terça-feira, 24 de outubro de 2017

As certezas do ministro ausente


Comentário: Bem sei que a ausência deste Ministro da Educação contrasta com a quase omnipresença de alguns dos seus antecessores, mas frases como as que se seguem demonstram algo mais que mero desligamento de uma classe profissional que está sob sua tutela. Ora leiam:

"Os docentes e todos os trabalhadores do Ministério da Educação não ficam desfavorecidos em relação aos outros trabalhadores da Função Pública", disse Tiago Brandão Rodrigues (...)"

"Temos reunido (com os professores) de forma excecional quando assim o entendemos", disse, garantindo que no Orçamento do Estado para o próximo ano "não há nenhuma excecionalidade em relação aos professores", que também terão o descongelamento de carreiras."


Pois... Descongelar, até descongelamos. O problema é a eliminação tácita de quase dez anos de tempo de serviço.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...