quinta-feira, 12 de maio de 2016

Do direito à resposta...


Comentário: Quem lê o que vou escrevendo desde a criação deste blogue sabe que não morro de amores por Mário Nogueira, no entanto, e neste tema em concreto acho que está a desempenhar o seu papel corretamente... com ou sem sugestão ao Ministério da Educação para revisão da situação dos contratos de associação. Já o disse repetidas vezes, que não tenho qualquer convicção de que estes cortes vão realmente ser implementados, mas se não servir para mais nada, pelo menos fica a discussão.

E quanto a eventuais poupanças resultantes dos cortes nos contratos de associação, não conheço valores (já li um pouco de tudo), mas poderia ser relevante considerar nesta equação os custos da deslocalização de professores obrigados a concorrer por ausência de componente letiva, assim como aqueles que se mantenham eventualmente em ausência de componente letiva e que recebem os seus salários independentemente de lecionarem. E obviamente que estou a referir-me a eventuais situações de professores que trabalham em escolas públicas rodeadas de uma ou mais escolas privadas com contratos de associação. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...