quarta-feira, 13 de abril de 2011

Desabafo...

Criei este blogue com o intuito de informar os colegas de profissão dos últimos acontecimentos, das mais recentes alterações legislativas, das iniciativas de contestação às políticas educativas de Sócrates, mas acima de tudo para sentir o pulsar dos meus colegas no que concerne às suas preocupações, às suas motivações e opiniões.

Não continuo a actualizar este blogue porque gosto de ler várias vezes ao dia aquilo que escrevo, a minha opinião ou análise das diversas temáticas que vão surgindo... Não sou narcisita. Como dizia um colega meu de escola, "50% do interesse do teu blogue são os comentários". Pois bem, os comentários que vocês vão fazendo são mesmo o principal motor de motivação para continuar a elaborar posts.

Nestes últimos meses, tenho-me deparado com um corte substancial no número de comentários... E proporcionalmente, a minha motivação tem vindo a decrescer. É algo inevitável e bem compreendido por quem mantém um blogue (qualquer que seja a temática de origem). Mas também não posso dizer que não conheço ou compreendo os motivos desse "afastamento"...

A motivação surge da discussão... do cruzamento de opiniões... do desabafo... da partilha... E sinceramente, o que tem acontecido ultimamente neste blogue é algo num só sentido (ou quase), que (associado à actual política educativa e à forma como este governo tem tratado os professores) acaba por me cansar. Revejo neste blogue aquilo que acontece nas salas dos professores. Uma espécie de "homilia" para a qual reconheço já não ter paciência nem vontade. Os colegas já não conversam, já não discutem... apenas ouvem... somente obedecem a ordens, ao preenchimento de papéis e à sua rotina de deslocação casa-escola-casa. É triste, mas é a triste realidade.

Assim, gostaria de vos desafiar a deixarem a letargia da leitura e a passarem à acção, comentando, opinando, contestando, discordando ou pura e simplesmente, ajudando com links de notícias ou temas para serem aqui discutidos numa espécie de tertúlia.

58 comentários:

  1. No meu caso, é a leitura deste e outros blogues que me vai dando força; não fazendo comentários, leio o blogue diáriamente. Penso que a tal falta de comentários se deve a uma particular fase de expectativa...
    De qualquer forma, o meu obrigado, colega!

    ResponderEliminar
  2. O seu blogue vai-me dando forças para continuar, mas também sinto o que o colega refere:uma profunda letargia e passividade por parte dos colegas na sala de professores.Anda tudo a dormir e, afinal, esta avaliação, pelos vistos, até é boa!?Não desista, colega!

    ResponderEliminar
  3. Continue, se precisa de aprovação tem da minha parte mais uma, não se deixe contagiar pela letargia evidenciada pela maioria dos colegas, utilizo o seu blogue quer como forma de me manter relativamente actualizado no que concerne à legislação mas também como bóia de referência.

    ResponderEliminar
  4. Ricardo,
    compreendo o teu desalento. É talvez o que muitos de nós sentimos, impotentes perante o "faz" e "desfaz" a que assistimos de há uns anos para cá...
    Parece que não há nada a fazer e só nos resta baixar os braços e resignarmo-nos...
    É nesses momentos que as tuas palavras nos acordam. "Mea culpa" pois também as leio, as sinto, "visto-as" e sigo em frente, cheia de esperança...

    Por favor, em nome de todos aqueles que te visitam em silêncio,resiste e não pares...

    ResponderEliminar
  5. Olá Ricardo

    Já são anos de companheirismo e já não imagino como seria não "te ler" semanalmente...tu tens sido um AMIGO a valer bem melhor do que muitos que temos aqui bem perto pois não há noticia, decreto, novidade, reflexão séria e importante que tu não publiques e que MUITO NOS AJUDA a enfrentar os momentos mais dificeis com que nos deparamos nesta nobre mas cada vez mais desanimadora actividade...desanimadora porque a burocracia das papeladas enfraquece o gosto que possuo na minha actividade...Não me imagino sem a minha profissão que adoro e sem o teu blogue que já faz parte da minha carreira. Por favor continua connosco pois o teu trabalho aqui também é importantíssimo. OBRIGADA de coração pelo tempo que nos dedicas e desculpa a minha passividade. BEM HAJAS e tudo de bom ao casal :-)

    ResponderEliminar
  6. Não desanime e procure encontrar motivação, está bem? Está no caminho certo, e mais importante, ajuda a que muitos dele não saiam...um abraço!

    ResponderEliminar
  7. Concordo e entendo o que disse sobre a sua falta de motivação e prometo não deixar de comentar aquele que é o meu blog de referência e que visito diariamente!

    ResponderEliminar
  8. Ricardo, O que mais aprecio neste blogue é a sensatez dos teus posts. Concordo com o teu desabafo. Contratada há 16 anos e sem qualquer perspectiva de futuro, sinto-me farta e cansada. Parece-me que a letargia é geral (não apenas na nossa profissão). Onde estão aqueles que tão interventivos foram no passado? O têm eles a dizer de tudo isto? Deixou de se pensar em Portugal? Tens de continuar, Ricardo...
    Fica aqui um exemplo de luta e de experança...

    http://letras.terra.com.br/sergio-godinho/498158/

    ResponderEliminar
  9. Desculpa, cliquei na tecla errada e não consegui enviar o meu nik.

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    apesar de nem sempre comentar, este, é um dos blogs que visito sempre. Obrigada por continuar. Pela minha parte vou tentar comentar mais vezes. Confesso que "quebrei" ainda mais com o envio da ADD para o TC. Abraço

    ResponderEliminar
  11. Leio diáriamente este blog.Parabéns pelo trabalho prestado, especialmente aos contratados (que é o meu caso).
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  12. Força Ricardo, os professores estão ao teu lado.

    É preciso ter esperança…

    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. Ricardo,
    Realmente os comentários não são muitos e as razões são as referidas por ti. Esperemos que o pessoal para o 3º período fique "mais activo". Continua pois nós já sentimos necessidade de passar por cá. Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. Compreendo-o.

    Sendo também um "blogueiro" partilho da sua opinião quanto à necessidade dos comentários para nos dar alento e manter o blogue vivo. Eu também me deparo com a falta deles.

    Resta-me o número de visitantes para me "energizar" e saber se vale a pena o esforço. É que, mesmo não parecendo, são várias as horas dedicadas a este "hobby", principalmente quando temos a responsabilidade de não desiludir quem nos segue. Certo?

    Abraço!

    ResponderEliminar
  15. Em geral, as pessoas não comentam. Já acontece isso no meu blog. Também, em tempos, cheguei a escrever um post do género deste, a "queixar-me" da falta de comentários e não mudou nada porque a vida das pessoas é cada vez mais rápida, as pessoas têm cada vez mais pressa, dão uma vista de olhos pelos posts e não comentam. A partir daí, a minha motivação deixou de ser o número de comentários, mas sim o número de visitas diárias.
    Não desmotives por causa disso. De certeza que até tu não comentas todos os posts de todos os blogs que lês, certo? :)

    ResponderEliminar
  16. Colega

    Não desanime! Venho aqui várias vezes ao dia! Confesso que nunca me inteirei da importância atribuída à minha opinião.Em termos de blogues, claro!

    Lamento se não as transmito com a frequência necessária mas acho que falo demais. Por isso, às vezes, permito-me pecar antes por defeito.

    Sou muito activa. Inclusivé num partido de esquerda da oposição. Ajudo o sindicato profissional como simpatizante e sócia porque sei que se não nos ajudarmos, entre nós, mais ninguém o fará. Os blogues também fazem parte desse dever cívico. É altura de união e não o inverso!

    Devemos auxiliarmo-nos como pudermos. Esse é o meu lema. Por isso aqui deixo o meu apelo: não deixe de partilhar e de dar forma escrita aos pensamentos. Eu, pelo meu lado, nunca baixarei os braços.

    Sou professora há 14 anos e sejam quais forem as épocas, os ciclos políticos, os sindicatos (ou não), aqui estarei sempre e pode contar com o meu pensamento (embora nem sempre activo e dialogante).

    Uma sua colega.
    Até logo.

    ResponderEliminar
  17. A falta de comentários, na minha opinião, deve-se à perda de interesse do Blog. Tudo o que se afirma, para ser contra, para ser contra, tem duração limitada. Força aos professores que cdentram a atenção nos seus alunos.

    ResponderEliminar
  18. não não não deixes de postar ricardo, "peliiiise"
    mas claro que quem lê sabe muito bem ,que nem tudo é contra neste blog, o joão das 3:57 ,só vem cá de vez em quando,concerteza...
    claro que este blog tem interesse tem muitas informações de legislação que o ricardo coloca aqui , faz montes de análises do que se passa, ... é óptimo este blog para nós tomarmos consciência!!! parabéns!celeste

    ResponderEliminar
  19. Olá Ricardo!

    Sou visitante assidua do teu blogue ainda há dias fiz um comentário.
    O numero de visitante é realmente muito elevado.
    é claro que a ansiedade da suspensão da avaliação continua pressa à nossa vida profissional.
    vivemos todos um periodo de espera e desalente pois esperávamos outra atitude do PR.
    Força continua com a postagem!

    ResponderEliminar
  20. Continue Ricardo. Aqui sentimos força e esperança.

    ResponderEliminar
  21. É a primeira vez que faço comentários aqui. No entanto, asseguro-lhe que, visito esta página diversas vezes. Elaborarei comentários com muito prazer.

    ResponderEliminar
  22. Gajo, estou a ver se te dou uma rabecada "pessoalmente" mas não atendes nem o fixo nem o móvel... Tou tramado contigo!!!

    Força nisso miúdo, que os cães ladram e a caravana passa!!!

    Grande Abraço


    P.S.: Se entretanto não falar contigo, o Advogado tem novidades... Tenta falar com ele porque ele já falou comigo! ;)

    ResponderEliminar
  23. Não penso que o número de comentários seja assim tão importante para a continuidade do blogue ate pk o número de visitas é substancialmente maior (para não dizer milhares de vezes maior!) o que quer dizer que lemos e "escutamos" o que tem para nos dizer, a sua opinião..
    Eu sou uma delas...
    Visito este blogue há pelo menos 1 ano e meio, quase diariamente..comentei algumas vezes quando achei necessário, mas acima de tudo, sempre, sempre fiquei mais esclarecida e informada do que estava!!!! Espero que não o deixe de actualizar..porque embora silenciosos, estamos cá!!!!! Força aí!:)

    ResponderEliminar
  24. Estamos apavorados Ricardo assim como toda a população portuguesa. Há uma insegurança visível em todos os cidadãos e os professores não fogem à regra. Perguntamos inclusívie se haverá mais qualquer tipo de concurso (destacamentos, quadros-zero, QZP, necessidades específicas, contratados, etc.). Temo que poderá haver uma razia nos professores. Eu, até que nem quero ser pessimista mas...

    ResponderEliminar
  25. rICARDO,
    nem sempre tenho tempo de comentar mas visito-te religiosamente.
    Força aí.

    ResponderEliminar
  26. Ricardo,
    Sou mais uma das que não comenta mas visito religiosamente o teu site.
    O teu blogue, o do Hozlio, espectacular o dialogo das sandes, o do prof Ramiro, e os comentarios do Advogado do Diabo que não sei se tem blogue, vão nos dando força.
    Numa altura em que compadrios estão visiveis sem pudor (as parcerias com as escolas funcionam tão bem não acham?lol) em que nos é exigido trabalho e mais trabalho(pena que não tenhamos direito a umas secretárias, com duas pernas claro!) estes momentos de leitura dão alento e esperança assim como informação, muito importante!
    Tantas vezes que aqui me inteiro das novas, chego às chefias e questiono e respondem...não sei de nada!
    Enfim Ricardo, força ai, não desistas e vamos todos participar, para termos como diz Represas "Um outro melhor bom dia"

    ResponderEliminar
  27. Caro Ricardo
    Embora raramente comente, visito diariamente o seu blog. Compreendo o seu desânimo, mas quem tem ânimo numa altura destas? Não desista. Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  28. Ricardo

    Muitos parabéns pelo seu blog. Quase todas as semanas venho cá ler os seus post e concordo com a generalidade das suas ideias.

    Não desanime.

    ResponderEliminar
  29. Tanto elogio merecido...e tá tudo dito...

    Será que o Ricardo como pupilo anda em explicações com o criador SOCRATES....

    Espero bem que sim!

    Quantas vezes ao anoitecer entro no blogue para ver se já foi actualizado?
    Quantos já conselhei a visitarem este blogue?

    Gosto da visão do Ricardo, da forma como a informação é trabalhada e apresentada e ....

    Só tenho pena que as coisas boas da vida tenham um fim...se ao menos coincidisse com uma boa mudança na educação, mas não me parece...

    ResponderEliminar
  30. Ricardinho, não te conheço de lado nenhum e, como já aqui referi antes, comentar blogues não é algo que costume fazer, embora já o tenha feito, e mais do que uma vez, neste. Este espaço disponibilizado por ti, quanto a mim, é uma espécie de “bíblia” para todos os professores :).
    Sou uma mera professora contratada que, apesar de andar nas andanças desta profissão há pouco tempo, já tenho levado nas orelhas por tentar evitar entrar nesse estado de letargia que referes. E, quando tudo nos cai em cima (pais, colegas, coordenadores e directores) e o melhor conselho que nos dão é: “Tens de engolir uns sapos para não teres problemas maiores.”, fica difícil ter ânimo para continuar, pois tomara manter a disposição e energia para ir trabalhar todos os dias, mantendo um serviço educativo de qualidade. Sinto-me até defraudada, apesar de estar a exercer uma profissão que adoro, mas que sinto que não fui bem preparada para ela, pois não há curso, mestrado, nem formação creditada que nos prepare para lidar com tanta contradição e má vontade do sistema político – educativo – sociedade em geral. Toda a gente passa por cima da nossa opinião, como se de nada valesse, quando somos nós que estamos e lidamos com os miúdos todos os dias. No meu caso, como professora do 1º ciclo, em alguns casos, passo mais tempo com as crianças do que os próprios pais que, mesmo assim, nos encaram como um “alvo a abater” em vez de tentarem ver uma pessoa que deseja e luta pelo melhor, DOS FILHOS DOS OUTROS, todos os dias.
    Em suma, a mensagem que te quero deixar é: espevita e deixa-te dessas ideias, incluindo aquelas que vais deixando no ar, no sentido de abandonares este blogue caso o maior causador destas desventuras, o nosso querido Sócrates, vá lá parar outra vez (o que não me admira nada, pois quem cai no engano 2 vezes, pode muito bem cair outra…)
    Acredita que, num desses dias em que andava mais desmoralizada, devido aos sapos que estavam difíceis de serem engolidos, foi a consulta do teu blogue que me transmitiu a ideia de que não estava sozinha na luta…o que foi deveras confortante. Talvez, agora, quem esteja mais desanimado sejas tu e também necessites de saber que não estás sozinho. Portanto, menino, acho que 30 comentários, incluindo o mais extenso que já escrevi na vida, quando devia estar a fazer as malas para ir até à terrinha por uns dias, devem chegar para te transmitir essa ideia :) . FORÇA, para ti e para todos os que ainda acreditam nos valores desta profissão.

    Susana Martinho

    ResponderEliminar
  31. Ricardo, acompanho o teu blog duas a três vezes por semana. É uma óptima fonte de informação, descontraída mas absolutamente credível e sensata. Confesso que não tenho o hábito de comentar, a vidinha é feita a correr...
    mas espero que continues.
    Abraço

    ResponderEliminar
  32. Sou uma leitora assidua do seu blogue caro colega...pode continuar....não tenho por habito deixar comentários...

    ResponderEliminar
  33. Boa noite Ricardo,

    Não, não desistas. Há certamente muita gente que lê o teu blogue diariamente e que conta contigo... Eu incluo-me nesse grupo.

    Cristina F.

    ResponderEliminar
  34. Leio diáriamente este blog.Parabéns pelo trabalho prestado, por favor nao desista .

    ResponderEliminar
  35. Então Ricardo? Que é isso??
    Eu que nem vou muito à bola contigo, acho impensável acabares com o blog!
    Quem é que ia dar tempo de antena ao troll do Advogado??

    Firme e hirto, homem!
    Tira férias, descansa, esvazia a cabeça e respira fundo.

    E depois volta pq posso estar enganada, ou muita me*rda se vai passar ainda :)
    Jake

    ResponderEliminar
  36. Força colega.
    Estamos consigo. O número de visitas diárias falam por si.

    ResponderEliminar
  37. olá Ricardo,

    Já te agradeci antes pelo teu blog e já te deixei um comentário/pedido para que não deixasses de ser responsável pelos que cativaste aqui.

    Tendo em conta o teu pedido e o que tens feito por "mim", fica aqui aqui a minha garantia de que tentarei comentar mais vezes no teu blog. Não o costumo fazer muitas vezes, mais por humildade do que por pressa ou preguiça....

    Portanto os meus comentários hão.de aparecer mais regularmente... conta com a minha honestidade, mesmo que por vezes possa não ser muito eloquente.

    Mais uma vez obrigada,

    ResponderEliminar
  38. Tal como vários colegas já disseram, leio o seu blogue diariamente mebora raramente comente. É um blogue de referência, que me permite estar informada em relação a "novidades". Por favor, continue!

    ResponderEliminar
  39. Sinceramente os colegas são cada vez mais ovelhas do que pensadores criticos. Têm medo não sei de quê, porra! Um conselho dedica-te mais à tua vida pessoal..vira a página na tua vida. Existe muito egoísmo nem imaginas!!

    Lúcia

    ResponderEliminar
  40. Ricardo,
    Começando pelo fim e quanto à palavra tertúlia vê lá se ela te faz lembrar alguma coisa!
    Quanto ao teu apelo, parece-me que apesar dos trinta e tal comentários a este post, no que concerne aos restantes posts, que são aqueles em que mais interessa sentir o pulsar da malta, a julgar pelos mais recentes, o "teu público" está aqui para te apoiar que mais não seja por "amor próprio e comodismo", mais do que propriamente pelas sensatas razões que apresentas.
    Quanto a mim, como em tudo na vida, nunca esqueço as minhas origens e o melhor argumento, neste contexto, é e será o de continuar aqui.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  41. Hey! Eu cá vou fazendo os meus comentários - acompanho o blog há já algum tempo e vejo todas as actualizaçoes, que estão visiveis igualmente no meu blog. Às vezes não há muito a dizer...o que posso dizer?! Ah e tal sou contratada, nao tive colocaçao e patapi patapa...:( enfim! Vai nos dando uma luz...porque de facto a coisa esta preta!

    ResponderEliminar
  42. Olhe Ricardo, compreendo o seu desalento... Não entenda a falta de comentários como desinteresse pelo seu blogue.
    Tenho contacto com outros bloguistas; sou leitora assídua do seu e de outros mais, e digo-lhe com toda a propriedade a que me diz respeito, que o seu blogue destingue-se porque é isento nos comentários que faz; as suas reflexões são objetivas, não se lhe vê intenções políticas e outros interesses camuflados; luta pelos interesses do Todo não esquecendo o "mais desfavorecido" - contratado.
    É muitas vezes neste espaço que leio desabafos comuns, que manifesto as minhas angústicas, que encontro uma palavra amiga, um porto-seguro, que me encontro, me (re)invento, me (re)descubro, se é que me entende. Isto porque: qualquer dúvida que tenhamos, está sempre disposto a dissipá-la.
    Sentimo-nos cada vez mais sozinhos, desanimados, desamparados... não se deixe *poluir" e continue a ajudar-nos; a prestarmos um verdadeiro serviço de solidariedade, de valor incalculável. O seu papel aqui contrasta com a "demissão" de alguns nas suas verdadeiras funções de: esclarecimento, apaziguamento, objetividade, coerência, imparcialidade, conhecimento... Atributos/funções inexistentes nalguns quantos iluminados.
    É preciso amar muito a profissão e respeitar imenso a classe a que pertence, para se poder fazer este árduo trabalho que é: esclarecer, informar, divulgar, educar...retirando tempo de qualidade consigo e com os seus. O que faz é um verdadeiro serviço público.
    Em meu nome pessoal e, encontrando-me no estrangeiro (dar aulas no EPE), o meu muito obrigada por tudo aquilo que tem feito em prol de todos nós.

    Gil e Lia.

    ResponderEliminar
  43. corrigenda: onde se lê "prestarmos" dever-se-á ler: prestar-nos.
    Lia e Gil

    ResponderEliminar
  44. Raramente comento. Mas venho cá quase todos os dias. Acredite que a mensagem passa. O que sente, o aparente desinteresse da maioria dos professores, também eu sinto. Mas depois chegamos a casa, ligamos o computador e...ufa! Há mais quem pense como eu. Acho que no fundo é essa a função de uma rede de blogs: não nos sentirmos tão isolados. Mas compreendo que, para quem alimenta um blog como o profslusos praticamente todos os dias o trabalho pode parecer inglório...em meu nome um muito obrigada pelo excelente trabalho!

    ResponderEliminar
  45. É verdade que não faço muitos comentários mas ando sempre por aqui. Obrigada ao autor.

    ResponderEliminar
  46. É possível ligar este blogue ao facebook? É uma sugestão.

    ResponderEliminar
  47. Ricardo;
    Gosto de passar por aqui para me actualizar sobre os assuntos da Educação. Estás muito bem informado e grande parte dos professores passa por aqui o que seria uma perda com esse teu desânimo. Não costumo comentar mas passo sempre por este cantinho. A discussão sobre os assuntos sei que é um alento para quem alimenta o blogue, mas também a falta de comentários não é sinónimo de poucas visitas como se vê no contador. Como alguém disse era bom que associasses o blogue ao facebook, porque aí também pára muita gente pronta a alimentar uma discussão.Gr. abraço.

    ResponderEliminar
  48. Ricardo, nem pense desistir! Sou visitante assídua/diária...nunca comentei,mas é um dos blogs informativos, de divulgação importantes para toda a classe docente e para outros que queiram saber mais sobre a classe, problemas, angústias, legislação...enfim Indispensável!!
    Um abraço, Teresa
    Já agora espreite o nosso Pré Azul http://preazul.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  49. Ricardo,
    de facto este blog ajuda-me imenso e teria muita pena se decidisse terminá-lo! Continue a manifestar e a partilhar as suas opiniões, a relatar as peripécias da profissão e a informar-nos a todos! Força

    ResponderEliminar
  50. Aceitem, como tal, o meu desafio de partilhar um pouco mais o que vos vai no pensamento, daquilo que vocês sabem...

    Certamente que este espaço se tornará ainda melhor se todos nós, esporadicamente, contribuirmos para aumentar o "espólio" deste blogue.

    Embora eu seja o autor do mesmo, vocês bem sabem que este blogue é de todos nós. Mas algo que é comum apenas se mantém se todos o cuidarmos.

    Pelo cansaço acumulado, pelas sucessivas desilusões, pelos constantes ataques à classe e mais do que isso pela solidão que por vezes me invade, não consigo admitir que a curto prazo este blogue não entre em "pause"... Um "pause" mais ou menos prolongado mas que será necessário para conseguir recarregar as minhas baterias que se encontram esgotadas desde Janeiro de 2010.

    Ainda andarei por aqui mais uns tempos...

    Obrigado pelo apoio que todos quiseram demonstrar... pelas palavras de apoio... pelo desafio... e fundamentalmente pelo carinho.

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  51. Eu leio sempre o teu blogue e é através dele que me sinto informada. Sinto-me também confortada por saber que te preocupas em informar todos os colegas. Não comento porque normalmente vejo o blogue através do google reader, mas vou passar mais vezes e tentar deixar a minha contribuição.
    Bom trabalho *

    ResponderEliminar
  52. Boa tarde!
    Não costumo comentar no blog do colega... no entanto a minha consulta ao seu blog é diária.

    "Para mim é como lêr o JN".

    Não consigo passar um dia sem uma consulta.
    Força e continue o excelente trabalho até aqui desenvolvido.

    ResponderEliminar
  53. Tudo o que de bom aqui se disse, eu subscrevo. Frequento quase diariamente este blog embora nem sempre comente.

    É um lugar imprescindível e não é apenas pelos comentários...

    Existe muita exaustão no ar e o silêncio é muitas vezes uma defesa em nome da preservação de uma certa sanidade mental mas creio que a malta está alerta, apesar de não parecer.

    Força aí Ricardo e parabéns pelo excelente trabalho!!

    ResponderEliminar
  54. Do comentário anterior, com a minha leitura intercalada, não do comentário mas das razões do silêncio:
    "Existe muita exaustão no ar ( correcto) e o silêncio é muitas vezes uma defesa em nome da preservação de uma certa sanidade mental( duvido..muito, muito, muito. ´também é, mas não só, sendo que este #mas não só# exprime, a meu ver, o nível mais rasteiro que massivamente se atingiu na profissão) mas creio que a malta está alerta ( está, isso está), apesar de não parecer( parece e muito também).

    ou seja, e Deus queira que esteja enganada, mas eu acho que anda tudo calado para poder tudo morder pela calada quando tiver que ser.

    NO Umbigo apareceu a "tulização", como um novo predicado de alguns.
    neste blog, não se trata de "tulização"- não pelo Ricardo, que está em evidente processo da tulização, mas pelas centenas, se calhar milhares, que neste último ano (?) se limitaram a ficar à espreita, perdendo capacidade crítica. em nome do quê, pergunto eu?
    e, não querendo parecer pretensiosa, pergunta o mesmo tb o Ricardo neste post, se acaso houver entrelinhas no mesmo. que as há.tristes e desiludidas. cansadas. amargas, amarguradas. que muitos não descortinam nem concebem sequer. e isso é o mais grave de tudo.
    portanto, e isto agora é mesmo mauzinho, quem não descortina as razões profundas do Ricardo, nunca poderá ser Muito Bom. Por falta do que faz falta e do que é preciso.
    :)
    Jake aka jk
    ( sad Jk)

    ResponderEliminar
  55. Continue...pois vai no bom caminho!felicidades!

    ResponderEliminar
  56. Ricardo, não te conheço pessoalmente mas admiro-te MUITO!!!! Conheço vários blogues sobre educação, mas este é sem dúvida o melhor. Não passo sem cá vir! Comento várias vezes mas com nicks diferentes. É de gente como tu que o país precisa urgentemente. Pessoas como tu, a quem tentam calar, desmoralizar, pôr de parte, etc, etc, etc... imagino bem o que deves passar na escola, conhecendo também muito bem o ambiente que em muitas se vive. Se és diferente, mesmo que pela positiva, ou especialmente por isso, estás tramado!! É duro, eu sei como é. Não desistas, TU ÉS UM LUTADOR!!! E fazes-nos tanta falta...!!

    ResponderEliminar
  57. Visito quase todos os dias o teu blog. És de facto um lutador! Sem ti e tantos outros estariamos actuamente nas trevas. Apesar de ler o teu blog, muitas vezes não comento.
    O teu blog dá força à classe.

    ResponderEliminar
  58. 836 924 hits desde 2010, depois do acordo assinado. É um número que fala por si. Não desista. O seu blog é um "cluster" que aglutina muitos profs , muitos mais do que pensa, acho até que é um ponto de encontro entre os grandes blogues. Se comentam ou não~, não sei, mas se o não fazem será talvez por terem os seus próprios blogues. Eu tenho apenas um pequeno blog cujo feed está na sua página e muito agradeço a honra. Raramente comento em "blogues grandes" ou "pequenos" Venho cá regularmente. O seu blogue é um dos "grandes" , não desanime (ainda mais) quem sofre nas escolas e precisa dos seus posts, do seu estilo que é único e diferente dos outros grandes. Não é redundante, o seu blogue foi e é um serviço que faz aos professores lusos. Obrigada.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...