sexta-feira, 19 de agosto de 2016

E não...

..não acho que as listas sejam publicitadas na próxima semana. Estou bastante convencido disso, e como tal, as minhas visitas à realidade virtual (assim como as atualizações do blogue) durante os próximos 9 dias deverão permanecer em níveis reduzidos. 

Por aquilo que vou constatando, existem colegas que não se conseguem desligar da (triste) realidade concursal, e que diariamente visitam blogues, sítios virtuais e fóruns na esperança de saber algo mais. Chegam mesmo a partilhar a sua ansiedade em mensagens de correio eletrónico, e foi precisamente por isso que surgiu a necessidade de escrever este post

Colegas, o facto de visitarem diariamente sítios virtuais ligados à educação (como o meu) poderá dar-vos acesso a algum tipo de informação privilegiada com algumas horas de antecedência relativamente à publicitação das listas, mas têm o reverso da medalha: não descansam, nem gozam as tão necessárias e merecidas férias! A não ser que não tenham realmente nada de melhor para fazer, desliguem a internet e vão passear (nem que seja para apanhar pokémons).

3 comentários:

  1. Comungo com a maioria dos colegas. Sou um Q.Z.P. que há dezanove anos anda a saltar de escola em escola e todos os anos é o mesmo stress de ter de concorrer e esperar onde vou ficar colocado. Não há ano seguinte em que fique no mesmo local a lecionar. Sempre a conhecer novas escolas com novos métodos de gestão e pedagogia adaptadas de forma diferente, aprender novos nomes de colegas, novos hábitos, enfim! Mas apenas me faltam dois anos para requerer a aposentação plena, tenho 64 anos, e todos os anos em agosto é o mesmo stress na época das férias! Imagino o que será com os colegas mais novos e que ainda faltam mais anos do que eu para atingirem a desejada aposentação plena. Uma miragem!

    ResponderEliminar
  2. Não sou professor mas estou numa empresa e estou a mudar de geografia (pela primeira vez na vida) e ando super stressado e vou continuar a fazer o mesmo e os colegas são os mesmos... Imagino os professores todos os anos isto! Isto é demencia, não dos professores, mas dos políticos que engendram este método....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão. E quem acaba demente, muitas vezes,são os professores.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...