terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Ainda os efeitos da avaliação

Avaliação dos professores volta ao Parlamento

Comentário: O tema da "Avaliação do Desempenho Docente" volta ao Parlamento esta quarta-feira (amanhã) pelas mãos do PCP e do BE. A ideia, segundo o que pude perceber, será não considerar a avaliação do desempenho para efeitos de concursos de colocação. Seria fantástico se tal "modificação" fosse aprovada. Tantas foram as injustiças criadas com a influência da avaliação na graduação, que mais não seria que repôr uma realidade entretanto desvirtuada.

Para além disso, esta "modificação" iria produzir um interessante efeito "bola de neve" em questões de avaliação, dinâmica de pares nas escolas e até mesmo no inesperado e recém adquirido empenho de alguns colegas. Seria um interessante balão de oxigénio para alguns e o esvaziar do "peito feito" para outros...

7 comentários:

  1. Questões esquecidas sobre a avaliação sobretudo dos contratados:
    1)Poque é que estes têm que ser MAIS avaliados que os quadros?
    2)Qual o benefício em caso de desemprego?
    3)Porque é q um Excelente de 9valores sobe 2 pontos e um MB de 9,5sobe apenas 1 ponto? podendo o 1º ficar com uma vaga e o 2º no desemprego?
    4)Todos sabemos que a avaliação é injusta, mas para os contratados é o quê??????? O DESRESPEITO COMPLETO POR ESTES PROFISSIONAIS.
    Desculpa Ricardo pelo desabafo!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Descupem não te identificado o post anterior.

    o meu nick é m&m

    ResponderEliminar
  3. Então, em relação este assunto não há novidades?

    ResponderEliminar
  4. Também estou curiosa! Será que houve alguma alteração?

    ResponderEliminar
  5. PS e PSD contra exclusão da avaliação de desempenho
    2011-02-10




    PS e PSD deverão inviabilizar os projectos de lei do Bloco de Esquerda e do PCP para que os efeitos da avaliação de desempenho dos professores não sejam considerados nos concursos de colocação, ontem discutidos no Parlamento.

    Na discussão das propostas, a deputada do BE Ana Drago disse que "tanta gente detectou tantas dificuldades e tantas injustiças" no processo de avaliação, concluindo que "os resultados destas avaliações não são fiáveis e não podem valer" para determinar a colocação de docentes no ano lectivo de 2011/2012.

    Pelo PCP, Miguel Tiago afirmou que os concursos de professores estão "inquinados" e apontou injustiças ao modelo de avaliação: os parâmetros são "diferentes de escola para escola", com estabelecimentos que "decidiram nem sequer realizar o processo total", disse, acrescentando que "os professores não têm responsabilidade pelo facto de serem avaliados por uma bitola diferente".

    Das restantes bancadas, apenas o CDS subscreveu a viabilização dos diplomas, tendo o deputado José Manuel Rodrigues referido que "a avaliação de desempenho deve, no futuro, com um modelo justo, ter efeitos na graduação profissional, mas não para efeitos de concurso".

    A deputada social-democrata Vânia de Jesus teceu várias críticas ao sistema de avaliação, que classificou de "injusto e confuso" e "de faz de conta", mas sustentou que "o Parlamento não deve dar um sinal errante tornando-o mais irrelevante e absurdo" e defendeu que "se corrija e se avance para uma simplificação do modelo".

    Da bancada do PS, Rosalina Martins sublinhou que "a avaliação dos professores deve ser um processo contínuo e sustentado, com efeitos imediatos no concurso anual para as necessidades transitórias e também com efeitos não imediatos, como o descongelamento no acesso e progressão nas carreiras, quando chegar o momento oportuno".

    "Estamos sempre disponíveis para melhorar, não para suspender o regime vigente antes de proceder à sua necessária avaliação", afirmou a deputada socialista

    ResponderEliminar
  6. Ao que parece a Madeira não retira A.P nem o par pedagógico de EVT.

    ResponderEliminar
  7. Olá, a todos.
    Também ando curiosa àcerca da avaliação de desempenho este ano e tenho algumas dúvidas. Os avaliados terão que fazer um relatório de auto-avaliação (indo um pouco ao encontro do que antes se fazia no documento de reflexão crítica). Depois há as fichas de avaliação global... essas são preenchidas tb pelo avaliado? Ou pelo avaliador?
    Obrigado

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...