quinta-feira, 17 de março de 2016

Já me tinha esquecido...

...de como eram as viagens de regresso a casa após um dia de intenso trabalho, com direito a acordar às 5.45h, com algumas confusões pelo meio, autoavaliações, colocação de avaliações no sistema informático, (início de) organização da reunião de direção de turma, exercício de tutoria no intervalo do almoço (que isto de - ainda - não conseguir fechar os olhos é tramado), preenchimento de alguns papéis, reunião de Departamento no final do dia, entre outras coisas (nomeadamente estragar a minha dieta quando colegas nos oferecem doces... eh eh eh).

Deste modo, o cansaço era tanto que os 45 minutos de viagem de hoje foram uma combinação de diversos elementos:

a) janelas do carro abertas (em alternativa a colocar o ar condicionado nos 18 graus... "bater o dente" dá sempre resultado);
b) colunas de som do carro com o volume relativamente elevado (ainda bem que levo pendrive, porque caso contrário eram 45 minutos de discos pedidos e muitas dedicatórias);
c) telefonemas rápidos para não me cansar com as temáticas;
d) já a 20 minutos de chegar, comecei a cantar (no caso, uma música da única novela que ainda conseguia seguir até há uns dias atrás) o que é suficiente tormento para aguentar a reta final.


Nota: ainda ponderei vir com os máximos sempre ligados para chatear quem vem em sentido contrário, na esperança de que também fizessem o mesmo e assim me despertassem um pouco mais, mas lembrei-me que estamos no norte (mais propriamente, Trás-os-Montes) e a justificação do cansaço poderia não ser suficiente para evitar levar nas "trombas". ;)

Agora... Caminha (não... não vou para o Minho)! Amanhã é outro dia "pesado".

5 comentários:

  1. Não ligues... vais ter muitos dias assim até aos 65 :)

    ResponderEliminar
  2. Fantástico Ricardo. Boa sorte. Parece que estás a precisar. Vou visitar te à escola um dia destes

    ResponderEliminar
  3. Ricardo, os rebuçados também ajudam a manter acordado! Não custa experimentar. Boa sorte e felicidades!

    ResponderEliminar
  4. Espero que consigas descansar na interrupção, pois bem o mereces. Há anos que contribuis para que todos nós tenhamos acesso atempado a alguma informação, por vezes mais escondida. Quanto a Caminha do Minho é sempre um bom destino a ponderar visitar, com a família. Bem-hajas por tudo.

    ResponderEliminar
  5. Porque é que Caminhas tanto? Faz como eu, vive numa roulote perto da escola.
    E já lá tive a policia ao pé, mas quando eu disse que era professor foram-se embora. OS meus agradecimentos aqui á psp pela compreensão, os "geninhos" já são mais abestalhados.

    Tem que ser, já que os sucessivos desgovernos, têm o prazer de começar a juntar as zonas pedagógicas todas, porque não juntam todas numa só, fazia mais sentido.


    Retas finais?... se chegares ao fim já vai ser bom porque anda muita gente a ficar pelo caminho.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...