quarta-feira, 1 de novembro de 2017

A (maldita) competição sindical...


Comentário: Escusado será dizer que estamos numa fase fulcral das nossas carreiras docentes, pois estamos praticamente à beira de termos quase 10 anos de tempo de serviço eliminados para efeitos de progressão.

E o que fazem os sindicatos?

Desatam numa competição de iniciativas! Será que este tema não é suficientemente relevante para que os vários sindicatos se unam? E se esta situação de iniciativas descoordenadas já não fosse suficiente, ainda temos outra mais grave, que é boicotar o que os outros vão fazendo. Enfim. 

Temos então a FNE a convocar "uma greve à primeira hora de trabalho de cada dia entre 13 e 27 de novembro, e outra às componentes não letivas com os alunos até ao final do ano".

3 comentários:

  1. Uma FNE em completo burnout.

    ResponderEliminar
  2. Não é competição. É divisão propositada. Acredito convictamente que muitos destes sindicatos são apenas associações fantoche que existem apenas para nos dividir enquanto classe profissional.

    ResponderEliminar
  3. Eu fiz greve no dia 27 . Agora considero ridícula a greve às primeiras horas. Não resultará. As lutas devem ser feitas a sério! A classe dos professores tem pouca fibra. Sejamos honestos a greve do passado dia 27 só resultou porque os funcionários também participaram. Acho que devíamos ser mais imaginativos, fazer uma greve à correção dos testes ou melhor a devolução dos resultados dos instrumentos de avaliação só seria feita quando esta situação se resolvesse. A avaliação final de período poderia estar comprometida. Os alunos faziam normalmente os testes e até poderiam saber de forma não oficial o resultado mas para a escola ou para os pais nada seria entregue.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...