segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Testes nacionais intermédios alargados no ensino básico e secundário.

No Público de 12/10/2007: "O Ministério da Educação anunciou hoje que vai permitir já este ano lectivo a realização de testes nacionais intermédios a Matemática no ensino básico e a Física e Química A e Biologia e Geologia no secundário.

"Os testes intermédios são instrumentos de avaliação disponibilizados às escolas e que os professores podem utilizar, quer para avaliação dos seus alunos quer como elementos de apoio ao ensino e aprendizagem", lê-se num despacho assinado hoje pelo secretário de Estado da Educação, Valter Lemos.

No ano lectivo 2006/07 já se realizavam testes intermédios na disciplina de Matemática A no ensino secundário. Agora, estas provas estarão também disponíveis a esta cadeira no 8º e 9º anos, a Física e Química A no 10º e 11º anos, bem como a Biologia e Geologia nos 10º e 11º anos.

Nos exames nacionais do ensino secundário, foi na área das Ciências que se verificaram os piores resultados, com os exames de Física do 12º ano e de Física e Química A do 11º ano a figurar entre as três provas com a média mais baixa (6,6 e 7,2, respectivamente).

Quanto a Matemática, a prova registou uma média de 10,6 (numa escala de zero a 20 valores) entre os estudantes que frequentaram a disciplina durante todo o ano, tendo a percentagem de chumbos à cadeira descido de 29 para 18 por cento.

No básico, quase três em cada quatro alunos do 9º ano tiveram negativa no exame nacional de Matemática, um desempenho ainda mais negro do que o registado no ano passado.

De acordo com o despacho, a tutela pretende ainda "disponibilizar, a professores e alunos, um conjunto de instrumentos que assegurem, não apenas a avaliação sumativa externa, mas igualmente a orientação e a preparação para os exames nacionais, proporcionando elementos de estudo e de aprendizagem adequados aos vários níveis de ensino".

Assim, integram ainda este pacote de medidas uma base de dados de itens, constituída por questões elaboradas durante a última década e utilizadas em provas de aferição e de exame nacional, em testes intermédios e em outros elementos de avaliação.

O Ministério da Educação pretende ainda disponibilizar na Internet um conjunto de "orientações-exame" para cada disciplina, no qual são elaboradas provas e exames nacionais, com informações sobre a estrutura e características das provas, bem como as correspondentes matrizes e critérios gerais de classificação."

Ver Artigo Completo (Público)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...