sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Professores reclamam demissão de ministra.

No Correio da Manhã a 28/11/2008: "(...) Jorge Pedreira referiu que concluídas as negociações com os sindicatos não foi encontrada qualquer saída para a recusa dos professores em serem avaliados pelo modelo simplicado porque 'os professores não deram nenhuma contribuição e continuam no mesmo ponto onde estavam, inflexíveis, irredutíveis, dizendo que se não houver suspensão não há possibilidade de negociação'. Também, Mário Nogueira classificou a reunião com a ministra como uma fracasso, acusando Maria de Lurdes Rodrigues de possuir 'a obsessão de que quem não está com o seu modelo está de má fé'.

Mário Nogueira defendeu então 'que se demita a srª ministra da Educação' e apelou aos professores para uma adesão a 100% à greve de quarta-feira. (...)"

Ver Artigo Completo (Correio da Manhã)

------------------------
Comentário: A demissão da Ministra da Educação não iria resolver o nosso problema. Iriam substituí-la por um "testa de ferro", sem margem de manobra para recuar ou negociar o que quer que seja. Aliás, cada vez acredito menos que o "cérebro" do ME seja Maria de Lurdes Rodrigues. Quanto à greve de quarta-feira (3 de Dezembro) era extremamente importante que os números se aproximassem dos 100% de adesão, no entanto, duvido que tal aconteça. Existe por aí, muita gente que entretanto já se amedrontou. Infelizmente...
-------------------------

Sem comentários:

Publicar um comentário