terça-feira, 29 de março de 2011

A caminho de...

... uma decisão pessoal, relativa a este blogue e que poderá envolver a promessa de encerramento do mesmo, caso Sócrates consiga retornar ao poder. Uma vez foi mau, duas foi demais... Com uma terceira, o mais provável é desistir, principalmente depois de ouvir colegas de profissão admitirem de uma forma enviesada que voltariam a votar Sócrates.

Música de "Tinie Tempah" - (Tema: Pass Out).

16 comentários:

  1. Não acredito que Sócrates ganhe.Sou Socialista,mas acima de tudo sou professora e sou incapaz de votar no partido que tem este homem como principal figura. Odeio tudo o que fez aos professores e a educação.Vou votar contra Sócrates e não me importo nada.Por isso Ricardo o teu Blogue de que tanto gosto vai continuar a ser visitado.

    ResponderEliminar
  2. Temos de nos manter unidos.Na minha escola estamos todos satisfeitos a excepção de alguns (VIUVOS E VIUVAS)mas são uma minoria. Estou confiante que vamos conseguir. Tudo menos Sócrates

    ResponderEliminar
  3. Vá lá, ânimo! Então o que seria de nós sem o profslusos?

    Podemos ser poucos mas somos muito e fazemos a diferença.

    Como diz o povo: não há mal que sempre dure...

    Este senhor vai levar patins, há vai!!

    ResponderEliminar
  4. Ricardo,
    Quanto a esses só me ocorre dizer: "mais cego é aquele que não quer ver!".
    Quanto ao país, por vezes, na liderança está o espelho do país! Sabes, as pessoas que voltam a votar nele, das três, uma, ou servem-se do mesmo partido, ou preferem ter alguém que lhes dê "certeza" no favorzinho que muitas vezes desencadeia em corrupção, ou então são daqueles que por mais que se tente são casos perdidos, tal é o tamanho das palas! Por vezes é ao próprio povo que não lhe interessa que esteja gente séria à frente do poder, seja local ou nacional!
    Que o faças por razões pessoais ainda entendo, agora por esse tal primeiro, não! Lembra-te também que já houve outros famosos governantes que já tiveram o povo a seus pés e acabaram como acabaram!
    Hoje o "pensamento próprio" do meu cantinho vai para ti.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Caro Ricardo
    Este blog já pode ser considerado de interesse público ! Só por questões pessoais é que poderás pensar em fazer o THE END deste espaço que tanto informa e alerta a comunidade educativa.
    Mas Ricardo por causa daquele eng. de domingo ....isso jamais Ricardo ... jamais !
    Agora e sempre ! Força Ricardo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Ora bem!...
    Tú ganha-me nervo..ehehehe
    Como bem sabes, considero este blogue uma referência de consulta primeira. Por isso, se puderes, continua o excelente trabalho, lúcido e audaz.
    Pronto...

    ResponderEliminar
  7. Obviamente que o encerramento deste blogue será motivado por um interesse pessoal...

    O interesse pessoal em admitir que estou cansado.

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente partilho da mesma opinião, reparo que existe muito povo, que em parte entendo, dizendo que "não houve ninguém com a coragem dele, tocar nos professores e médicos", daí ter a mesma visão e perspectiva... ele pode ganhar... efectivamente... Além de que o PEC 4 não chega!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  9. Viva Ricardo!

    Parabéns pelo teu magnífico trabalho…

    Visito diariamente o teu blogue. Sem dúvida uma referência Nacional.

    De facto quem vai ficar a perder somos todos nós…

    Espero que os Professores abram bem os olhos e não votem nele…

    Ricardo, estamos a viver um tempo de retrocesso civilizacional, de encolhimento espiritual e moral, de atropelo dos valores e ideais humanistas, de abandono da coesão social, de regressão do pensamento e da razão, de progressão do senso comum. Um tempo em que as pessoas de carácter, de rectidão e princípios têm a vida mais dificultada do que os espertos, oportunistas, trapaceiros e vigaristas…


    Reformar, conforme consta do dicionário da língua portuguesa, não é destruir. Ao invés, é reavivar, melhorar, reforçar, aumentar e transmitir a herança recebida: o apego a princípios e valores, ao saber, à racionalidade e reflexão, ao debate e uso do pensamento, ao cultivo da liberdade, da justiça, decência e ética, ao avanço do bem comum, da solidariedade e do direito a uma vida digna e humana em todas as idades, à avaliação e reconhecimento do mérito, à rejeição do fácil e falso, das ideias feitas, da manipulação e alienação, do populismo e demagogia…

    Não é sinal de bom senso aderir a coisas que detestamos e reprovamos. Se elas nos suscitam depreciação é porque não são boas. O inferno, tanto quanto o concebemos, não é coisa boa; por isso mesmo não queremos ir para lá, tudo fazemos para evitar a queda nesse abismo…

    Ricardo, antes o país era pobre, mas possuía um enorme e inestimável capital: tinha em alta conta a honradez, a seriedade, a honestidade e a vergonha na cara e ferviam lhe nos olhos, no rosto, no peito e na alma as inquietações da consciência. Hoje tem indivíduos muito ricos; caiu nas mãos de uma elite diversificada e instalada nas cúpulas de vários poderes. Essa elite fria e calculista engorda e medra na apatia, no cansaço e indiferença com que os cidadãos de bem, desiludidos e perplexos, olham o despudor que a anima.
    Porém nada é permanente. Resta deitar mão à luz da utopia e da esperança para não naufragar e sucumbir neste tempo de escuridão e negrume, de fealdade e imoralidade…

    Fernando Pessoa:
    “Se a nossa vida é provisória, que seja linda e louca nossa história, pois o valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”.

    BEM HAJAS RICARDO,

    Um grande abraço,

    Filipe

    ResponderEliminar
  10. Todos nós estamos cansados, Força. Não baixes os braços, por ti e por nós!

    ResponderEliminar
  11. O tempo da escola Socratina está a chegar ao fim.Ainda bem que há pessoas como tu para ajudar a alertar tanta gente perdida. Ninguem em sã consciencia acredita no PS de Sócrates.

    ResponderEliminar
  12. Ricardo és responsável por aqueles que cativas! :)

    Todos os dias deito os miudos e, de seguida, leio o teu blog...

    Quado tenho dúvidas procuro aqui e quando os ataques aos profs me fazem esmorecer consigo sentir que também lutas e que não desistes...

    Preciso de ti para continuar a lutar!

    obrigada pelo caminho que já fizeste "comigo" até aqui e, espero que continuemos esta caminhada juntos por mais uns tempos ;)

    abraço

    ResponderEliminar
  13. Para Filipe: Espero que não te importes mas vou furtar parte do teu comentário para um post. Julgo que TODOS o deveriam ler...

    Abraço.

    ResponderEliminar
  14. Para Cláudia Ferreira: Já alguns me referiram a expressão "és responsável por aqueles que cativas!"

    E é bem verdade... É o único "motor" que ainda me leva a actualizar este blogue com regularidade.

    Agradeço as palavras generosas e espero que saibas que não sou de desistir facilmente. :)

    Abraço.

    ResponderEliminar
  15. Vá lá Ricardo, precisamos da tua ajuda... Os transmontanos são pessoas de luta e de partilha :O)
    O teu blogue dá-me forças para continuar e faz-me companhia numa luta onde muitas vezes me sinto sozinha. Por favor não encerres este blogue, nem que venhas cá só para desejar um bom fim de semana
    :0). A sério... Mas claro que respeito os teus motivos pessoais.
    Eu podia viver sem o teu blogue? Poder até podia, mas não era a mesma coisa, era muito pior.

    Beijinhos de agradecimento por tudo

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...