domingo, 16 de março de 2008

Professores na rua, ministra aclamada.

No sítio do PortugalDiário de 15/03/2008: "Enquanto a cerca de cem metros do pavilhão onde se realizava o comício do PS cerca de 150 professores manifestavam a sua indignação para com as políticas de educação do Governo, a ministra Maria de Lurdes Rodrigues era aclamada pelos seus pares.

Primeiro, uma espécie de chegada apoteótica ao local, com algumas bandeiras agitadas e gritos tímidos «de força». Aquela que será a mulher mais contestada em Portugal na actualidade sorriu, agradeceu. Mas a acção não convenceu. Mais tarde, o speaker do comício ainda quis agitar as milhares de pessoas que estavam no pavilhão: «Sabem quem está aqui? Maria de Lurdes Rodrigues». A resposta foi tímida, muito tímida.

Na parte posterior do palco, onde se juntaram todos os ministros presentes, Maria de Lurdes Rodrigues nunca mostrou entusiasmo e raramente recebeu manifestações de regozijo. Durante parte do tempo até se sentou numa das mesas do bar do Académico, repousando do esforço. Na TV dava o jogo Derby County-Manchester United e, por acaso ou não, a ministra só se levantaria depois de Cristiano Ronaldo ter dado a vitória à sua equipa.

Já com José Sócrates no recinto, Maria de Lurdes colocou-se ao seu lado. O primeiro-ministro falaria dela durante o discurso, na única referência a um elemento do seu executivo. «Nunca um Governo apostou tanto em ciência como o nosso; nunca como este ano aumentou tanto o número de alunos no Ensino Superior; nunca como com esta ministra da Educação aumentou tanto o número de alunos nos ensinos básico e secundário», afirmou, recebendo uma prolongada salva de palmas.

Também os militantes anónimos concordavam com o apoio à ministra. «José Sócrates salvou o país da ruína e se ele acredita, nós também temos de acreditar. O povo veio dar uma mensagem forte de apoio. Esta é a vontade do povo. Os professores têm de perceber isso, porque só não quer ser avaliado quem é medíocre», comentou um dos populares à entrada do pavilhão, enquanto muitos outros acenavam com a cabeça."

Ver Artigo Completo (PortugalDiário)

------------------------
Não vou criticar a manifestação dos 150 colegas de profissão, frente ao comício do PS. Quem lá esteve, fê-lo em consciência e sabia o que estava a fazer. Ao contrário daquilo que alguns dizem, a nossa "luta" é contra o Governo... E o Governo é PS! E quem esteve no comício foram vários elementos do Governo, com especial realce para Maria de Lurdes Reis Rodrigues... No entanto, não me vou prolongar muito mais neste assunto, a não ser deixar claro que sou a favor de qualquer iniciativa pensada. E pensada não só ao nível do impacto imediato mas também das consequências que daí advêm...

Vi na televisão, o "apoio" dado à Ministra da Educação (mesmo estando num comício do PS, continua a ser Ministra, ou será que fora da escola, os professores deixam de ser professores?!) e aquelas palmadinhas (seguidas de palavras de "incentivo") nas costas, deixaram-me bastante enjoado. Para já não falar no eterno "encosto" de Maria de Lurdes Rodrigues a Sócrates...
------------------------

1 comentário:

  1. As palmadinhas nas costas dão sempre muito geito... mesmo dadas por professores que etão no parlamento e têm memória curta.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...