quarta-feira, 26 de novembro de 2008

"Mailing list" da DGRHE volta a atacar...

Se forem à vossa caixa de correio electrónica, vão ver que em menos de 15 minutos, receberam dois emails. Um, cujo conteúdo é apresentado no post abaixo (1.º documento, relativo ao modelo "simplex" da avaliação do desempenho docente) e outro relativo à aplicação informática da DGRHE para introdução dos objectivos individuais. O conteúdo deste email, é o que se segue:

"Exmo(a) Sr(a) Professor(a)

Nos últimos dias vieram a público algumas informações incorrectas relativamente à aplicação de gestão do processo de avaliação de desempenho, que importa esclarecer:

1. Nesta fase do processo de avaliação de desempenho esta aplicação garante que todos os docentes possam fazer chegar de forma mais ágil e individualizada as suas propostas de objectivos ao respectivo avaliador, como, aliás, foi solicitado quer por escolas quer por professores.

2. O acesso às diferentes áreas da aplicação está limitado aos respectivos intervenientes nas diferentes fases do processo, em cada escola.

3. O avaliador apenas acede aos seus dados e aos objectivos dos seus avaliados.

4. Os avaliados apenas acedem aos seus dados individuais.

Por fim, face a boatos que circulam sobre um eventual bloqueio da aplicação, informa-se que a inserção sucessiva de palavras-chave incorrectas não tem qualquer impacto na aplicação.

Direcção Geral de Recursos Humanos da Educação."


Relativamente a este email, há que fazer algumas considerações: 1 - Não me recordo de ter solicitado uma aplicação informática para introduzir objectivos individuais. Mais uma vez, considero que este email, constitui uma forma inequívoca de pressão sobre os professores. Se o enviaram foi porque a adesão à aplicação deve ter sido extremamente reduzida, caso contrário, não iriam reforçar o que já há muito era sabido; 2 - Não estou preocupado com o acesso dos meus avaliadores à aplicação informática. O que me preocupa é o acesso de pessoas "estranhas" à minha avaliação; 3- Se tinha dúvidas quanto à vigilância "big brother" aos blogues (e outras plataformas informáticas de professores), por parte do ME, deixei de as ter. Não é que o esclarecimento dado me importe muito, pois não irei introduzir os meus objectivos individuais na dita aplicação, no entanto, agradeço a informação irrelevante.

O facto dos emails serem enviados nesta fase, revela muito sobre a estratégia do ME. O que vale é que a esta altura da nossa "luta", poucos são os que se deixam intimidar com este tipo de tácticas "sujas". E para a eventualidade de ter um "big brother" ministerial a vigiar este blogue, fica aqui um pequeno apontamento: "EU NÃO INTRODUZIREI OS OBJECTIVOS INDIVIDUAIS NA APLICAÇÃO INFORMÁTICA! Não existe nada legislado que me obrigue a tal..."

Sem comentários:

Publicar um comentário