e vemos colegas que qd abrem a boca só saem asneiras, que nada de jeito fazem, mas têm um asteriscozito à frente! Eu não tenho e farto-me de trabalhar!

    ResponderEliminar
  25. Estes são os comentários numa classe profissional onde a quase totalidade é licenciada, onde há mestres e doutores?
    Interessante a leitura destes comentários!

    ResponderEliminar
  26. Realmente, é muito interessante a leitura destes comentários!
    Uns exigem, outros lamentam-se por não terem um "asterisco" ... é só pérolas!!
    Pois bem, não tenho asterisco nenhum à frente do meu nome, ainda não fiz o relatório e estou tão preocupada que acho que nem vou dormir logo à noite!

    ResponderEliminar
  27. Não estava a par dessa pressão mal-educada e só soube pelo P. Guinote.

    Não deixes que essas coisas te perturbem.

    Solidariedade : )

    ResponderEliminar
  28. A bem da educação deste país, espero que o "António" e todos os Antónios fiquem muito rapiadamente desempregados. Patéticos, oportunistas, vigaristas, copiam por relatórios já feitos e ainda têm a distinta lata de exigir?

    Por estas e por outras (que também vou vendo à minha volta), com as devidas excepções, que existem, é que não tenho a mínima consideração pelos contratados. E vão colher o que estão a semear, mas quando se apreceberem, se calhar já vai ser tarde.

    Quanto ao Ricardo, gabo-lhe o altruísmo e a paciência.

    ResponderEliminar
  29. O meu comentário tem gralhas. Só vi depois de reler agora. Paciência.

    ResponderEliminar
  30. Deixa lá Ana! Devem ser efeitos da indignação de alguns comentários por parte de alguns colegas. Eu fui afectada por essa indignação ontem e acabei por tratar o António por Anónimo, sem querer (ou seja, também lá foi uma gralha). Hoje estive em vias de vir aqui pedir desculpa pelo facto, pois não foi intencional. No entanto,ao fim de uns segundos,António ou Anónimo, não me pareceu que fizesse grande diferença, dentro do contexto em questão.

    Gostaria é que os colegas parassem com essa distinção entre professores contratados e dos quadros, pois, pelo que aqui tenho visto, não há uns melhores, nem piores do que os outros. Encontra-se de tudo um pouco e os dois domínios estão presentes em ambas as dimensões. Basta estar-se atento às evidências dos comentários (entre outras). ;-)

    ResponderEliminar
  31. Quem assim mal-educado e oportunista não merece ser professor. Professor de vigarice? Não, obrigada!

    ResponderEliminar
  32. Concordo com tudo o que aqui foi dito em prol deste blogue! E é óbvio que exigências e pedidos mesquinhos são toalmente desnecessários! Aliás, este blogue seve para partilhar informação e não para COPIAR o que quer que seja! E desde já aproveito para agradecer ao Ricardo tudo o que tem feito! Ele não é, nem nunca foi obrigado a fazer o que faz!
    Não concordo também com as diferenças entre "categorias" de professores! Sou contratda já há vários anos e não me sinto inferior por isso!!! Penso que todos somos professores e como em todo o lado há sempre quem trabalhe bem e quem trabalhe mal.

    ResponderEliminar
  33. Há por aqui muito fdp, ainda por cima com exigências!
    tenham vergonha!

    Obrigada Ricardo pelo teu trabalho.

    ResponderEliminar
  34. Há por aqui muito fdp, ainda por cima com exigências!
    tenham vergonha!

    Obrigada Ricardo pelo teu trabalho.

    ResponderEliminar
  35. Ana Mendes da Silva, a questão não se prende por ser contratado ou não. Pessoas oportunistas e que se encostam no esforço dos os outros há em todas as categorias. Com a sua experiência, deve sabê-lo melhor do que eu. Já foi contratada, julgo, então ponha-se na pele dos que trabalham nessas condições. Comentários como o seu só reforçam a mesquinhez de "antónios" e afins. Felizmente o que vou vendo à minha volta são exemplos diferentes de contratados e tb atitudes diferentes de professores vinculados.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...