sexta-feira, 17 de junho de 2011

O currículo de Nuno Crato

O escolhido para assumir a pasta da Educação é professor catedrático de Matemática e Estatística no ISEG, em Lisboa, onde se licenciou, e é pró-reitor para a Cultura Científica da Universidade Técnica de Lisboa.

Crato foi destacado pela UTL para presidente (CEO) da Comissão Executiva do Taguspark. Foi ainda presidente e coordenador científico do Centro FCT Cemapre até Janeiro de 2011. Foi presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) de 2004 a 2010 e é presidente da Assembleia Geral do Centro Internacional de Matemática (CIM).

Estudou na Faculdade de Ciências de Lisboa, licenciou-se em Economia no ISEG, onde depois obteve o grau de mestre em Métodos Matemáticos para Gestão de Empresas. Trabalhou na Norma, foi director de estudos e consultoria da Norma-Açores e trabalhou como consultor de planeamento e de previsão económica. Doutorou-se em Matemática Aplicada nos Estados Unidos e trabalhou depois nesse país muitos anos, como investigador e professor universitário.

O seu trabalho de investigação incide sobre processos estocásticos e séries temporais com aplicações várias, nomeadamente computacionais e financeiras.É membro de várias sociedades científicas internacionais, nomeadamente da American Statistical Association e do International Institute of Forecasters. Foi Presidente do International Symposium on Forecasting em 2000. Tem trabalhos de investigação publicados em diversas revistas internacionais da especialidade, nomeadamente Statistical Papers, Comp. & Operations Research, Communications in Statistics, J. of Econometrics, J. of Automated Reasoning e J. of Forecasting.

Em paralelo com o seu trabalho académico, tem-se empenhado nadivulgação científica. Colabora regularmente na imprensa, principalmente no semanário "Expresso" onde mantém desde 1996 uma coluna semanal de divulgação científica, e tem colaborado com vários programas de televisão, nomeadamente o 4xCiência, o 2010 e oABCiência, e de rádio, nomeadamente o 3 minutos de ciência na Rádio Europa.

Participa actualmente como residente do programa Plano Inclinado. É autor de "Zodíaco: Constelações e Mitos" (Gradiva, 2001),"Passeio Aleatório" (Gradiva, 2007) e "Matemática das Coisas" (SPM/Gradiva, 2008); é co-autor de "Eclipses" (Gradiva, 1999), "Trânsitos de Vénus" (Gradiva, 2004), "A Espiral Dourada" (Gradiva, 2006), de "Relógios de Sol" (CTT, 2007) e outras obras de divulgação.

Publicou também "O Eduquês em Discurso Directo: Uma Crítica da Pedagogia Romântica e Construtivista" (Gradiva, 2006),coordenou "Desastre no Ensino da Matemática: Como Recuperar o Tempo Perdido" (SPM/Gradiva, 2006), organizou a colectânea "Ser Professor, de textos de Rómulo de Carvalho" (Gradiva, 2006), e coordenou a conferência internacional Gulbenkian de educação de 2008, Matemática e Ensino: Questões e Soluções. É membro do Conselho Científico da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

A Sociedade Europeia de Matemática atribuiu-lhe em 2003 o Primeiro Prémio do concurso Public Awareness of Mathematics pelo seu trabalho de divulgação. A Comissão Europeia galardoou-o em 2008 com um European Science Award, ficando em segundo lugar na categoria de Science Communicator of the Year. Em 10 de Junho de 2008 foi agraciado com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

2 comentários:

  1. Nuno Crato que acabe com o despotismo dos directores e com o ridículo da ADD.

    ResponderEliminar
  2. Antes de estuadar na faculdade de ciencias (em que ano?) e se licenciar em economia no iseg (em que ano?, fez um mestrado em econometria (em que ano?) não foi jornalista? (deu aulas também, em que ano?).
    Depois fez um doutoramento em matemática nos eua (em que ano?)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...