quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Excesso de presença (uma proposta)

Na semana passada dei por mim a pensar que poderia ser interessante criar um mecanismo que permitisse a marcação em sistema informático (ou suporte papel) de uma situação denominada "excesso de presença". 

E se o escrevo é porque se um professor, por exemplo, chega atrasado 5 minutos a uma aula ou desempenho de cargo, por norma irá ser "carimbado" com uma falta (mesmo que tenha uma justificação plausível, e que até pode estar relacionada com o desempenho de cargos na escola), mas se passar o seu tempo na escola a trabalhar, a acompanhar Encarregados de Educação, a corrigir testes, a preencher papéis, a atender e fazer telefonemas, a imprimir tudo e mais alguma coisa, a acompanhar alunos, tudo isto ultrapassando em muito o tempo legal destinado para o efeito, já não é galardoado com um qualquer registo. Poderia ser interessante, mesmo que não gerasse qualquer "crédito" horário...  

E se não servisse para mais nada, poderia ser útil para silenciar alguns.

1 comentário:

  1. Concordo. Por mim, fazia as horas todas na escola, desde que tivesse um espaço para tal. Uma pessoa vai para casa, gasta energia, papel, tinteiros, Internet e muito tempo pela noite dentro que nunca é contabilizado.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...