segunda-feira, 16 de junho de 2008

130 mil estudantes utilizam estimulantes para os exames.

No Destak de 16/06/2008: "Vitaminas, estimulantes ou anfetaminas são alguns dos produtos de toma assídua entre os estudantes portugueses nesta fase pré-exames nacionais que tem início amanhã.

Apesar das vitaminas não terem um efeito directo na memória e na concentração e de funcionarem apenas como placebo, muitas vezes os alunos sentem que estas funcionam porque acreditam nos seus efeitos, revela ao Destak o psicólogo Carlos Lopes Pires.

«São as anfetaminas e estimulantes que realmente dão resultados», acrescenta. No entanto, «a sua toma deve ser apenas transitória, porque o seu uso prolongado pode criar dependência e alguns problemas para a saúde».
(...)
Os perigos de alguns estimulantes e a falta de acompanhamento médico na sua toma são duas preocupações partilhadas pelo psicólogo Eduardo Sá e pela presidente da comissão instaladora da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação, Maria José Viseu.

Eduardo Sá acrescenta que «alguns tipos de estimulantes que podem dar resultado no imediato, a curto prazo se revertem contra quem os toma» e os jovens têm de estar informados sobre isso, algo que continua a falhar."

Ver Artigo Completo (Destak)

------------------------
Comentário: Vitaminas, estimulantes e anfetaminas... Até parece que estamos a falar de atletas de alto rendimento ou de cavalos de competição. Agora fora de brincadeiras, se bem que alguns deles funcionem como placebo, existem perigos inerentes à toma dos mesmos (nomeadamente as anfetaminas) que deverão ser consideradas. Na minha altura não me recordo de ter tomado qualquer tipo de suplemento, mas não creio que os meus resultados tivessem sido melhores com isso. Acho que nesta fase de pré-exames, o que joga a favor é a motivação e método de estudo (algo que já deveria vir de trás). Considero que o maior obstáculo nesta fase, é o stress... Este sim, a necessitar de alguns cuidados.
------------------------

1 comentário:

  1. Isto apenas mostra a pressão que actualmente existe sobre estes jovens. Mas não só. Muitos querem estudar agora o que não estudam durante o resto do ano, obrigando a demasiadas horas de estudo. Depois, aparecem estas "ajudas"... O problema é que muita gente começa assim nas drogas. Se as usa uma vez, facilmente usam outra, e depois outra, e por aí fora!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...