quarta-feira, 25 de maio de 2016

É uma analogia clara, sim.


1 comentário:

  1. Na minha opinião, julgo que os professores do ensino público e, principalmente, os sindicatos, estão a perder uma boa oportunidade de clarificar um dos principais problemas do ensino. Com efeito, a verdade é que quase todos os pais querem evitar ter os seus filhos em turmas com crianças de famílias sem estrutura que perturbam enormemente as aprendizagens de todos. A escola pública faz um esforço gigantesco de integração mas, muitas vezes, acaba por despender demasiadas energias em procurar integrar o que realmente não é integrável.
    Na verdade há muita utopia. Queremos dar um currículo de “futuros doutores” a todos e aqueles que não têm capacidade ou vontade para tal, acabam por odiar a escola e criar problemas a todos.
    Os percursos alternativos são uma ilusão. Com efeito, para os alunos serem integrados é necessário terem reprovações repetidas e idades desenquadradas. Ou seja, mesmo estando claro prematuramente o destino do aluno, este, primeiro, tem de fazer os seus estragos a toda a estrutura escolar para, apenas posteriormente, se reconhecer a necessidade da sua integração num currículo alternativo.
    Há muitos que, movimentados pela utopia, acham estas ideias injustas pois não se deve segregar. Mas aceitam passivamente uma segregação ajustada às décimas no 12º ano em que, de um dia para o outro, se decide todo o futuro de muitos jovens.
    A escola privada deve ser paga, é um facto. No entanto, a escola pública também tem de aprender a tratar diferente o que realmente é diferente. Criar currículos diferentes logo nos anos iniciais para os alunos que não se adaptam aos atuais com ênfase no “saber fazer”, certamente é uma boa opção.
    Há muita gente a opinar. Gostaria de ver instituído que qualquer equipa ou comissão de análise/emissão de opiniões sobre estes temas fossem obrigadas a ter, no mínimo, 50% dos seus membros, pessoas que estejam efetivamente “no terreno”, aqueles que lecionam turmas heterogenias, com alunos de diferentes etnias, em ambientes socialmente desfavorecidos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...